FYI.

This story is over 5 years old.

Chafurde-se no Novo Lançamento do Bemônio: ‘Lodo’

Você ainda está traumatizado com o Lágrimas de Sangue e Fezes, mas aqui não tem intervalo, perdão ou escapatória. Sua alma já foi tragada pela chama negra do tinhoso.

Sabe o Bemônio? Aquele projeto drone-sludge-doom-dark carioca que lançou o Lágrimas de Sangue e Fezes? É, eu sei, trampos obscuros como esse são difíceis de esquecer. É tipo um óleo preto que vai escorrendo pelo seu coração, ocupando até os cantinhos mais inacessíveis das suas entranhas. Quando menos se espera, você acorda suando de um pesadelo, lembrando da música dos caras. É assim mesmo.

Acontece que, uma vez que seus frágeis tímpanos entram em contato com essa lama espessa improvisadamente acidental, ela não vai te dar sossego. Diga adeus ao mundo real. Diga olá ao Bemônio.

A novidade dessa vez é o Álbum Lodo,que marca a entrada de mais um integrante na banda, o guitarrista Eduardo Manso. O próprio Paulo Caetano, o binhoso em pessoa, me deu a letra: “conheço o Manso e seus projetos e o cara sempre entendeu a onda do Bemônio: o clima denso corta pulsos. Ele sempre apreciou os nossos shows e tipo, sempre achei ele um guitarrista fodaço que não se prende em tocar riffs, mas tirar um clima denso da guitarra”. Também estamos comemorando porque Lodo é o segundo lançamento da Quint Avant, o selo de vanguarda que lançou o Baby Hitler, a outra bela preciosidade insana e feroz do Eduardo Manso.

Para os cariocas, aviso que vai ter show de lançamento do selo QTV com o Bemônio e o Baby Hitler no sábado (24). A entrada é 10 pilas e por 20 você já leva um CD.

Tá pouco de Bemônio? Manda mais então: Dor e Raiva em Forma de Música no Novo Álbum do Bemônio

O Diabo em Formato Audiovisual no Clipe de "Interlúdio O2" do Bemônio