É finalmente editada a melhor canção de Elliott Smith
Música

É finalmente editada a melhor canção de Elliott Smith

A peça que faltava, fará parte da reedição de "Either/Or".
6.1.17

Este artigo foi originalmente publicado na nossa plataforma Noisey Espanha.

Quando, um ano depois da sua morte, apareceu o primeiro álbum póstumo de Elliott Smith, temi o pior. Era o disco em que estava a trabalhar e estava suficientemente avançado para que fizesse sentido terminá-lo e editá-lo, mas tive medo de que fosse uma espécie de primeira amostra do saque de que acabam por ser vítimas tantos músicos depois de mortos.

Publicidade

Ali estavam algumas das suas melhores canções, como "King's Crossing", "Prety (ugly before)", "Twilight", ou "A Fond Farewell", portanto, na verdade, estava tudo bem.

Mais tarde chegaria New Moon, um disco com um monte de canções que tinham sido postas de parte na época de Either/Or, o meu disco favorito de Elliott Smith. Aquilo, sim, deu-me um bocadinho a volta ao estômago. Senti-me a participar na mercantilização do seu cadáver, mas era incapaz de não ouvir aquelas canções, pelo que passei uma semana a ir todos os dias à minha loja de discos preferida perguntar se já tinha chegado, até que, finalmente, chegou. E voltei a esquecer-me de todos os remorsos.

Mas ainda faltava alguma coisa.

Em 1996, Elliot Smith ofereceu uma das suas melhores músicas à amiga Mary Lou Lord. Era "I figured you out" e acabou no lado B, do seu single Martian Saints. Procurei-a anos mais tarde pela internet na sua versão original e vi vídeos de concertos no Youtube até não poder mais, mas acabava sempre por voltar ao single. Nem imaginam as vezes que ouvi esta canção. A sério.

Esta semana, a Kill Rock Stars anunciou a reedição de Either/Or, com um disco extra de raridades e voltei a temer o pior. Mas, mas uma vez, não. A música com a qual anunciaram a reedição era "I figured you out", finalmente cantada por ele e numa gravação mais que decente.

Sabem uma coisa? é uma sorte que a editora guardiã destas canções seja a Kill Rock Stars, gente que ama a música e tem ligações reais com aqueles que edita. Portanto, larguem lá o que estão a fazer durante 3 minutos e 45 segundos. E assegurem-se de que têm lenços de papel à mão.

E a canção, cantada por Mary Lou Lord:

O disco está disponível em pré-venda na web da editora.