Noisey

Veja o novo clipe do Slim Rimografia, "Game Rap"

No clima de 'Street Fighter', a música integra o projeto #SinGO, com vídeo dirigido pelo próprio MC e seu parceiro Tiago Rocha.

Entra ano, sai ano, muita coisa não muda. O racismo continua aí, a violência policial, o Rafael Braga ainda tem um processo nas costas, enfim, a vida do Rapaz Comum parece ser a mesma de antes. Em "Game Rap", Slim Rimografia fala sobre esses problemas que parecem funcionar em um loop infinito sem resolução, além de dedicar algumas linhas ao jogo do rap, crítica que ele já havia feito no ano passado. A música, que integra o projeto #SinGO, vem com um clipe dirigido pelo próprio MC e seu parceiro Tiago Rocha, e você pode sacar com exclusividade nesta quarta-feira (24) aqui no Noisey.

Publicidade

"Antigamente o rap não saía do gueto, hoje o rap já quase não entra no gueto, fato. Meu questionamento é vivência. Eu vivo o que tenho dito nas letras, tanto 'Arte do Gueto' ou 'Game Rap' abordam vários temas, alguns atuais e outros que entra ano e sai ano e nada muda. 'Game Rap' fala sobre o jovem negro periférico, racismo, preconceito, empreendorismo, violência policial, descaso do governo e brinca com o lado competitivo dos MCs de dominar a arte das palavras de uma forma divertida, mas cheia de verdades. Vejo um 2018 diferente. Eu não espero mudança, eu faço ela acontecer trabalhando e criando minha arte. Here Comes a New Challenger", diz Slim.

Com direção do próprio MC, o clipe de "Game Rap" brinca um pouco com colagens e animações para ilustrar os versos. Slim conta que a ideia foi do Tiago Rocha, seu parceiro de longa data e que também assina o vídeo. "Esse é o terceiro clipe do projeto #SinGO e cada um deles tem uma linguagem nova. O Tiago Rocha sugeriu de usar colagens e eu acho que foi a forma perfeita que encontramos de sintetizar os versos das letras sem ser tão clichê. O Luc Souza fez as animações e deu um ritmo diferente na edição, o trabalho dele ficou foda pra caralho. Joguei muito Street Fighter 2 quando era moleque e poder usar como referência no vídeo foi nostálgico, a realização de um sonho".

"Game Rap" se junta a "Arte do Gueto", "Primeiro Dia" e "Burla" no projeto #SinGO, mas dormiu de touca quem achou que o Slim para por aí. Longe das gravadoras, o MC tem trabalhado em um novo EP. "Liberdade é a melhor coisa que se pode ter, já me fodi com gravadoras no ano passado e acabei ficando um bom tempo sem poder lançar meus sons, mas hoje em dia faço o que eu quero e tenho feito muita coisa. Pude criar coisas incríveis e realmente inovadoras. Sem pressão a arte flui mais natural e espontânea também. Pretendo soltar um EP em breve. Tenho muita coisa gravada e estou produzindo material novo pra manter o ritmo. Acho legal trabalhar com EPs porque vai ser a maneira mais fácil de distribuir as novidades para o pessoal que me acompanha", revela Slim.

Direção: Tiago Rocha & Slim Rimografia
Animação: Luc Souza
Agradecimentos especiais: Lay Moretti, karú martins, Ryncón, Dee e Felipe Papa

Leia mais no Noisey, o canal de música da VICE.
Siga o Noisey no Facebook e Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.