Publicidade
Cultura

Todas as coisas interessantes que precisas de saber sobre "Chernobyl"

Tweets virais, uma ligação a "Ressaca III" e, claro, memes.

Por Peter Slattery
04 Junho 2019, 1:00pm

Foto cortesia HBO.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE US.

Quando, no mês passado, o comboio televisivo dos milhões conhecido como Game of Thrones chegou à sua estação terminal, a HBO não parecia ter outra série monstruosa capaz de rebentar a Internet e herdar o Trono dos Conteúdos.

Até que, olá: Chernobyl!

#ChernobylHive não está sequer perto da escala do fandom de GoT, mas a mini-série em cinco partes sobre o catastrófico acidente nuclear de 1986 perto da cidade de Pripyat, na Ucrânia, tem sido aclamada pela crítica desde a sua estreia a 6 de Maio. O facto de ser curta já de si garante que o fenómeno será sempre menor, no entanto a série tem vindo a conquistar cada vez mais audiência a cada episódio e está a gerar um sério burburinho através do boca-em-boca.


Vê: "Férias em Chernobyl: turismo na zona de exclusão"


Numa altura em que o episódio final de Chernobyl já está disponível na HBO, compilámos alguns detalhes interessantes dos bastidores para nos aprofundarmos um pouco mais nos meandros da série. Aproveita enquanto podes - em breve todos os melhores conteúdos vão passar a ser sobre a terceira temporada de Westworld, ou o último filme de A Dog's Purpose, ou seja lá o que for.

A série tem uma ligação surpreendente a Madonna e ao filme The Hangover Part III

Todos os cinco episódios de Chernobyl são escritos por Craig Mazin e realizados por Johan Renck. Estes nomes podem não te ser familiares à primeira, mas - CALMA LÁ:

Vejam as páginas deles do IMDB. É verdade. Alguém precisa de fazer um mashup de "Hung Up" com aquela cena em que Shcherbina destrói um telefone, rapidamente!

O elenco está no ponto

A malta do Reddit foi rápida a reparar nas parecenças entre alguns dos actores da série e as figuras históricas reais. Desde os directores de casting aos designers de guarda-roupa e maquilhagem, o trabalho é impressionante.

A precisão histórica é chocante

Também tem havido muitos comentários sobre a precisão histórica da série (basta olhar para este gráfico). Slava Malamud, uma jornalista e professora de matemática que nasceu na antiga União Soviética, forneceu alguns comentários fascinantes sobre a série em vários tópicos, que podes conferir abaixo.

Entretanto, o director de fotografia Philip Grossman tem publicado imagens reais de Chernobyl no seu Twitter e Instagram, que mostram o quão fiel à realidade a HBO & Co. manteve os cenários.

E por último, mas não menos importante, o autor de Midnight in Chernobyl, Adam Higginbotham, avançou ao Inverse alguns fact-checks que valem a pena ler.

O Podcast Chernobyl explica muito

Se estás interessado em detalhes mais profundos sobre a produção de Chernobyl, o podcast pouco criativamente intitulado de The Chernobyl Podcast, é o sítio certo para ficares a conhecer todas as informações vindas da boca do próprio Mazin. É até apresentado por Peter Sagal da NPR!

Há uma razão para a banda sonora da série ser tão assustadora

A compositora Hildur Guðnadóttir revelou no podcast Score que ela e a sua equipa fizeram música para a mini-série com sons que gravaram numa estação nuclear real desactivada, na Lituânia.

Por fim, aqui vão os memes sobre Chernobyl

E, como não, as pessoas fizeram memes. Sobre Chernobyl. (Suspiro).


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.

Tagged:
HBO
Features
chernobyl
series
nuclear
Sociedade
séries de televisão
Entretenimento
Destaques
desastre de chernobyl
Valery Legasov
Jared Harris
série HBO