Actualidade

O primeiro Verão do resto das nossas vidas

Um disco, um filme, uma série e um livro que dão cor a uma época veraneante invulgar. Destaque ainda para alguns acontecimentos inerentes (ou não) à pandemia.
17 July 2020, 10:45am
PRINCIPAL (14)
Bora aí dar um mergulho? (Imagem do filme “Palm Springs”. Cortesia Hulu)

O Verão 2020 é o mais atípico de que há memória e só mesmo quem experienciou, por exemplo, situações de guerra, é que deve discordar.

Pela ambiguidade gerada pela epidemia, há uma mistura entre recato, o lema “vá para fora cá dentro” (quem é que se atreve a ir para o estrangeiro como se nada fosse?) e o natural temor de apanhar o novo coronavírus.

A nova normalidade pede máscara, gel, distanciamento físico e todo o tipo de prudência. Mas, com o sol, o calor e as férias (para quem tem o privilégio de as ter), como controlar o desejo em ser espontâneo sem que isso ponha em risco a saúde pessoal e a dos outros?

Com tanto alarido sobre a provável segunda vaga, espera-se que os números de contágio nas próximas semanas não sejam mais preocupantes do que o actual cenário - em que Lisboa e Vale do Tejo são as áreas mais periclitantes. À partida, o Outono e o Inverno serão complicados se tivermos em conta que muitos vão andar confusos entre a gripe normal e os sintomas do SARS-CoV-2.

Entretanto, enquanto Agosto não chega, há uma amálgama de acontecimentos e personalidades que não têm passado despercebidos em Portugal.

JUSTIÇA: Depois de uma eternidade a serem investigados (devido à complexidade que encerram), há vários processos mediáticos que estão a atingir uma fase crucial. O surreal é ver comentadores televisivos atacarem indecentemente o juiz Carlos Alexandre, em vez de se focarem no cerne da questão. Como foi possível, alegadamente, tanto cambalacho entre algumas das maiores instituições e determinados governantes? Para um país tão pequeno, o grau da roubalheira parecer ser enorme.

POLÍTICA: Tudo indica que Marcelo tem a reeleição presidencial no papo. Fica a dúvida se irá ter um oponente à altura que impeça uma vitória à primeira volta. Será Ana Gomes essa candidata? O perfil da antiga eurodeputada é mais condizente com a liderança de um Executivo (e que bom seria se a tivéssemos a desempenhar esse cargo) do que a ser uma mera corta-fitas.

No plano partidário, o Bloco de Esquerda e o PAN parecem estar a encarrilar - mesmo que os segundos tenham perdido alguns membros, inclusive o eurodeputado Francisco Guerreiro - , sendo a Iniciativa Liberal a maior surpresa positiva nos últimos meses. A sua providência cautelar para impedir a ida de Centeno para o Banco de Portugal (por várias incompatibilidades) pode ter sido rejeitada pelo Supremo Tribunal Administrativo, mas revela o tacto quanto à desfaçatez do habitual jogo de cadeiras made in Bloco Central.

A última “façanha” do PS e do PSD é tentar “matar” os debates quinzenais e fazer com que o primeiro-ministro não se sujeite a um dos principais instrumentos de escrutínio no Parlamento. A mentalidade “isto é tudo nosso e à nossa maneira” persiste. Como a Democracia sofre…

FUTEBOL: Sérgio Conceição deu mais um título ao FC Porto, que se torna justo depois de vencer os quatro clássicos. A primeira Liga, no geral, está cada vez mais nivelada por baixo e viu-se a queda do segundo treinador “muçulmano” no Benfica. A obsessão por Jesus justifica-se e é coerente (depois de um duro diferendo que até envolveu um processo judicial)? Famalicão, Guimarães e Rio Ave são as revelações do campeonato.

COVID-19: Pela perplexidade que a doença traz ao planeta, são lamentáveis as críticas que têm sido feitas a Marta Temido. Houve mesmo quem pedisse a sua saída do governo. Falamos de dislates momentâneos ou, em alguns casos, terá roçado a misoginia? De facto, quando o Estado de Emergência obteve bons resultados, os louros recaíram em António Costa e pouco mérito se deu à ministra da Saúde e a directora da DGS, Graça Freitas. Por favor, deixem-nas trabalhar e não as culpem por problemas estruturais do Estado. Questão de fácil resposta: achas que foram as duas responsáveis que forçaram o regresso da bola na principal competição nacional (dando origem a ajuntamentos de adeptos) e pediram a vinda da "perigosa" Champions? Pois…

Quatro opções para ver, ouvir ou ler no areal vinte-vinte

1594981848706-Palm-Springs2

Obra cinematográfica, com Cristin Milioti e Andy Samberg, não te vai deixar preso à monotonia. (Cortesia Hulu)

Filme: PALM SPRINGS

Post-it: Coreografias, repetições e uma gruta misteriosa complementam a visão niilista dos protagonistas. Neste rom-com que pede encarecidamente para que não vejas o trailer. Deixa-te surpreender.

Realizador: Max Barbakow.

Onde ver: Hulu.

Disco/Álbum: _WHAT’S YOUR PLEASURE_**? - Jessie Ware**

Post-it: O quarto longa-duração da inglesa dá o feel good que precisas para abanar os olhos, o coração e as ancas. Charme pós-Covid que te leva a pensar em Sade, Robyn ou Janelle Monáe.

1594981968007-Tales-From-The-Loop

A estrada do futuro espera por ti. (Cortesia Disney-ABC Domestic Television)

Série TV: TALES FROM THE LOOP

Post-it: Narrativa de ficção científica mostra que o belo não tem de ser veloz e estridente. O impossível pode ser possível, mesmo que traduzido de forma sossegada.

Onde ver: Amazon Prime Video.

1594981999173-Historias-do-presente

Livro: HISTÓRIA(S) DO PRESENTE - OS MUNDOS QUE O PASSADO NOS DEIXOU

por Miguel Bandeira Jerónimo e José Pedro Monteiro

Post-it: Doze ensaios e doze entrevistas a especialistas internacionais visam matérias como as fake news, as questões raciais, a crise dos refugiados, os nacionalismos ou a era da globalização. A co-edição é da Tinta da China e do jornal Público.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.