Fervo, luta e o pedido por uma prefeita travesti em Mogi das Cruzes
Viagem

Fervo, luta e o pedido por uma prefeita travesti em Mogi das Cruzes

A primeira Parada do Orgulho LGBT da cidade foi histórica.
30.4.18

O fotojornalista Pedro Chavedar, fundador do coletivo Everyday Mogi, esteve na primeira Parada do Orgulho LGBT da sua cidade natal e trouxe um relato sobre o evento com fotonas no melhor naipe Bruce Gilden pra gente. Saca só.

Pela primeira vez na história, a cidade de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo, realizou uma Parada do Orgulho LGBT. De acordo com os organizadores, cerca de 10 mil pessoas passaram por ali durante as seis horas do evento, que aconteceu no último domingo (29). Para a organização, foi um momento histórico. Há anos o Fórum Mogiano LGBT tenta criar o Conselho LGBT na cidade, mas a Prefeitura e a Câmara Municipal barram o projeto.

Publicidade

Mesmo assim, a Parada aconteceu com show de várias drag queens e o clima era de fervo e de luta política. Houve discursos contra os retrocessos no país, por mais igualdade, por direitos civis aos homossexuais e com críticas aos fundamentalistas religiosos. A mestre de cerimônias Tchaka chegou a clamar por uma prefeita travesti – para o delírio da multidão.

Três dos 22 vereadores da cidade passaram por lá, mas o prefeito Marcus Melo (PSDB) não botou a cara no sol.

Mais fotos do fervo abaixo.

Mais fotos do Pedro Chavedar no Instagram.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.