FYI.

This story is over 5 years old.

O Chromatics trouxe um pouco de magia moderna para o novo 'Twin Peaks'

A contribuição da dupla mantém a tradição de trilha sonoras únicas do seriado.
Lauren O'Neill
London, GB

Este texto contém alguns spoilers dos primeiros dois episódios da temporada de 'Twin Peaks', estejam avisados.

A série cult Twin Peaks voltou às telinhas norte-americanas neste domingo (21) para a felicidade de milhões de culturettes pelo mundo. Um dos momentos mais memoráveis ao longo das duas horas de série até agora (além do músculo falante na Black Lodge) está no final do primeiro episódio, quando vimos o Chromatics tocando "Shadow" na íntegra. Ouça a música e veja seu clipe adequadamente Lynchiano, cheio de cortinas vermelhas, acima.

A cena se assemelha àquela da série original em que Julee Cruise aparece tocando, mas com uma pegada bizarra, quase de sitcom quando pareada com o resto do episódio, em que a banda — responsável por várias faixas da trilha nesta temporada — toca e somos reapresentados a personagens como James Hurley e Shelly Johnson. A música certamente segue os passos da trilha original de Angelo Badalamenti — sintetizadores não faltam — mas com um quê de atual.

O novo estilo musical demonstrado nestes dois episódios reflete o tom geral da série, que pode ser resumida como "igual, mas diferente" ao passo em que nos deparamos com personagens familiares em novas situações, bem como conhecemos novos rostos. Com certeza veremos mais da trilha de Badalamenti também, acompanhando a reaparição de velhos personagens, mas já podemos afirmar que a sonoridade atual não cai nada mal ao acompanhar a terceira temporada de Twin Peaks, possivelmente a mais aguardada produção televisiva da década.

Siga Lauren no Twitter

Tradução: Thiago "Índio" Silva