FYI.

This story is over 5 years old.

O Produtor da Nova Faixa do Selo Arrastão Tem Só 14 Anos

Toda sexta tem som inédito no selo do Omulu.

No passa e repassa da interwebz, o som de um moleque de 14 anos foi parar nas mãos de um, de outro, até desembocar no player do nosso bróder Omulu. Pronto. Foi o suficiente para que Felipe Único se tornasse mais um integrante do selo carioca Arrastão, que está lançando só a fina flor do novo funk brasileiro.

"Eu nasci aqui mesmo em Linhares (Espírito Santo), estou na oitava série, estudo na escola Nossa Senhora da Conceição e faço nada", diz Felipe. Nada? Pra nós, Único está mandando bem na tarefa de casa. "Capoeira de Angola", que você ouve no player aí em cima, emula um berimbau-funk-rasteirinha deliciosamente safado.

Publicidade

Autodidata, Felipe manja de beats desde os 12 anos, quando brincava no Battery da Native Instruments. Fã do DJ R7 (o responsável por introduzir beats mais secos e equalizados, fazendo um funk mais modernoso) conta que é mais de ficar em casa. "Nunca fui em uma balada de verdade, só essas festinha mesmo, rock de MC", conta nosso garoto.

Só pra refrescar sua memória: o Arrastão lança uma música por semana e quando chegar à décima faixa vai sair um EP a ser lançado no iTunes. Vem com a gente.

Siga: @lacastellotti

Felipe Único nas redes:
soundcloud.com/djfelipeunico
facebook.com/iDjFelipe
instagram.com/djfelipeunico

Leia mais:

DJ Sydney É o Primeiro Lançamento do Arrastão, Novo Selo do Omulu
"A Gente Tenta Juntar o ?"bvio com o Impossível": O RD da NH Está Revigorando o Funk Carioca
O Omulu É a Cara do (Novo) Brasil