Noticias

Relatório pedirá a volta do Brasil ao Mapa Mundial da Fome

Três anos depois de superar o problema da fome, país registra redução dos programas sociais e aumento do desemprego.

Imagem ilustrativa. Foto: Felipe Larozza/VICE originalmente feita para esta matéria.

Nos últimos três anos, o Brasil passou por drásticas mudanças nos cenários político e econômico o que atingiu com tudo a vida financeira do brasileiro. Um documento que será entregue à Organização das Nações Unidas (ONU) na segunda quinzena de julho, por sua vez, aponta que o país poderá voltar ao mapa da fome, como informa o jornal O Globo.

Publicidade

O relatório foi desenvolvido por um grupo de mais de 40 entidades da sociedade civil, que acompanha o cumprimento do plano de ação das metas para o desenvolvimento sustentável acordado entre os Estados-membros da ONU, o Agenda 2030.

A recessão econômica atrelada ao rombo nos cofres da União, estados e municípios impactaram na redução do repasse de verbas aos serviços de assistência social, com a exclusão de famílias contempladas no Bolsa Família e a diminuição dos recursos destinados ao Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), que apoia o pequeno agricultor. Em 2017, o Brasil atingiu o índice de 14 milhões de desempregados.

Em setembro de 2014, os dados dos relatórios das Organizações Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) apontaram que o Brasil saiu do mapa da fome. No período de 2002 a 2013, foram reduzidos 82% de casos de brasileiros considerados em situação de subalimentação, segundo o site do governo federal.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.