Entretenimento

Um cara foi pego mijando no assento da frente dentro de um avião

E você achando que as viagens aéreas não podiam piorar.
Drew Schwartz
Brooklyn, US
MS
Traduzido por Marina Schnoor
Foto por Emma Kerbstdat via CBS Denver.

Viajar de avião é a pior coisa. Eu sei que a gente já disse isso antes – tipo quando um compartimento de bagagem de mão pegou fogo em fevereiro, de novo quando um avião inteiro vomitou em março, outra vez quando um voo se encheu de fumaça algumas semanas depois, e de novo e de novo – e ainda assim, vale repetir: viajar de avião é uma puta furada. E se você achava que não dava pra piorar, sinto te informar sobre uma atrocidade tão escrota que é difícil acreditar que realmente aconteceu: na última quinta-feira, segundo a afiliada da Fox KDVR, um passageiro num voo da Frontier mijou no assento na frente dele. Isso mesmo, mijou.

Publicidade

O mijão estava voando de Denver para Charleston, Carolina do Sul, nos EUA, na quinta – bebaço, segundo um passageiro a bordo – quando supostamente apalpou a mulher do assento na frente.

“Ouvi uma mulher gritar: 'Se esse cara encostar em mim de novo, eu mato ele'”, disse uma passageira chamada Emily, que preferiu não dar seu sobrenome, a KDVR. “Ela disse que ele pediu duas doses duplas de vodca, então quatro drinques enquanto estava sentado lá. Ele estava muito louco. Tipo, ele não conseguia falar, só balbuciava. O homem estava extremamente intoxicado.”

Um passageiro disse a CBS Denver que o homem assediou física e verbalmente duas outras mulheres sentadas perto dele. Em certo ponto, disse o passageiro, o homem tocou uma mulher que estava dormindo; mais tarde, ele supostamente teria perguntado sobre a vida sexual de outra passageira.

Os comissários de bordo teriam arrastado o cara de seu assento para uma fileira vazia no fundo do avião, diretamente do lado da Emily. Foi quando, segundo ela disse a KDVR, o cara abriu o cinto, tirou o pau pra fora e começou a mijar no assento da frente. Em vez de se encolher com nojo, Emily corajosamente puxou seu celular e tirou uma foto. A CBS Denver obteve depois uma imagem de Emma Kerbstdat mostrando a cena que os passageiros tiveram que suportar:

“Eu gritei: 'ele está mijando, porra. Mijando. Meu deus'”, Emily disse a KDVR. “E o comissário de bordo nem olhou pra ele no começo. O comissário olhou pra mim e disse: 'Você precisa se acalmar e parar de falar palavrão'.”

Emily disse a CBS Denver que o mijão do avião, que ainda não foi identificado, foi preso assim que o voo pousou em Charleston. Ela ligou para a Frontier para dar queixa do acidente, e a companhia aérea deu um voucher de US$ 200 para ela – pena que nenhum dinheiro no mundo pode apagar o horror que essa mulher testemunhou naquele dia.

Siga o Drew Schwartz no Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.