comportamento

Histórias de quando bebi demais e estraguei o rolê

"Vomitei na minha amiga e no cara que estava com intenção de beijar."
Imagem: Reprodução/ RecordTV

De repente, você recebe uma notificação na rede social e quando vai ver é mais um invite de um evento open bar que te marcaram. Assim segue a realidade do jovem millennial. E tem aquelas: seu migo pode ter a sorte de ter a sua companhia, já que você quer sarrar e despirocar no fim de semana inteiro ou você cola no rolê apenas para não perder amizade, mesmo querendo estar em casa assistindo Netflix.

Publicidade

Uma dose aqui, um shot ali. Do nada tá todo mundo louco, oba. O que sobra é ressaca moral no dia seguinte e você perguntando no zap o que aconteceu na noite passada, já que lembrar se torna algo impossível. Eu, você e todo mundo temos uma história assim. Aqui você vê um compiladinho de alguns relatos de quem deu check-in no chão e acabou desgraçando o passeio, até de quem chegou junto. Saca só:

FUI PARAR NUM PROGRAMA DE AUDITÓRIO

Era meio da semana. Passei a noite tomando aquelas bebidas bem baratas porque na época não tinha um puto pra nada. Ainda estava no ensino médio, era 2009. Estava em Itapevi, grande São Paulo, com uma prima e bebemos até o amanhecer. Deu umas 7h, 8h da manhã, eu estava olhando coisas aleatórias no Orkut (sim, ainda era dessa época) e vi uma chamada pra assistir a gravação do Programa do Jacaré na RedeTV em Barueri. Foi fácil de ir e convencer as primas a irem. Chegamos lá, eu simplesmente apaguei na plateia. As amigas falaram que depois que acabou o programa elas me acordaram e levaram pra casa, mas não lembro dessa parte. Só lembro de acordar em casa.

- Ana

VODCA COM SUCO EM PÓ (DE UVA)

Minha primeira vez em São Paulo, ainda era "indiezinho" e meu maior sonho era ir num lugar que chama Beco. Vim pro Planeta Terra pra ver Strokes e ia ter um cover de Strokes lá. No dia anterior eu fiquei animadíssimo pra ir (o que hoje em dia eu penso que não faz sentido NENHUM, já que eu ia ver a banda original no dia seguinte). Me emocionei muito, bebi um litro de vodca em casa, cheguei na rua Augusta mamado, ainda encontrei duas amigas que me deram mais vodca com suco em pó de uva. Finalmente entrei na buatchy, morrendo de vontade de conhecer porém, depois de 10 minutos, desmaiei lá dentro. Só lembro acordando em casa todo vomitado e roxo.

- Wesley

Publicidade

Foto via Gratisography

DEI EM CIMA DO TAXISTA E FIZ ESCÂNDALO NO FAST FOOD

Eu não gosto nem de lembrar, mas é o seguinte: ano passado saí com os amigos pra comemorar o aniversário de uma amiga num bar. Começamos a beber às 15h e misturamos tudo quanto foi bebida. Beirando umas 21h, todo mundo já estava de porre, menos a aniversariante (que inclusive cuidou de mim). Fiz muita merda nesse rolê, juro. Dei em cima de um taxista, de um porteiro (passei duas vezes na rua só pra falar com ele), vomitei no Uber. Fiz um escândalo no banheiro de um fast food e ainda caí da escada do prédio do meu amigo.

- Marta

ACHANDO QUE TAVA SERENA, ME MIJEI

Fui pra Lapa, no Rio de Janeiro, a contra gosto com meu ex-@ e os amigos dele, bebi que nem uma mula, de saco cheio. Fiz geral ir embora e vomitei no carro do amigo do cara que eu nem gostava e quase fui expulsa. Quebrei o botão do vidro e vomitei na janela escorrendo pra fora do carro também. O @ tentando cuidar de mim e eu achando que tava serena, me mijei na porta do apartamento. A situação tava tão crítica que até a pitbull dele que me odeia respeitou meu momento. Conclusão da noite: não me obrigue a nada.

- Alexandra

PUTEIROS COM BREJA GRÁTIS

Em 2014, estava no Centro de São Paulo bebendo com uns gringos e discutindo sobre a Copa. Eles saíram cedo mas eu não queria parar. Vi vários puteiros com a promoção de cerveja grátis. Entrei. Bebi. Algumas moças achavam que iam conseguir algo comigo mas deixei claro que só queria beber. Depois de mais umas doses, me empolguei e subi no pole dance. Dancei de forma horrível, estava mais para um stand up do que um sexy show. Mas me diverti muito. Algumas moças me acharam engraçada, pegaram meu Facebook, me adicionaram e até hoje temos contato.

- Ana Caroline

Publicidade

Foto via Gratisography

BB DA MAMÃE

Quando entrei pra minha primeira faculdade, fui na festa de integração e bebi demais de nervoso por não conhecer ninguém. Resultado? Apaguei no meio da festa (que ninguém me conhecia) e meus pais precisaram me buscar. Depois disso, todo mundo do curso sabia quem eu era.

- Lucas

NA CASA DA AVÓ DO MEU AMIGO

Eu e meu amigo fomos para a balada, era open bar de tequila. Nem curtimos a balada, porém nos dois demos PT. Ficamos no fumódromo vomitando a vida na lata de lixo. Eu de um lado e ele de outro. Pedimos um táxi, tive que mandar parar o táxi para vomitar… E ainda quando chegamos na casa da avó dele, vomitamos na frente da casa.

- Priscila

VOMITEI E NÃO FOI POUCO

Carnaval deste ano. Dei PT, vomitei na minha amiga e no cara que estava com intenção de beijar (anulando todas as possibilidades, né) e ainda estraguei o rolê do meu amigo que teve que me levar em casa.

- Pâmela

100 CALCINHA

Bebi demais e não lembro de algumas coisas (90% do rolê). Acordei na minha cama porém pelada, procurei minha calça por horas e não a achei. Concluí que tinha ido pra casa de calcinha, chorei o dia todo. No fim das contas minha mãe chegou no meu quarto com as roupas que ela lavou e a calça estava lá. Pior bad da vida.

- Evelyn

DEMÔNIO ROXO

Só lembro os flashbacks do dia. Era Carnaval, tomei vodca barata e pensei: "Ah, vai dar em nada, suave". Chegamos no bloco (eu e meus amigos) e já pedi pra sentar. Logo em seguida saiu um demônio roxo de mim, foi incrível. Me levaram no colo, parei no Pronto-Socorro e ainda tiveram que me trazer até a estação de casa. Depois, meus amigos publicaram os vídeos do meu famigerado PT nos Stories do Instagram.

- Myllena

Siga o Bruno Costa no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.