O Project Scorpio é o anúncio muito amigável de que seu Xbox One não vale nada
O Xbox One S é uns 40% menor que o Xbox One. Crédito: Microsoft

FYI.

This story is over 5 years old.

O Project Scorpio é o anúncio muito amigável de que seu Xbox One não vale nada

Alguém mais lembrou da falha que foi o combo Sega CD, Sega 32X e Sega Saturn?

Veja bem, não sei se no seu cotidiano você já usou o termo "teraflops", mas te digo que ele aparece bastante no vídeo de confirmação do Project Scorpioque, de acordo com boatos, seria o sucessor do Xbox One. O termo "resolução 4K" também surge a rodo. O invento deve fazer do console um competidor mais durão, com gráficos mais afiados, jogos maiores e mais ambiciosos e com a capacidade de lidar com enormes mundos de RV, como Fallout.

Publicidade

De forma um tanto quanto confusa, este foi o segundo novo modelo de Xbox que a Microsoft anunciou durante a E3, já que promovia também sua versão mais leve, o Xbox One S, que deve ser lançado em agosto deste ano.

"Este console [O Project Scorpio] é 100% pra vocês", diz uma declaração no vídeo. "O Project Scorpio não significa que deixaremos o Xbox One original para trás, tudo que fizemos para ele continuará funcionando", promete outra.

O Xbox One, atual console da empresa, está em maus lençóis. Não chega nem perto das vendas ou influência de seu predecessor, o longevo Xbox 360. Até mesmo o esperado Rise of the Tomb Raider teve vendas abaixo do esperado antes de ser anunciado para outras plataformas. No decorrer de 2016, mais exclusivos do Xbox anunciaram planos de sair para PC também, e quem ficou com raiva quando Quantum Break virou um título cross-platform terá que se acostumar. A E3 confirmou que este será o caso para títulos como Gears of War 4, Scalebound, Dead Rising 4, dentre outros. A Microsoft está se referindo a esta iniciativa como "Play Anywhere" [Jogue em qualquer lugar], o que pode soar como uma pataquada para quem comprou um Xbox One logo no começo.

O Project Scorpio não parece ser exatamente um novo console, e sim algo que veio pra dar uma forcinha. Um tal Playstation "4.5", semelhante, também foi confirmado há pouco, o PlayStation Neo, e os detalhes divulgados até agora indicam que ele está sendo feito com a realidade virtual e resolução 4K em mente, por mais que neste momento muitos dos proprietários de consoles ainda não tenham em casa o equipamento necessário para tirar vantagem dessas funcionalidades.

Tudo bem planejar para o futuro, mas parece que a Microsoft está dando um tiro no pé ao anunciar o Scorpio pouco depois do Xbox One S, um Xbox One mais econômico que também terá suporte à resolução 4K, mas menos impressionante que o Scorpio em termos de processamento.

Resumindo: você pode comprar um Xbox One, ou deixar pra comprar um Xbox One S, ou não comprar nenhum até sair o Scorpio, ou ainda não comprar nenhum destes e jogar tudo no PC. Aparentemente, a ideia é tratar consoles como PCs, com pequenos upgrades no lugar de novas plataformas, e a última empresa que fez isso foi a Sega, ao lançar o Sega CD, Sega 32X e Sega Saturn um na cola do outro. E a gente sabe que não deu lá muito certo.

Tradução: Thiago "Índio" Silva