Notícias pela tarde: o chinês que enfiou uma enguia pelo rabo e a Madeira é outro país

E ainda: o gajo que foi ao seu próprio funeral.

|
07 Agosto 2013, 4:30pm

"Não chora, agueeeeeenta."

Afinal, o nome do secretário de estado Joaquim Pais Jorge não constava no documento original, mas constava de um outro, forjado para incriminar o pobre coitado. Seja como for, o tipo já se demitiu, portanto vamos esperar pelas próximas cobaias. Isto mais tarde ou mais cedo vai cortar onde mais dói, até lá é aproveitar esta estabilidade política que nos permite manter a cabeça à tona.


"40 horas? Só dá para rir."

Na Madeira, não serão aplicadas as 40 horas de trabalho para a função pública que o governo decidiu, há meses, para todo o país . Não se sabe como é que o Alberto João vai fazer isto, mas não temos dúvidas de que será uma solução bem criativa. Segundo o próprio: “Hei-de encontrar a saída legal para isto com a minha imaginação, depois de falar com o sindicato da função pública." O presidente regional da Madeira não aplica a lei, ele é a lei.


Esta é a enguia, depois de sair do rabo do gajo.

Um chinês foi recentemente hospitalizado por ter enfiado uma enguia viva no rabo enquanto estava a ver um filme porno. Como se isto não fosse suficientemente forte, o raio da enguia deve ter-se sentido presa dentro de um corpo estranho e perfurou o intestino do tarado. Resumindo: se quiserem enfiar cenas no rabo, sejam cuidadosos nas escolhas.



Têm por hábito gozar com a vossa tia-avó porque chumbou 20 vezes seguidas no código? Há sempre alguém pior ainda. No final deste vídeo o condutor diz: “Eu pedi para travar!” Foram os nervos, claro.



Um vendedor de refrigerantes chinês fingiu a própria morte depois de ter sido agredido violentamente pela polícia local. A ideia era que a família recebesse uma indemnização. Combinou o enredo com outros vendedores ambulantes e fechou-se dentro de um caixão, onde se manteve durante o próprio funeral. O plano só falhou porque o Han teve calor e decidiu beber um copo de água.