A cartoon banana bending over.

O coronavírus é a era dourada das pessoas que chupam o próprio pau

Tédio e tesão se juntaram para levar a um ressurgimento de pessoas aprendendo autofelação.
27 April 2020, 11:50am

Bem-vindos ao Regra 34, uma série ond e Samantha Cole da Motherboard explora com todo o carinho fetiches altamente específicos que podem ser encontrados na internet. Se você já pensou em alguma coisa, alguém já se masturbou com isso.

Os links da matéria podem ser considerados NSFW.

*

O usuário do Reddit 6monthsuck está determinado a usar bem seu tempo de isolamento social por causa da pandemia de coronavírus. Tem gente que voltou a fazer ioga agora. Outros estão lidando com a situação fazendo pão em casa. Muita gente de repente ficou superinteressada em replantar cebolinha. Alguns estão trabalhando pesado para tornar seu tesão insatisfeito numa personalidade.

6monthsuck está usando esse tempo para tentar chupar o próprio pau.

“Muita gente de quarentena está sentindo duas coisas: tédio e tesão”, ele me disse por mensagem direta. “Não sou diferente. Autofelação parece existir no ponto em que as duas coisas se cruzam.”

Recentemente ele topou com o r/autofellation, um subreddit dedicado a arte de chupar o próprio pau, e lembrou que ele quase conseguia alcançar o próprio pênis com a boca quando era adolescente. Mas ele não continuou se alongando, e nunca realmente chegou lá.

Agora ele está tentando – como você já deve ter adivinhado pelo nome de usuário dele – chupar o próprio pau dentro de seis meses.

“Conseguir fazer isso exige muito alongamento, algo que as pessoas geralmente não conseguem encaixar na rotina normal. O isolamento é uma boa oportunidade para colocar tempo nisso… Então pensei: ‘Hora de tentar de novo’”, ele disse.

Algo que já foi coisa de lenda urbana, autofelação – a arte de chupar o próprio pau – é muito mais popular do que a maioria imagina. Se tudo que você sabia sobre isso era a mitologia das costelas removidas do Marilyn Manson, ou aquele esquete do Saturday Night Live onde o Will Ferrel descobre seu talento numa aula de ioga, você está por fora de toda uma subcultura de autoprazer. Não é apenas possível alguém alcançar o próprio pinto com o rosto, mas também chupar e até fazer garganta profunda até gozar.

“Através do infinito para um novo mundo”

Historicamente, a prática da autofelação tem milhares de anos. Imagens de deuses chupando o próprio pau estão inscritas no Livro dos Mortos de Henuttawy, possivelmente um símbolo de potência e poder. Na literatura medieval, retratos de pessoas se chupando aparecem com imagens de sexo anal, bestialismo e masturbação, possivelmente como lembrete da igreja cristã de que sexo sem procriação é pecado e vergonhoso.

Autofelação também tem uma longa história cultural nos tempos modernos, principalmente como mitos (no caso de Manson) ou para piadas homofóbicas ou com valor de choque. Nos anos 70 e 80, temos a famosa habilidade do Ron Jeremy de chupar o próprio pau. O ator pornô Vito Aras – conhecido como Dr. Infinity – subiu numa mesa, jogou as pernas por cima da cabeça e chupou o próprio pinto no filme de 1975 Every Inch a Lady, e passou a defender as maravilhas de se autochupar para todo mundo que quisesse ouvir, incluindo numa entrevista para a National Screw ano passado.

“Liberar seu esperma em você mesmo se torna uma energia que leva ao infinito”, disse Aras. “Energia autogerada vai te permitir ser qualquer coisa que você quiser. Através de chupar meu próprio pau, criei uma condição humana que é muito estimulante… O controle do seu esperma leva ao infinito, e através do infinito para um novo mundo.”

É um sistema de crença que é o inverso do que vemos de grupos como o NoFap hoje: Que esperma é uma energia para ser aproveitada e usada. Mas em vez de repressão, alívio. Na sua própria cara.

Essas figuras maiores que a vida abriram caminho para Al Eingang, um dos maiores campeões de conteúdo de chupar o próprio pau online, que ajudou a levar a prática de uma habilidade mítica para algo que qualquer um pode fazer – ou pelo menos tentar.

