FYI.

This story is over 5 years old.

Mauro Telefunksoul Apresenta: Clássicos da Bahia 100% Vinil

O produtor executou todas as músicas naquele jeitinho das antigas e o Renato Martins, do Funk na Caixa, dá uma aula sobre o berço do Bahia Bass.

O homem que é músculo e alma do Bahia Bass, Mauro Telefunksoul, resolveu trazer à tona a origem da cultura musical baiana de hoje com uma mixtape de uma hora de duração, só com os clássicos da história do som do estado. Detalhe supérfluo mas não menos importante: todas as músicas foram executadas em vinil.

A ideia por traz desse set é pintar um quadro do berço em que o Bahia Bass nasceu. Esqueça por um instante a axé music. Neste set muitos sons usam tambores e ritmos que fogem daquilo que nos acostumamos a ouvir durante os anos 90. Ícones da cultura baiana como Lazzo, o bloco Muzenza, o grupo Araketu, Gerônimo e Luiz Caldas froam lembrados assim como outros músicos que ajudaram a estruturar o som que ouvimos hoje.

Publicidade

Se você já escutou algumas das músicas que o Mauro toca nas suas mixtapes, vai reconhecer fácil diversos clássicos como o remix de Apache Nagoh, do original "Eu Sou Negão".  Há também a música que iniciou o movimento da axé music, quando Luiz Caldas uniu o frevo com os tambores e deu vida à "Fricote".

Para conhecer mais o que é a Bahia musical, escute o set e veja algumas curiosidades sobre os artistas do movimento baiano:

Ilê Aiyê
O bloco mais importante da cultura musical baiana, ainda que não seja tão popular no restante do Brasil quanto o Olodum, o Ilê Aiyê foi o primeiro bloco a surgir em 1974. Sua música mistura influências africanas e brasileiras e eles tentam resgatar a música negra no carnaval. Hoje, o bloco é considerado patrimônio cultural da Bahia.

Muzenza
Bloco criado a partir da união de ex-diretores do Olodum, o Muzenza se apresenta no carnaval da Bahia trazendo o samba-reggae e entre os envolvidos estão nomes como Beto Jamaica, que ficou famoso no É o Tchan. O bloco compôs alguns sucessos que até hoje são lembrados como "Swing da Cor", música interpretada por Daniella Mercury.

Lazzo (Mutambi)
Importante cantor baiano que acabou ficando na sombra depois do surgimento da axé music, Lazzo que é compositor e cantor, trabalhou com Jimmy Cliff nos anos 90, abrindo o show do jamaicano pelo mundo.

Olodum
Um dos principais e mais conhecidos blocos de rua da Bahia, o Olodum ficou conhecido com a vinda de Michael Jackson ao Brasil para a gravação da música "They Don't Care About Us", em 1996. O bloco também é responsável por criar o samba-reggae, numa adaptação que fez para algumas músicas do Bob Marley. Eles também foram os pioneiros a colocar rodas nos sound systems e assim criarem o trio elétrico baiano.

Publicidade

Araketu
O grupo que hoje é conhecido por alguns sucessos como "Pipoca" ("O Araketu, o Araketu quando toca, deixando todo mundo, pulando que nem pipoca") ajudou a popularizar a música baiana no exterior. Teve o álbum Sacode 1010 lançado por uma gravadora inglesa. Como o álbum foi comercializado apenas na Europa, ainda hoje é muito difícil o acesso a esse material.

Gerônimo
Cantor muito importante para a cultura musical da Bahia, Gerônimo foi um dos primeiros a utilizar o termo 'axé' referindo-se à axé music como uma música cafona. É dele a música "Eu Sou Negão". Também foi um dos primeiros a apresentar a música baiana na televisão. "É d'Oxum" foi tema da minissérie Tenda dos Milagres, da Rede Globo.

Luiz Caldas
Um dos responsáveis pela criação da axé music, a lenda Luiz Caldas uniu as guitarras do frevo com os tambores da Bahia no sucesso "Fricote" – do refrão "nêga do cabelo duro". Teve trabalhos com o músico Carlinhos Brown e ainda hoje responde ao título de "Pai da Axé Music".

Banda Mel
Uma das bandas que ajudaram a popularizar a cultura baiana em nível internacional, a Banda Mel ganhou disco de ouro com seu álbum E Lá Vou Eu (1988). Dez anos depois, em 1998, eles voltaram a ser destaque com a música "Prefixo de Verão", disputando espaço com a popular axé music tão em voga antes da virada dos anos 2000.

Mauro Telefunksoul Apresenta: Clássicos da Bahia 100% by Thump on Mixcloud

Mauro Telefunksoul Apresenta: Clássicos da Bahia 100% Vinil
01. IlÍ Aiye - Paulinho  Feijão
02. Muzenza - Guerrilheiros da Jamaica
03. Lazzo - Malí DeBal
04.  Olodum - Revolta Olodum
05.  Araketu - Piripiri
06.  Gerônimo - Macuxi Muita Onda (Eu sou Negão)
07.  Celso Bahia - 2 Neguinhos
08.  Virgilio - Iaiá Maravilha
09.  Marcionílio - Táxi
10.  Luiz Caldas - Fricote
11.  Carlinhos Axé & Banda Odara – Dança do Índio
12.  Edil Pacheco - Ijexá
13.  Novos Bárbaros - Ilê Birimba
14.  Jorge Taime - Deboche do Passarinho
15.  Timbalada - Canto pro Mar
16.  Jorge Alfredo & Chico Evangelista - Amaralina
17.  Banda Mel - Bagdá
18.  Tonho Matéria - Desejo Egotismo
19.  Zé Paulo - Rala o Pinto

O Renato Martins é o cara à frente do Funk na Caixa - @FunknaCaixa