Ouça finalmente o disco do Espião com o Sala 70, "O Jantar Está Servido"

Depois de sete anos de produção e correria, o MC que é um dos precursores do rap alternativo paulistano volta à ativa.
14.9.16

Foto por  Rachel Macoriello​.

A última terça (13) foi o fatídico dia em que a cena paulistana do hip hop — que notoriamente anseia e cobra em fartas doses — teve finalmente o prazer de ouvir o tal álbum do Espião com produção de cabo a rabo do Sala 70. Depois de sete anos de produção, O Jantar Está Servido foi lançado pela dupla e conta com 14 faixas, sendo duas delas remixes de faixas do último álbum do Espião, Cada um Cada um (2011), e quatro participações especiais: Kamau, Ogi, Big Filho e Matéria Prima.

Publicidade

A espera é justificada e valeu a pena. O disco tem temas que variam bastante e rimas bem articuladas. Quanto aos anos de espera, são dois os motivos: a vida corrida dos envolvidos, com um combo trabalho, rap, filhos, e o cuidado com a mixagem, segundo os próprios. "A gente bateu cabeça com as mixagens, com a capa e a ordem das músicas e forma de lançamento e divulgação. Infelizmente, a gente não vive de música, então os processos têm um ritmo mais lento, pois temos sempre que conciliar nosso tempo com outras atividades da vida pessoal. Mas a gente sempre dá um jeito", explica Espião.

Fiquei curiosa pra saber se esses sete anos de produção acabaram afetando também as rimas ao longo da produção da obra. Incrivelmente, não. A única mudança que o tempo e a obsolência forçaram foi que uma das rimas que falava do MySpace, hoje fala do Facebook. "Percebemos que o disco tá muito permeado em sentimentos humanos, o que o torna atemporal", explicou Sala.

Para o Sala, esse álbum é um sonho realizado e um alívio. Alívio pelos anos de cobrança, sonho por ter produzido um CD todo do Espião, um dos seus MCs favoritos. Pro Espião, um álbum de produção única com participações especiais também sempre foi uma das coisas da sua wishlist. E talvez não pare por aí. "Quem sabe eu e o Sala ainda serviremos a 'sobremesa'", foi o que ele me adiantou. Tomara que sim, quem não gosta de um sorvetinho depois da janta?

Confere aí o resultado dos anos de dedicação: