Cultura

Filmes e séries que te vão deixar com vontade de te masturbares

29 obras de um milénio onde é dispensado o meloso Fifty Shades of Grey.
04 February 2020, 4:38pm
PRINCIPAL (1)
“Adorava comer-te aqui, agora e à vista de todos.” (Legenda fictícia - Filme La Vie d’Adèle. Cortesia Wild Bunch).

Ufa, ufa. Que alívio.

Calma. Não nos referimos ao prazer advindo do “cinco contra um” no sector masculino, ou do excitante resultado que elas sentem após um back to back entre o clítoris e a vulva. Existe, sim, o consolo de vermos o mês de Janeiro pelas costas. Porquê?

No exterior, Trump abanou o Médio Oriente com o ataque mortífero ao general Soleimani e lançou um plano de paz anedótico entre palestinianos e israelitas. O Brexit é (finalmente) oficial e com ele aparecem sinais preocupantes de intolerância para com os estrangeiros que vivem no Reino Unido. Esperemos que sejam situações pontuais.

O Coronavírus está longe de estar controlado e, se calhar, em vez de alugares um apartamento ou comprares uma casa, o melhor é pesquisares por um sofisticado bunker (com ligação web, please).

O falecimento do basquetebolista Kobe Bryant mereceu RIP de todo o lado e, em Portugal, fica a percepção de termos figuras públicas que se aproveitaram para verter lágrimas de crocodilo com a intenção de aumentar os likes

Em frente, com a “cosa nostra”.

O Luanda Leaks comprovou que somos uma “lavandaria” ao serviço de majestades com vontade em branquear. Enquanto a discussão paira sobre o papel de Rui Pinto (hacker, denunciante ou os dois?), os comparsas lusos esfregam as mãos por nada lhes acontecer.

No espectro partidário, o Livre foi tão livre que acabou por “soltar as amarras” da sua única deputada. Esta, por outro lado, foi alvo de uma piada racista de uma "agremiação" já com sinais de imundice nazi (o lado bárbaro do populismo).

Antes que haja mais desgostos, repugnâncias ou “contos do vigário”, o melhor é relaxares com estes 15 filmes e 14 séries que te podem proporcionar uma noite de masturbação, ou a convidares o teu parceiro para explorarem o manual Kama Sutra.

Bem-vindo a Fevereiro e à ante-câmara do Dia dos Namorados.

15 Filmes com orgasmos, mamas e lambidelas na crica

9 SONGS – 9 CANÇÕES

(Cortesia Optimum Releasing)

Probabilidade de masturbação: 100%.

Curto e Grosso: Um casal passa a vida a fazer sexo e a ir a concertos (Franz Ferdinand, Black Rebel Motorcycle Club, Primal Scream etc.). O que mais se pode pedir?

Realizador: Michael Winterbottom.

País, Ano: Inglaterra, 2004.

BLACK SWAN – CISNE NEGRO

(Cortesia Fox Searchlight Pictures)

Probabilidade de masturbação: 75%.

Curto e Grosso: O argumento mais passado com Natalie Portman, não desilude. Ela é uma bailarina deveras exigente consigo própria e, em simultâneo, tem uma mãe controladora. A cena em que se “esfrega” com o personagem de Mila Kunis é do caraças. Rewind.

Realizador: Daren Aronofsky.

País, Ano: EUA, 2010.

KEN PARK – QUEM ÉS TU

(Cortesia A-Film Distribution)

Probabilidade de masturbação: 79%.

Curto e Grosso: Drama erótico onde é dada voz ao termo MILF, aos skaters marotos, às famílias perturbadas e transforma o cunnilingus numa bandeira do cinema indie.

Realizador: Larry Clark.

País, Ano: EUA-Países Baixos-França, 2002.

LA VIE D’ADÈLE – A VIDA DE ADÈLE

(Cortesia Wild Bunch)

Probabilidade de masturbação: 100%.

Curto e Grosso: Uma estudante vê a sua vida mudar depois de um inocente beijo com uma amiga. A paixão “azul” vem aí. Et quelle passion

Realizador: Abdellatif Kechiche.

País, Ano: França-Bélgica-Espanha, 2013.

L’INCONNU DU LAC – O DESCONHECIDO DO LAGO

(Cortesia Les Films du Losange)

Probabilidade de masturbação: 80%.

Curto e Grosso: Homens temporariamente sós encontram-se num lago para saciar o apetite carnal. Quando menos se espera, um crime dá a costa.

Realizador: Alain Guiraudie.

País, Ano: França, 2013.

LOST IN TRANSLATION – O AMOR É UM LUGAR ESTRANHO

(Cortesia Focus Features)

Probabilidade de masturbação: 35%.

Curto e Grosso: Duas pessoas conhecem-se durante uma estadia num hotel em Tóquio. A cumplicidade cresce e… Queres ver que nunca deste por ti a ficar excitado por causa de um grande pormenor (neste caso, a câmara focada no rabiosque de Scarlett Johansson)?

Realizadora: Sofia Coppola.

País, Ano: EUA-Japão, 2003.

MULHOLLAND DRIVE

(Cortesia Universal Pictures)

Probabilidade de masturbação: 55%.

Curto e Grosso: Tens aqui um dos folhetins cinematográficos que põe à prova a tua sanidade intelectual (é o que dá ser um trabalho do “sr. Twin Peaks”). Depois contas se percebeste ou não. Ah, é verdade: a Naomi Watts está deslumbrante.

Realizador: David Lynch.

País, Ano: EUA, 2001.

NYMPHOMANIAC

(Cortesia Les Films du Losange)

Probabilidade de masturbação: 100%.

Curto e Grosso: Viagem pelo mundo insólito de uma viciada em sexo. Não obstante de cenas porno, nem tudo é o que parece

Realizador: Lars von Trier.

País, Ano: Inglaterra-Dinamarca-Bélgica-França-Alemanha, 2013.

O FANTASMA

(Cortesia Rosa Filmes)

Probabilidade de masturbação: 70%.

Curto e Grosso: “SexHotGarbage” para apimentar a espuma dos dias e os amores não correspondidos. Quem é que não tem fetiches?

Realizador: João Pedro Rodrigues.

País, Ano: Portugal, 2000.

ON THE ROAD - PELA ESTRADA FORA

(Cortesia IFC Films)

Probabilidade de masturbação: 78%.

Curto e Grosso: A adaptação do romance de Jack Kerouac (um dos líderes da Generation Beat) pode não ser assombrosa, mas quem rejeita a oportunidade de ver a Kristin Stewart num ménage a trois ou a bater punhetas a dois fulanos ao mesmo tempo?

Realizador: Walter Salles.

País, Ano: França-Reino Unido-Brasil-EUA-Canadá, 2012.

SECRETARY – A SECRETÁRIA

(Cortesia Lions Gate Films)

Probabilidade de masturbação: 97%.

Curto e Grosso: A ligação perfeita entre uma masoquista e um sadista. Toma nota: esta é a obra-prima mainstream para os fãs de BDSM. Oh kinky!

Realizador: Steven Shainberg.

País, Ano: EUA, 2002.

SHORTBUS

(Cortesia THINKFilm)

Probabilidade de masturbação: 100%.

Curto e Grosso: A vida sexual em Nova Iorque é pontuada por relações libertinas e insaciáveis, em contraponto a algumas onde o vazio é evidente. Sabias que este filme tem uma entrada de leão? (podia ser um Spoiler Alert do tamanho da Lua, mas se ainda não visionaste a exclamação “é de doidos” fica para a próxima)

Realizador: John Cameron Mitchell.

País, Ano: EUA, 2006.

THE BROWN BUNNY

(Cortesia Wild Bunch)

Probabilidade de masturbação: 71%.

Curto e Grosso: Cinco anos antes, o autor-músico já nos tinha encantado com Buffalo 66 – em que contracena com Christina Ricci. Desta vez, não desarma e é eficaz ao lado de Chloë Sevigny. O segredo? Está nas calças…

Realizador: Vincent Gallo.

País, Ano: EUA-Japão, 2003.

THE HANDMAIDEN - A CRIADA

(Cortesia CJ Entertainment)

Probabilidade de masturbação: 97%.

Curto e Grosso: O chico-esperto A quer dar o golpe do baú na riqueza da solitária B. Para o ajudar, contrata a “ingénua” C. Todos têm medo de D, o tio louco de B. Após uma montanha de twists, há uma dupla que sai por cima. Será AC?

Realizador: Park Chan-wook.

País, Ano: Coreia do Sul, 2016.

THE TRIBE – A TRIBO

(Cortesia Arthouse Traffic)

Probabilidade de masturbação: 80%.

Curto e Grosso: Um rapaz entra num colégio interno e depressa se adapta à dinâmica de um grupo que assalta, é violento e “empurra” colegas fêmeas para a prostituição. O guião tem um triplo plus: os personagens são surdos-mudos. Se não sabes linguagem gestual, o teu cérebro vai estar a mil à hora para interpretar piece by piece. Demais!

Realizador: Myroslav Slaboshpytskiy.

País, Ano: Ucrânia, 2014.

14 Séries com tusa, orgias e “canzana” a rodos

CALIFORNICATION

(Cortesia Showtime Networks)

Probabilidade de masturbação: 69%.

Curto e Grosso: A vida hedonista do escritor Hank Moody (encarnado pelo “agente dos X-Files”) deixa a sua alma prostrada. O que faz enquanto tem um bloqueio criativo e tenta recompor-se perante a companheira e a filha? Distrai-se com álcool, drogas e relações extemporâneas.

Autor: Tom Kapinos.

País, Ano: EUA, 2007-2014.

ELITE

(Cortesia Netflix)

Probabilidade de masturbação: 83%.

Curto e Grosso: A inveja, a sedução, a intriga e as fogosas cenas com as actrizes María Pedraza e Ester Espósito (“Mulher Fatal 2018” na VICE Portugal), são as directrizes primordiais deste confronto entre classes sociais dentro de um colégio.

Autores: Carlos Monte e Dario Madrona.

País, Ano: Espanha, 2018-presente.

EUPHORIA

(Cortesia HBO Enterprises)

Probabilidade de masturbação: 91%.

Curto e Grosso: Baseado numa produção israelita, vemos um conjunto de adolescentes a experienciar (com os naturais prós e contras) amizades e paixões, sexo e drogas ou, simplesmente, a tentarem ultrapassar algum trauma imberbe. A coisa é tão bem “compostinha” que és capaz de ficar vidrado.

Autor: Sam Levinson.

País, Ano: EUA, 2019-presente.

GAME OF THRONES – A GUERRA DOS TRONOS

(Cortesia Warner Bros. Television Distribution)

Probabilidade de masturbação: 83%.

Curto e Grosso: Uma das melhores séries televisivas de sempre, jamais pode constituir uma súmula de um enredo centrado em Jon Snow ou na “mãe” dos dragões. Até as figuras secundárias nos deixam com os olhos esbugalhados.

Autores: David Benioff e D.B. Weiss.

País, Ano: EUA, 2011-2019.

GIRLS

(Cortesia HBO Enterprises)

Probabilidade de masturbação: 91%.

Curto e Grosso: A versão super-alternativa de Sexo e a Cidade não faz concessões. Há um feminismo audaz que nos deixa rendidos. Já reparaste quem está na foto a simular um “pinanço” com a criadora de Girls? Isso mesmo, Adam Driver, o agora candidato a Melhor Actor nos Óscares via Marriage Story.

Autora: Lena Dunham.

País, Ano: EUA, 2012-2017.

HOW TO GET AWAY WITH MURDER – COMO DEFENDER UM ASSASSINO

(Cortesia Disney–ABC Domestic Television)

Probabilidade de masturbação: 40%.

Curto e Grosso: Através da disciplina que lecciona, uma advogada de topo escolhe meia-dúzia de alunos para integrarem um estágio na sua firma. A cumplicidade tem o seu preço e ser suspeito de um crime não é coisa pouca.

