FYI.

This story is over 5 years old.

O Uproot Andy se Inspirou nos Bairros de Imigrantes pra Fazer "Barrioteca"

Indo do reggaeton ao trap, a faixa nova do cara tem uma boa pegada latina e muitas referências.

Por conta da Que Bajo, a melhor festa de bass tropical que rola em Nova York, o Uproot Andy compartilhou com a galera a faixa "Barrioteca", que significa "discoteca do bairro" e os bairros novaiorquinos de imigrantes usam muito pra descrever a variedade de música eletrônica que toca por lá. Segundo o Uproot Andy, "é uma música conectada por tradições locais, mas também tem influências globais do hip hop e da eletrônica". "A gente tem o dembow pipocando nas músicas mexicanas e a cumbia na música porto-riquenha. Gêneros que nasceram alguns anos atrás, como o moombathon, são usados como elementos de base pra fazer uma música", ele diz.

Publicidade

A "Barrioteca" do Uproot Andy tem de tudo um pouco: reggaeton, dembow, mambo de calle, dancehall, hip hop, juke, trap, EDM, moombahton e uns samples de Calle 13 e "La Gente Sabe", do Maicol y Manuel. O cara explica que ele estava procurando algo na linha da " era do DJ Playero antes de ser famoso", especialmente na forma como a música vai mudando do dembow pro hip hop. "Igual à época em que ouvíamos as mixtapes do Playero, mas amplificada pros dias de hoje".

A festa Que Bajo, em Nova York

"Aquele som de 'tom tom' clássico do reggaeton é exagerado pra parecer um juke polifônico, enquanto o som de 'boom bap' beira o trap. A faixa também tem um lance que parece que veio do Oriente Médio melodicamente, ou meio cigano", conta. Fica até complicado sacar tanta referência assim. O melhor mesmo é dar uma escutada em "Barrioteca" no player acima e deixar seus quadris falarem.

O novo EP do Uproot Andy, Barrioteca, saiu hoje, de graça, e você pode adquirir [aqui](http://QUEBAJO.COM )

Michelle Lhooq é a editora de features do THUMP EUA. Siga a moça no Twitter