Publicidade
Identidade

As adolescentes que estão a construir a sua própria escola de ballet no Complexo do Alemão

O financiamento colectivo criado depois do lançamento do documentário da VICE "'Balas & Ballet': dançar para sair da favela" angariou dinheiro suficiente para a escola Na Ponta dos Pés construir o seu próprio centro comunitário.

Por Frederick Bernas; fotos por Sebastian Gil Miranda
27 Maio 2019, 8:24am

Fotos: Sebastian Gil Miranda.

Este artigo foi origInalmente publicado na VICE UK.

No documentário Balas & Ballet: dançar para sair da favela, lançado no ano passado pela VICE, a bailarina brasileira Tuany Nascimento conta a história da Na Ponta dos Pés – a escola de ballet que fundou no Complexo do Alemão, um das maiores favelas do Rio de Janeiro, Brasil.

Quando o documentário saiu, em Outubro de 2018, lançámos uma campanha de financiamento colectivo para ajudar Tuany a construir um centro comunitário no seu bairro. A campanha atingiu o objectivo de cinco mil libras [cerca de 5.700 euros] em apenas uma semana, com mensagens de apoio a chegarem de todo o Mundo. Desde então, o dinheiro angariado quase duplicou.

A construção do centro comunitário começou no final de Fevereiro e o local está, finalmente, a ganhar forma. E isto não poderia estar a acontecer num momento mais importante. Numa altura em que as autoridades brasileiras estão praticamente a sancionar a violência policial no Rio, este edifício vai funcionar como uma espécie de santuário para Tuany e para as suas alunas.

1558529383094-Na-Ponta-dos-Pes-30
Tuany Nascimento e uma das suas alunas junto às obras do centro comunitário.

“Neste momento do Brasil, construir o nosso espaço é mais do que a realização de um sonho – é um poderoso grito de resistência”, realça Tuany, que começou a documentar o progresso do centro no Instagram, publicando fotos das suas alunas a transportarem blocos e sacos de cimento pelas ruas estreitas da favela.

Para deixar a sua marca no edifício, as raparigas escreveram os seus nomes em alguns dos blocos e escreveram cartas sobre as suas ambições que deixaram nos vãos das paredes. “Este é um lugar para protagonismo e força”, continua Tuany. E conclui: “O centro cultural Na Ponta dos Pés é mais que apenas sobre dança – é uma prova de que podemos fazer qualquer coisa”.

@frederickbernas / @sebagilmiranda

Abaixo podes ver mais fotos do projecto.

1558529311229-Na-Ponta-dos-Pes-20
1558529322573-Na-Ponta-dos-Pes-26
1558529456604-Na-Ponta-dos-Pes-pared-de-suenos-1
1558529611092-Na-Ponta-dos-Pes-1
1558529622290-Na-Ponta-dos-Pes-pared-de-suenos-9
1558542569916-Na-Ponta-dos-Pes-31

Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.