Autor: Peter Nowalk.

País, Ano: EUA, 2014-presente.

INSECURE

(Cortesia HBO Enterprises)

Probabilidade de masturbação: 65%.

Curto e Grosso: Duas amigas negras têm a normal ambição de ter uma vida profissional de sucesso e a intimidade preenchida com um homem “às direitas”. Com a comicidade a um nível elevado, esses objectivos vão tendo barreiras e criando dúvidas. O melhor é divertirem-se com as pessoas erradas, enquanto as certas não aparecem.

Autores: Issa Rae e Larry Wilmore.

País, Ano: EUA, 2016-presente.

SHAMELESS

(Cortesia Warner Bros. Television Distribution)

Probabilidade de masturbação: 92%.

Curto e Grosso: Diz que é uma espécie de Sozinho em Casa no plural. Com os pais ausentes (o pai “carregado” de álcool e a mãe noutras paragens), os filhos vão sendo auto-suficientes a muito custo. Em paralelo ao crescimento, a farra não é esquecida.

Autor: Paul Abbot.

País, Ano: EUA, 2011-presente. (baseada na versão inglesa)

SPARTACUS

(Cortesia Starz)

Probabilidade de masturbação: 90%.

Curto e Grosso: Os gladiadores eram escravos que se comportavam como “feras” nas arenas e, olhando para esta série, eram pau para toda a obra - inclusive para serviços de “cama lavada” e bacanais “à romana”.

Autor: Steven S. DeKnight.

País, Ano: EUA, 2010-2013.

THE GIRLFRIEND EXPERIENCE

(Cortesia Starz)

Probabilidade de masturbação: 100%.

Curto e Grosso: Christine Reade (a actriz Riley Keough) é uma estudante de Direito que aceita ser acompanhante de luxo. Por mais que ela seja hot&sexy todos os dias, é a sua intensidade psicológica que nos arrebata.

Autores: Lodge Kerrigan e Amy Seimetz.

País, Ano: EUA, 2016-presente.

THE L WORD – A LETRA L

(Cortesia Showtime Networks)

Probabilidade de masturbação: 79%.

Curto e Grosso: O lesbianismo milenar nunca mais foi o mesmo. Lindo, tentador e apaixonante. A fatia da rebeldia tem um nome (personagem): Shane McCutcheon.

Autoras: Ilene Chaiken, Kathy Greenberg e Michele Abbot.

País, Ano: EUA, 2004-2009 (entretanto, o regresso deu-se no final do ano passado com o reboot a ser baptizado de The L Word-Generation Q).

TRANSPARENT

(Cortesia Amazon Prime Video)

Probabilidade de masturbação: 70%.

Curto e Grosso: Já faltava uma série que tratasse a identidade de género de forma adulta, sem precisar de ser pretensiosa e moralista. Partindo das vivências de uma família judia em Los Angeles, o espectador observa as alegrias e angústias de cada um dos elementos.

Autora: Jill Soloway.

País, Ano: EUA, 2014-2019.

TRUE BLOOD – SANGUE FRESCO

(Cortesia Warner Bros. Domestic Television)

Probabilidade de masturbação: 91%.

Curto e Grosso: Os vampiros são danados para a brincadeira. “A dentada foi tão boa para ti como foi para mim?”. Yummy. (Este “sangue” é a melhor forma de entenderes que a saga Twilight é para meninos).

Autor: Alan Ball.

País, Ano: EUA, 2008-2014.

VERSAILLES

(Cortesia Zodiak Rights)

Probabilidade de masturbação: 82%.

Curto e Grosso: Louis XIV é conhecido como “Rei Sol” e não seria má ideia adicionar a alcunha “Rei Lençóis”. Como a escolha era múltipla (tantas eram as moçoilas abertas ao “convívio”), a queca era quando o seu “pau” pedia – é o que dá morar num enorme palácio.

Autores: Simon Mirren e David Wolstencroft.

País, Ano: França-Canadá, 2015-2018.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.