FYI.

This story is over 5 years old.

cenas

Pergunta do Dia: Vais ver o discurso do Passos Coelho logo à noite?

Preparem os bolsos: vem aí bomba.
03 May 2013, 4:30pm

Pergunta do Dia_. É só uma desculpa para ocupar os estagiários!_

Logo, pelas oito da noite, o nosso mais-que-tudo Pedro Passos Coelho vai anunciar ao país as novas medidas de austeridade e importa perceber aquilo que (não) iremos comer no futuro. Será este discurso aquele impulso extra para partir umas montras e queimar qualquer coisa? Ou, pelo contrário, já não faz diferença nenhuma porque isto está tudo tão mal que boa sorte em cavar no fundo do poço? Saí à rua para descobrir quem é que está a pensar abdicar das primeiras horas do fim-de-semana para colar em frente à televisão a ver o primeiro-ministro debitar desculpas esfarrapadas.

Paula Ferreira, 22 anos, estudante

VICE: O que esperas do discurso de logo à noite?
Paula: Não espero propriamente nada porque não tenho televisão, mas já sei que vem aí algo de muito mau. Algo que, provavelmente, já estaria programado para acontecer há muito tempo. Algo muito pior.

Alta conspiração. Pior como?
Não tenho uma medida do pior, mas acho que já estamos bem mal.

No fundo…
Sim, no fundo. No fundo.

Tão no fundo que tu já não tens televisão.
Não, não. Isso é muito bom. É uma das melhores coisas.

Francisca Campel, 18, estudante

Já puseste um alarme para as oito da noite?
Francisca: Não sei nada sobre isso.

Eu também não. Mas vais ver o discurso do Passos ao país?
Soube agora.

Anota aí, então.
Então certamente que vou ver porque vejo sempre o telejornal com os meus pais.

Esperas alguma coisa de diferente?
Não, não. Não espero nada de muito diferente. Não acho que haja grandes hipóteses neste momento, a nível político e económico.

E mesmo assim vais perder tempo a ver? Não era melhor estares a tomar copos?
A essa hora acho que não é perder tempo. Estamos a jantar, é só estares atenta.

Não tens jantares marcados para hoje? É sexta-feira.
Não, não…

Renato, 21, estudante, Hugo, 20, estudante

Então e logo à noite vão ver o discurso?
Renato: Não.

Porquê?
Não estou a par da situação do Passos Coelho e não quero estar.

É uma situação complicada.
Não me interessa isso. Quero é saber se vão cortar mais a nível da cultura, que é o meu interesse neste momento.
Hugo: Eu acho que ainda não pensei, ainda estou a pensar no que te vou dizer.

Não é preciso pensares muito.

Renato: Estás interessado em ver?
Hugo: Não.

Têm coisas mais interessantes para fazer, não é?
Sem dúvida.

Joana Mendes, 21, estudante

Vais ao Passos logo à noite? Desculpa: vais ver o Passos logo à noite?
Joana: Sim, sim. Claro. É mais um discurso, mais cortes. Muito sinceramente não sei onde é que vamos chegar com tanto corte e com tanta medida de austeridade. Estou para ver. Vai ser um final muito triste e eu só queria que o senhor primeiro-ministro começasse a olhar à sua volta e realmente percebesse que isto não nos vais levar a lado nenhum. Estamos cada vez pior.

Que pessimista, a estragar a sexta-feira às pessoas.
É só?

Com esse discurso tão sério até fiquei sem perguntas. Fala mais.
Vou ver as medidas serem anunciadas, os cortes na educação, os cortes na saúde na cultura, nas reformas dos velhos, não é?

Confere, confere.
Elas já não são muito altas, por isso isto vai ficar muito jeitoso… E pronto. Pedrinho, se me estás a ouvir: vê lá o que consegues arranjar sem ser cortes e austeridade porque estamos a ficar com a corda na garganta.

Joana Rôxo, 21, estudante

Vais ver o grande discurso?
Joana: Completo, não. Vou só ver, tipo, um resumo. As partes mais importantes, porque há lá muita coisa que não interessa e eu só quero as coisas que interessam.

Vais esperar pelo resumo, então. Não te interessa tudo.
Não.

Porquê?
Quero só as coisas concretas, as mudanças e as medidas concretas, não quero aquele blá blá blá, que muito dele é lixo.

Ele diz muito lixo?
Todos os políticos têm de enrolar um bocadinho. Têm de começar por dizer que o país está assim e assado, e isso no fundo não tem interesse informativo, é apenas para enrolar.

Mas tu vais ver?
Vou. O resumo.