O Primeiro Dia de EDC Brasil Foi Bem Suave
Luana Dornelas

FYI.

This story is over 5 years old.

O Primeiro Dia de EDC Brasil Foi Bem Suave

Foi o parque de diversões EDM.

cobertura do Electric Daisy Carnival Brasil 2015 no THUMP é um oferecimento de Smirnoff Ice Storm.

Um parque de diversões. Não é possível fazer outra analogia com a primeira edição do Electric Daisy Carnival no Brasil. Ainda mais depois de dar de cara com brinquedos como roda gigante, kamikase, chapéu mexicano e discovery que dividiam o espaço com os três palcos do mais novo festivalão a ter uma edição nacional.

Publicidade

A primeira noite de EDC Brasil, na sexta (4), rolou na maior santa paz do oba, oba. Não foram registradas filas para entrar no Autódromo de Interlagos e os três palcos — kineticFIELD, neonGARDEN e bassPOD — tinham espaço à vontade para curtir e dançar. A funça de pagar por fichas e pagar bebidas foi tranquila, assim como embarcar em algum dos brinquedos não exigia mais que 15 minutos de espera numa fila.

Leia: "As Dez Coisas que Queremos Ver no EDC Brasil"

Corujas do Kinectic Fields fervendo ao EDMão do Martin Garrix.

Entre os principais da noite, o Tropkillaz, como de costume, arrastou uma galera para o palco bassPOD, dedicado à bass music, enquanto Zegon e companhia provocavam o público perguntando: "Quem está sentindo o bass aí?". No palco principal do EDC, o kineticFIELD, o EDM comandava a principal aglomeração de pessoas no festivalão. Cabe aqui um adendo para lembrar que a cenografia do main stage parecia uma bela alegoria carnavalesca, o que nos fez pensar que o carnaval eletrônico fora de época do EDC poderia, em 2016, ter um palco confeccionado por uma das escolas de samba do Rio de Janeiro.

Vocês estão preparados para o bass?

Em busca de EDM, o público não arredou pé do espaço do kineticFIELD. Ainda mais com a trinca arrasadora de apresentações que começou com Martin Garrix, seguiu com Tiësto (que fez um remix racha assoalho de "Hello", da Adele) e fechou com as irmãs do Krewella. Na outra ponta, no neonGARDEN, Jamie Jones fez a pista mais classy da primeira noite de EDC. Techno cerebral e dançante deram o tom à pista mais adulta do festival.

Publicidade

O Neon Garden é o palco mais classy do EDC Brasil.

Para os dois dias do evento, são esperadas 90 mil pessoas e o público do sábado promete ser consideravelmente maior que o da sexta. Por isso, fique esperto e chegue cedo os mais espertos vão de metrô.

Para você se animar para o segundo dia do rolê que começa logo mais às 18h, selecionamos algumas figuras do EDC Brasil:

Muitos cocares a vista.

Se é carnaval, tem que ter abadá.

Tropgirl <3

A tribo toda reunida.

Confira os melhores momentos do festival:

Siga o THUMP nas redes Facebook // Soundcloud // Twitter.