FYI.

This story is over 5 years old.

Filei cerveja nos camarins do Planet Hemp, Cone Crew e Racionais

O bloguismo musical deu uma broxada no Matias Maxx, mas ele recupera seu tesão no registro dos bastidores das bandas dos seus chegados.

Mano Brown na cochia.

Quando comecei a estudar fotografia, uma das primeiras perguntas idiotas que eu fiz para meu professor foi: “Como eu faço para congelar o pulo de um guitarrista no ar?”. Eram os anos 90, a galera do HCRJ fazia essas presepadas e eu devorava os livros do Glen E. Friedman e o Ricky Powell e queria ser como eles. Num período de cinco anos, cliquei tudo quanto era banda que vi pela frente, dentro e fora dos palcos, publiquei o resultado nas revistas de música que tinham na época e fui muito feliz. Embora os smartphones e os blogueiros musicais tenham me feito perder um tanto do tesão que eu tinha nesse rolê de jornalismo musical, eu ainda curto clicar uns shows, principalmente se quem está tocando é broder, fã ou ídolo.

Publicidade

Numas dessas, no final do ano passado tive a oportunidade de invadir alguns camarins e fazer os enfumaçados registros a seguir:

Tão comum em camarins quanto tietes besuntadas em óleo são os fãs com tatuagens temáticas. Este mano gravou na pele a arte maneiríssima que grafiteiro BR fez pra tour do retorno do Planet em 2012. Pro artista deve ser muito mais alívio quando alguém tatua um símbolo ou tipografia da banda do que um daqueles retratos realistas não tão realistas assim.

Não tem jeito, uma hora ou outra a produção tem que liberar, nem que seja por um breve momento, o estouro da boiada, aí aquele montão de fãs invade o camarim e forma fila pra fazer uma selfie com seu ídolo. Nem sempre isso é agradável, mas faz parte do jogo.

O Camarim também é aquele lugar em que a expressão “cigarrinho de artista” atinge sua definição máxima.

MC Akira Presidente e Marcelo D2 armando seu cigarrinho de artista.

Só dinossauro do underground carioca: Paulão do Gangrena Gasosa, DJ Wilson Power, B. Negão, DJ Edinho e Formigão do Planet Hemp. Crepúsculo de Cubatão, Basement, Bunker94 e tudo que veio de balada rock de lá pra cá teve Edinho e Wilson envolvido. Os demais retratados dispensam apresentações.

Os Racionais MCs também dispensam legendas e apresentações!!!!

O Camarim da galera da Cone Crew é sempre um capítulo à parte. Esses leleques da Cone são muito zoeiros.

“Esconde esse achocolatado que tu não tá ganhando pra isso!”

Publicidade

Batoré in a Sofazão Style!

Algum mau parido com um flash TTL fudeu minha foto!!! Eu já disse pra vocês que eu odeio flash???

Matias Maxx está em todas, para fotos siga nosso setorista da fumaça no Instagram.

Siga o Noisey nas redes Facebook | Soundcloud | Twitter