FYI.

This story is over 5 years old.

Este app promete melhorar sua audição

O TSC Music, da Earlogic, usa algo chamado "condicionamento sonoro limiar" para melhorar a capacidade auditiva de seus usuários.

Caso você tenha um iPhone (ou iPad) e queira melhorar sua audição ou combater a perda auditiva, a sorte está do seu lado: o TSC Music, novo app da Earlogic, pode ser a resposta para seus problemas.

O aplicativo funciona da seguinte maneira: o usuário coloca seus fones de ouvido — de preferência aqueles que vieram com seu celular — e vai para um lugar silencioso. Em seguida, faz um teste que consiste na audição de cinco frequências do espectro sonoro, alterando-as até que não possam mais ser ouvidas. Depois dessa primeira etapa, é possível usar o app para tocar músicas armazenadas no aparelho celular ou transmitidas pelo YouTube, SoundCloud ou Spotify. Além disso, o TSC Music ofere uma (infelizmente limitada) biblioteca com músicas personalizadas de acordo com seu nível de audição (a Earlogic planeja associar o aplicativo à Apple Music e a outros serviços de streaming em breve).

Publicidade

Após algumas semanas de uso diário (durante uma ou duas horas por dia) com o volume entre 50% e 55%, essas ondas sonoras personalizadas irão melhorar sua capacidade de audição. Caso você queira ver as mudanças com seus próprios ouvidos, é possível fazer um segundo teste de "calibração" e conferir se sua audição passou por alguma melhoria.

A ciência por trás do app é simples: as ondas sonoras fazem com que as células ciliadas da cóclea (uma cavidade em forma de espiral localizada no ouvido interno) vibrem e mandem impulsos nervosos para o cérebro. Tais células perdem a sensibilidade ao longo do tempo. A Earlogic afirma que a tecnologia TSC  é capaz de detectar essas células ciliadas danificadas, estimulando-as e fortalecendo-as.
A tecnologia foi testada por mais de 100.000 usuários em sua versão para computador. Além disso, um estudo da Universidade de Stanford, nos EUA, publicado na revista American Academy of Neurology, mostrou resultados positivos quanto ao uso da tecnologia. No entanto, a empresa afirmou que só irá disponibilizar o estudo na íntegra quando conseguir arrecadar uma determinada quantia em investimentos.

"O TSC produz um sinal acústico algorítmico com uma intensidade adaptada ao alcance sonoro das células ciliadas danificadas. Dados previamente publicados e o supracitado estudo clínico demonstram uma melhora significativa após o uso do condicionamento sonoro limiar. Esses dados possuem grande relevância clínica, posto que indicam uma possível terapia de longo prazo para uma deficiência cada vez mais generalizada", diz o resumo do estudo. (Um dos quatro pesquisadores envolvidos no estudo recebeu apoio da Earlogic.)

"O estudo de Stanford é muito importante, uma vez ele corrobora o feedback positivo que recebemos de milhares de usuários da tecnologia TSC no Brasil", disse Ji H. Won, diretor geral da Earlogic, em uma declaração à imprensa. "A possibilidade de aumentar a capacidade auditiva através de um aplicativo é impressionante. Com o uso de dispositivos móveis, os usuários podem usar o TSC Music em qualquer lugar."

Cheryl Hammer, porta-voz da Earlogic, compara o aplicativo à fisioterapia. Ela afirma que, em alguns casos, é possível observar melhoria em duas semanas, mas que algumas pessoas só apresentam mudanças após um mês de uso contínuo — duas vezes ao dia por pelo menos meia hora.
Além de permitir que você acompanhe seu progresso, o aplicativo também registra o tempo total de uso. Para completar, o app possui um "modo soneca" que desliga a música após o período de uma hora, função ideal para aqueles que possuem o curioso dom de dormir com fones de ouvido.

Tradução: Ananda Pieratti