Viagem

O Uzbequistão vai te pagar $3 mil se você visitar o país e pegar COVID

“Se você pegar COVID-19 numa visita aos Uzbequistão, vamos te compensar”, a embaixadora de turismo escreveu numa declaração.
20.7.20
Samarkand, Uzbekistan
Túmulos em Samarkand, Uzbequistão. Imagem via usuário do Flickr Prashant Ram, licença CC 2.0.

O governo uzbeque vai te pagar $3 mil americanos se você viajar para o país e pegar COVID-19. Isso é quanto custa tratar o coronavírus lá -- e o quanto o governo acredita em seu regime sanitário recém-estabelecido.

“Queremos assegurar os turistas de que eles podem vir ao Uzbequistão”, disse Sophie Ibbotson, a embaixadora de turismo do país no Reino Unido, numa declaração. “O governo confia tanto nas nossas novas medidas de segurança e higiene implementadas por todo o setor turístico para proteger os visitantes do COVID-19, que o presidente está preparado para colocar dinheiro nisso.

Publicidade

“Se você pegar COVID-19 numa viagem para o Uzbequistão, vamos te compensar.”

O presidente Shavkat Mirziyoyev assinou o decreto lançando a campanha “Garantia de Segurança de Viagem” semana passada, numa tentativa de revigorar o setor turístico em crescimento da nação. Segundo o Insider, o Uzbequistão foi o quarto mercado de turismo que mais cresceu em 2019.

Mas a compensação de $3 mil está sujeita a algumas condições. Qualquer turista que acabar diagnosticado com COVID precisará ter viajado com um guia turístico local, com certificado em segurança e higiene. Pontos turísticos e acomodações para viajantes também terão que receber um certificado do governo para garantir que estão cumprindo os novos padrões de segurança sanitária e epidemiológica.

Voos internacionais para o Uzbequistão voltam a acontecer este mês, com o país aceitando voos de países de baixo risco como China, Japão, Coreia do Sul e Israel. Turistas chegando da União Europeia e Reino Unido serão obrigados a passar por isolamento de 14 dias depois da chegada, mas o governo indicou que o isolamento será retirado quando esses países estiverem com suas taxas de infecção sob controle.

A resposta do Uzbequistão para a pandemia foi rápida e decisiva, com o governo impedindo decolagens, fechando fronteiras para turistas e impondo medidas severas de lockdown no meio de março, quando um punhado de casos foram confirmados no país. No momento, o Uzbequistão registrou 84 mortes relacionadas a coronavírus em uma população de mais de 33 milhões de pessoas.

Siga o Gavin no Twitter e Instagram.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.