A Microsoft devolveu a grana do cara que não tinha com quem jogar 'Call of Duty'
Ele comprou Call of Duty: Infinite Warfare pela loja digital do Windows 10 e descobriu que só poderia jogar com quem comprou o game pela mesma plataforma – ninguém. Image: Activision

FYI.

This story is over 5 years old.

A Microsoft devolveu a grana do cara que não tinha com quem jogar 'Call of Duty'

Ele comprou 'Call of Duty: Infinite Warfare' pela loja digital do Windows 10 e descobriu que só poderia jogar com quem comprou o game pela mesma plataforma: ninguém.

Todo ano a Activision lança um novo Call of Duty e gamers do mundo todo dão um jeito de por suas mãos no novo shooter. O povo adora a campanha para um jogador, mas o que chama a atenção mesmo é o divertido, ágil e refinado modo multiplayer.

Claro que a coisa só funciona se você tem com quem jogar. Não é o caso dos jogadores que compraram Call of Duty: Infinite Warfare pela loja digital do Windows 10 e descobriram que só poderiam jogar com quem comprou o game via Microsoft. Por motivos desconhecidos, tais clientes estão segregados daqueles que compraram o game no Steam, a mais popular plataforma de games no PC.

Publicidade

É como se você comprasse um jogo na Americanas.com e depois descobrisse que não pode jogar com quem comprou no WalMart. Agora, Fãs de Call of Duty que cometeram o erro de dar seu suado dinheirinho à Microsoft estão em salas virtuais vazias à espera de partidas que nunca começarão. Alguns, porém, resolveram acionar as leis e estão conseguindo a grana de volta.

A Activision lançou dois Call of Duty em 2016. Infinite Warfare é um novo título da série, já Modern Warfare Remastered é um remake chique de um dos games mais populares da franquia que vem como extra para quem compra a versão especial de Infinite Warfare. O irmãozinho de um usuário do Reddit comprou esta versão para poder jogar Warfare Remastered pela loja do Windows 10, mas a surpresa veio na hora de tentar jogar online: só ele e outro jogador tentavam criar uma partida.

É isso mesmo: ele não conseguia nenhuma partida neste que é um dos shooters multiplayer mais populares de todos os tempos. Para fins de perspectiva: mais de 5.000 gamers estão jogando Modern Warfare Remastered no Steam agora.

O inferno é não poder matar os outros. Crédito: hayz00s/ Imgur

O irmão mais novo do Redditor hayz00s não conseguiu jogar uma partidinha online sequer e acionou o suporte da loja do Windows 10 para pedir seu dinheiro de volta. "Foi bem simples", comentou hayz00s em mensagem privada do Reddit. "Ele disse que foram bastante educados e não colocaram nenhuma dificuldade."

Publicidade

O usuário em questão comprou o game na loja do Windows 10 por dois simples motivos: estava mais barato e ele queria jogar com outro irmão que havia comprado o game no Xbox One. A Microsoft passou os últimos seis meses divulgando a jogatina entre PC e Xbox One, com títulos de alto nível como Gears of War 4 e Forza Horizon 3 já dando suporte à funcionalidade, o que não é o caso de Call of Duty: Infinite Warfare.

Já a diferença de preço é bem grande. Usuários do Steam que queiram jogar a versão remasterizada de Modern Warfare tem que pagar US$ 79.99 pela Legacy Edition de Call of Duty. Já a Windows Store vende o mesmo game por US$ 63.99.

hayz00s disse preferir o Steam, mas seu irmão recorreria à loja do Windows 10 novamente "se o preço estiver menor que no Steam e não tiver multiplayer online separado".

O novo Call of Duty conta com uma campanha de um jogador, mas a maior parte dos gamers adquire o jogo pra matar outros no multiplayer. Sem isso, o game deixa de ser um Call of Duty e não vale o preço. O redditor disse ter entrado em contato com a Microsoft e conseguido um reembolso, feito heroico nos dias de hoje com políticas de devolução digital um tanto quanto draconianas.

Isso possivelmente nem é culpa da Microsoft, que vem prometendo a jogatina online entre Xbox One e Windows 10 ao longo de um ano. "Apoiamos o cross-play entre dispositivos e plataformas de parceiros que queiram habilitá-la", declarou porta-voz da empresa ao site Windows Central quando questionado sobre os problemas recentes com Call of Duty.

A declaração sugere que a Activision optou por segregar gamers que adquiriram o jogo em diferentes lojas digitais, o que seria ridículo, caso seja verdade.

Gamers estão acostumados com a segregação entre PC e console, mas jogadores de PC não lidam bem com essa separação. Trata-se de uma prática terrível que não traz nada de bom pra ninguém e mais um duro golpe em uma plataforma digital que a maioria dos jogadores de PC evita como o diabo foge da cruz.

Tradução: Thiago "Índio" Silva