“É algo próprio, único e fascinante.”

Eingang, o criador e administrador do Solosuck.com, uma plataforma para vender seus vídeos assim como guias, recursos e fóruns para aprendizes de autofelação desde o meio dos anos 90, conseguia chupar o próprio pau desde que tinha “10 ou 11 anos”, ele disse. Era uma coisa tão natural pra ele quanto usar as mãos. Ele disse que tem uma condição genética com um efeito que o torna muito flexível, o que facilitou muito para ele colocar o pau na própria boca desde a adolescência.

Anos depois, pessoas costumam escrever cartas pra ele o chamando de deus.

“Imagine alguém te fazendo um boquete que pode sentir todas as sensações que você está sentindo, então ela pode ajustar o que está fazendo para fornecer o estímulo perfeito”, me disse Eingang. “Esse feedback pode levar a uma sensação longa e profunda de edging. Consigo me levar até a beira do orgasmo, aí usar a ponta da minha língua nas partes mais sensíveis do meu pau para ir surfando a onda do orgasmo sem realmente gozar por um longo tempo.”

Eingang filmou seu primeiro vídeo, “A Young Man From Nantucket” em 1987, com a câmera Hi8 de um amigo – a melhor na época – e produziu tudo sozinho, da filmagem até a edição. Ele mandou fitas para algumas revistas gays, e as avaliações foram arrebatadoras. Produtores e diretores de Christopher Rage a grupos como o antigo clube de masturbação New York Jacks começaram a pedir novo conteúdo a ele.

“Quando comecei, não existia a internet, não existia World Wide Web”, disse Eingang. “Então quando comecei a fazer esses vídeos, achei que um número pequeno de pessoas veria e que isso não teria um grande efeito na minha vida.”

Mas assim que a internet se tornou onipresente, ele começou a achar as imagens daquelas fitas para as revistas postadas online.

“Então, bom, decidi que se isso ia acontecer, eu podia muito bem me colocar na internet.” Ele começou o solosuck.com no meio dos anos 90, e vem comandando o site desde então. “A Young Man From Nantucket” continua sendo vendido no site – e as pessoas ainda compram.

Desde que o mundo começou a se isolar, Eingang disse que viu um pico nas vendas de vídeos no site. Ele não faz mais vídeos desde os anos 90, mas as pessoas estão procurando o conteúdo dele agora – porque muita gente está sozinho na quarentena, ele acredita.

“Pra mim, isso não substitui sexo com outra pessoa (que gosto muito) – é algo próprio, único e fascinante”, ele disse.

No fórum r/autofellatio do Reddit, que tem mais de 38 mil membros, o aumento das threads e postagens sobre o isolamento de pessoas experimentando a prática pela primeira, vez mostra um retrato de caras entediados e cheios de tesão tentando fazer bom uso de seu tempo sozinhos.

“Tentando chupar meu próprio pau na quarentena. Alguma dica pro para iniciantes?”, pergunta um usuário. “Só a ponta! Mas tenho bastante tempo pra treinar no isolamento”, outro escreveu, com uma foto dele alcançando o pênis ereto. Outros comentam com encorajamento ou sugestões: “Legal! Você vai chegar lá… treino leva à perfeição!” “Bom trabalho, cara! Continue postando seus progressos :)”

“’Agora, vejo que talvez eu seja um maluco esquisito, mas quase todo mundo é. Então me sinto OK com isso’.”

Nos fóruns do Solosuck, que continuam há décadas, pessoas também trocam conselhos e mostram suas habilidades e progressos. Há um cruzamento entre a comunidade do Reddit e do solosuck.com de Eingang, onde caras indicam aos redditors o site para aprendizado. É um lugar onde entusiastas encontram camaradagem, uma fuga de uma sociedade que pode rotulá-los como nojentos ou esquisitos.

“Uma coisa que tenho ouvido de novo e de novo, e em todas as décadas que venho fazendo isso é ‘Isso me ajudou a me acalmar… a entender, bom, vejo que talvez eu seja um maluco esquisito, mas quase todo mundo é. Então me sinto OK com isso’.”

Como chupar o próprio pau: um guia breve

Alcançar seu próprio pinto é um exercício de paciência.

