Fotos mostram que a Faixa de Gaza vai além dos conflitos
Foto por Abdel Karim Hana.
Viagem

Fotos mostram que a Faixa de Gaza vai além dos conflitos

Quatro fotógrafos de Gaza estão capturando suas partes favoritas da região para mostrar um lado diferente do território e seu povo.
31.7.18

Para muitas pessoas, a Faixa de Gaza é sinônimo de conflito e sofrimento. Mas quatro jovens fotógrafos locais estão tentando ampliar a percepção da região.

Em seu trabalho, Sanad Abu Latifa, 22 anos, Abdel Karim Hana, 23, Mahmoud Khattab, 26, e Mariam Abu Daqqa, 26, mostram que mesmo que os 2 milhões de habitantes de Gaza encarem muitos desafios, seu dia a dia não é constantemente enquadrado por conflito. Cada fotógrafo trabalha individualmente e escolhe focar em seu aspecto favorito da região, mas coletivamente dão um senso mais abrangente de como é viver, trabalhar e se divertir lá.

Foto: Mahmoud Khattab

Foto: Mahmoud Khattab

Foto: Mahmoud Khattab

Foto: Mahmoud Khattab

Segundo Mahmoud Khattab, a melhor parte de Gaza são as praias. “Durante os blackouts do verão, que podem durar até 16 horas por dias, as pessoas costumam ir para a praia para escapar do calor”, me disse o fotógrafo de 26 anos. “Isso dá aos adultos uma chance de relaxar e esquecer as realidades diárias de Gaza, e oferece às crianças um espaço para brincar. É uma cena muito bonita.”

Adbel Karim Hana adora andar por diferentes bairros e capturar em detalhes as experiências do cotidiano. “O que me fascina nesses bairros é sua simplicidade e a beleza dos moradores, que muitas vezes você encontra de bom humor apesar de tudo que acontece ao seu redor”, ele disse. “Andando por ali você aprende que são as pessoas que definem a área, não o conflito sem fim.”

Foto: Mariam Abu Daqqa

Foto: Mariam Abu Daqqa

Foto: Mariam Abu Daqqa

Para Sanad Abu Latifa, é uma questão de capturar as pessoas trabalhando. “No final de 2017, fiz algumas fotos de Rashah al-Hissi – conhecido localmente como o 'Sheik dos Pescadores' – que passa os dias entre seu barco e as redes de pesca que ele tece e conserta há mais de 60 anos”, me disse Sanad.

“Sempre que visito o porto, vejo Rashad lá. Ele tem 76 anos agora, e mesmo depois de todo esse tempo, ele diz que ainda é apaixonado por seu trabalho.”

Foto: Abdel Karim Hana

Foto: Abdel Karim Hana

Foto: Abdel Karim Hana

Para Mariam Abu Daqqa, nada supera a alegria de capturar as crianças locais brincando. “Para mim, os sorrisos nos rostos delas falam de esperança”, explicou Mariam. “Apesar das dificuldades de morar nessa faixa perigosa, você ainda encontra muita felicidade. E quando vejo isso, tenho que parar e capturar o momento.”

Rashash al-Hissi. Foto: Sanad Abu Latifa.

Foto: Sanad Abu Latifa

Matéria originalmente publicada pela VICE Arábia.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.