Tudo que sabemos sobre o desaparecimento do menino no Acre
Foto: Reprodução/Rede Amazônia Acre

Tudo que sabemos sobre o desaparecimento do menino no Acre

Praticamente um ‘Stranger Things’ acreano?
7.4.17

A internet está em polvorosa com o caso de Bruno Borges, o estudante de Psicologia de 24 anos que desapareceu misteriosamente no último dia 27 de março da casa onde morava com a família em Rio Branco, capital do Acre.

Poderia ser apenas um caso comum de rebeldia juvenil — ou até uma tragédia mais grave —, mas o desaparecimento de Bruno acabou chamando a atenção porque parece ter sido minuciosamente planejado pelo estudante como parte de um plano maior, o qual polícia e internautas tentam desvendar.

Teorias da conspiração estão rolando desenfreadas nas redes sociais ao lado de, óbvios, memes. O quarto redecorado de Bruno com mensagens emprestadas do Ocultismo e um quadro em que o próprio jovem aparece ao lado de um extraterrestre foi apenas um dos muitos lances estranhos da história.

Para quem estava em outro planeta nos últimos dias, fizemos um apanhadão geral do caso para você entender melhor.

  • Bruno desapareceu no dia 27 de março por volta das 14h após participar de um almoço de família. Segundo o pai, o empresário Athos Borges, Bruno foi visto pela última vez usando uma bermuda listrada e camiseta branca. O jovem desligou o celular e "não levou nada".
  • O sumiço do jovem ficou ainda mais estranho após um vídeo vazar no Facebook revelando o interior do quarto de Bruno. Sem móveis, o quatro, do chão até o teto, aparece repleto de inscrições criptografas, 14 livros numerados (também criptografados) e uma escultura imensa do filósofo Giordano Bruno, morto em 1600 na fogueira pela Inquisição.
  • Três dias após a imprensa noticiar o sumiço de Bruno e o vídeo do quarto viralizar, seu pai Athos publicou um vídeo no Facebook dizendo que seu filho é uma boa pessoa, dono de uma mente brilhante, e que fez tudo isso para mostrar para o máximo de pessoas a obra dele, feita para ajudar a humanidade.

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter e Instagram.