“Não vai acontecer da noite pro dia, e acho que as pessoas muitas vezes usam força bruta para tentar dobrar a coluna o suficiente”, disse 6monthsuck. “Uma boa rotina de alongamento feita diariamente por algumas semanas vai te proporcionar um progresso notável, então eu diria para experimentar e ver como você se sente depois.”

Vídeos de ioga para flexibilidade e longos banhos quentes são a estratégia de 6monthsuck nas duas semanas desde que sua jornada começou, e ele diz que foi de conseguir chegar a 10 centímetros do pau para cerca de cinco.

Outro membro do r/autofellation e moderador de longa data dos fóruns do Solosuck, que usa o nome blacksunshieaz, disse que levou meses para voltar a conseguir só beijar a ponta do pênis agora, com quase trinta anos, como ele conseguia quando era adolescente. Ele recomenda ioga e pilates, mas avisa que é bom não apressar as coisas.

“Fazer contato pela primeira vez é mágico, mas você ainda precisa de alguns centímetros para realmente chupar seu pau”, ele disse. “Infelizmente, depois de todos os anos em que venho treinando, não acho que vou conseguir chegar a isso.”

“Treine bem, bem, bem devagar e explore posições diferentes”, disse Eingang. “Tenha muito cuidado para não se machucar e aproveite a jornada o máximo possível. Não importa como você consegue fazer, desde que esteja curtindo o processo.”

Nem é preciso dizer, mas é bom estar mentalmente preparado para o final. Como o ex-jornalista da VICE Brian Moylan apontou quando escreveu sobre o assunto em 2012 (uma matéria que se tornou uma das mais lidas já publicadas pela VICE), a sensação de gozar na própria boca pode ser nova para heterossexuais, especialmente. Sim, é o final lógico que você espera de colocar os lábios no seu pênis, mas para alguns caras, é como um cachorro que finalmente pega o próprio rabo.

A mistura de emoção e confusão que homens que nunca experimentaram porra de nenhum tipo, quanto mais a própria, é uma preocupação comum nos fóruns de autofelação. Para alguns “homens nem tão héteros”, disse Eingang, acontece um momento interessante de introspecção. “Ele dizem tipo ‘Coloquei o pau na minha boca, meu pau, mas realmente gostei e fiquei imaginando como seria colocar o pau de outra pessoa na minha boca’.”

Essa pergunta é uma parte natural de explorar o que te excita, mas para caras que antes se achavam totalmente heterossexuais, se pegar gostando de colocar um pau na boca pode ser um pouco confuso no começo.

Uma ligação equivocada sobre preferência sexual está na raiz da incompreensão que as pessoas têm com autofelação, disse blacksunshineaz. “Muitos caras se preocupam com sua sexualidade por querer fazer isso. ‘Sou gay?’, eles se perguntam. Essa é simplesmente uma forma avançada de masturbação, então sua orientação sexual é irrelevante. Muita gente acha que esse ato é impossível, mesmo não sendo difícil provar que não é.” A maioria dos caras em fóruns de autofelação se identificam como héteros, segundo ele.

“Na minha opinião, a coisa que as pessoas entendem errado é acreditar que autofelação é um fetiche”, disse 6monthsuck. “Se todo mundo tivesse uma coluna realmente flexível, isso seria uma forma padrão de masturbação. Tem uma razão para a maioria dos homens ter tentado chupar o próprio pau em algum ponto, porque querem saber como é.” Pra ele, isso não tem nada a ver com sexualidade, mas com se dar prazer de um jeito novo.

Enquanto mais pessoas se veem sozinhas com o próprio pinto o tempo todo no mundo, lugares como o Solosuck e r/autofellatio vão se tornar ainda mais importantes para quem está fazendo essas perguntas pra si mesmo. E quando descobrem essas comunidades, os caras provavelmente vão descobrir um lugar onde outros estarão torcendo por eles.

“Sempre fico muito feliz sabendo que estou trazendo mais orgasmos pro mundo”, disse Eingang sobre suas décadas de trabalho com o Solosuck. “Num mundo complicado, tem algumas coisas que são realmente maravilhosas… São só os humanos sendo os animais estranhos que somos.”

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.