Entretenimento

Como foi feito "Bandersnatch", o episódio interactivo de "Black Mirror"

"Houve vários momentos durante o processo em que pensei: isto é uma loucura"
'Black Mirror: Bandersnatch' behind the scenes
Captura de ecrã vía Netflix

Este artigo foi originalmente publicado na VICE US.

O mundo já teve tempo para ver (e rever) a incrível viagem que é Black Mirror: Bandersnatch. O episódio "Escolhe a tua própria aventura" disponível na Netflix é uma peça cinematográfica fascinante e muito original, mas também tremendamente frustrante, já que é tão complexo que seguramente nunca serás capaz de ver todos os cenários possíveis, por muito que tentes.

Publicidade

E se a experiência de ver Bandersnatch já é, só por si, avassaladora, ao que parece não tem comparação com o que foi gravar o episódio. Na última quinta-feira, 3 de Janeiro, a Netflix lançou duas peças sobre o processo de criação de Bandersnatch e, pelos vistos, o génio por detrás de Back Mirror, Charlie Brooker, quase ficou tão louco como o próprio Stefan a tentar dar-lhe forma. "Houve vários momentos durante o processo em que pensei: Isto é uma loucura", refere Brooker no vídeo.

Segundo Todd Yellin, vice-presidente de produto da Netflix, foi a plataforma que contactou Brooker com a ideia de criar um episódio interactivo de Black Mirror. "Experimentámos primeiro com uns quantos especiais interactivos infantis", conta Yellin. E acrescenta: "Depois, metemos as mãos à cabeça e dissemos, porque não experimentar com algo maior? E se fizéssemos o mesmo para adultos?".

Inicialmente, Brooker recusou a proposta mas, mais tarde, teve uma ideia que pensou que poderia encaixar-se no formato de "escolhe a tua própria aventura". "Quando comecei, pensei que a coisa seria bastante simples, que teria seguramente que elaborar um diagrama fluído a dado ponto", explica Brooker. Mas, realça: "Vários meses depois, o projecto estava descontrolado".

"Charlie estava apaixonado pelo efeito borboleta", diz Yellin. E sublinha: "Se mudas um pequeno detalhe aqui, imagina o que isso provocaria ali. Mas, se mudas este outro detalhe, imagina o que isso faria aqui". Para conseguir perceber como tudo encaixava, era preciso inventar toda uma série de novas ferramentas".

Publicidade

Os actores, actrizes, produtores e editores que participaram em Bandersnatch e foram entrevistados em ambos os vídeos, todos concordaram numa coisa: foi incrivelmente difícil gravar o episódio. Apesar de tudo, conseguiram fazê-lo e, com sorte, este será o primeiro de uma longa série de filmes interactivos que a Netflix fará até nos explodir a cabeça.

Dá uma vista de olhos aos dois vídeos acima e depois volta a ver Bandersnatch, que de certeza que há um final que ainda não viste.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.