FYI.

This story is over 5 years old.

Séloko, Confundiram essa Logo de um Australiano com a Bandeira do Estado Islâmico

E os dois não têm ABSOLUTAMENTE NADA A VER!
Na foto: A Speakeasy, suposta célula terrorista. Foto via Speakeasy/Aaron Webber.

Na semana passada, um curioso post de Facebook de Luke Simpkins, um membro liberal do Parlamento australiano, natural da ensolarada cidade de Perth, chamou a atenção de diversas publicações do país. Na postagem, Simpkins afirmava ter visto o que "pareciam ser símbolos da chahada" em uma passarela local e que, depois de contatar o ministro dos Transportes, conseguiu fazer com que fossem imediatamente removidos. (Chahada é uma frase árabe que foi apropriada pelo Estado Islâmico como um mobilizador chamado às armas). No entanto, os adesivos que ele viu na passarela da estação de trem de Leederville não pertenciam ao Estado Islâmico, mas a uma boate local, a Speakeasy, e já estavam naquela ponte há muitos anos, muito antes do próprio Estado Islâmico ser fundado.

Publicidade

Mas os adesivos têm mesmo alguma semelhança com a bandeira da organização criminosa mais maléfica e odiada do mundo? Bem, os dois logos são preto e branco. Além disso, não resta muita similaridade. Como podemos ver claramente na imagem abaixo, o logo da Speakeasy é em inglês, enquanto o logo do Estado Islâmico usa uma versão simplificada do árabe. Além disso, enquanto os adesivos da Speakeasy são redondos, as bandeiras do EI tendem a ser retangulares.

Aqui podemos comparar o logo da Speakeasy (acima) com uma parte da bandeira do Estado Islâmico (abaixo).

Entramos em contato com a Speakeasy e nos passaram para o coordenador de eventos Pierce Ericson, um australiano articulado e simpático, foi rápido em negar as alegações de que o popularíssimo clube de Perth fosse um antro de maleficência.

THUMP: A Speakeasy é uma célula inativa do Estado Islâmico ou da Al Qaeda?
Pierce: Negativo. Estamos mais interessados em lançar festas do que bombas, mas esperamos, sim, que as pessoas compareçam religiosamente.

Tem certeza? Pisque duas vezes se estiver sendo ameaçado.
A única ameaça na minha vida, agora, é não saber a origem deste hematoma enorme na minha perna.

O que torna a Speakeasy um local inadequado para planejar uma ação terrorista?
O maior obstáculo, com certeza, é o fato de que é uma boate. Boates geralmente são lugares ruins para planejar qualquer coisa.

O que torna Perth uma cidade com alto risco de incidência de ataques terroristas?
A nossa Bell Tower, mundialmente famosa, é com certeza um símbolo moderno de liberdade e democracia.

Publicidade

Na foto: Pierce Ericson, que, confirmamos, não é um membro do Estado Islâmico, discotecando ao lado de Miley Cyrus e uma lata profanada de chá gelado. Foto via Pierce Ericson/Facebook

Vocês vão recolocar os adesivos na passarela da estação de Leederville?
Com certeza achamos que é hora de colocar mais adesivos! Sabe lá onde eles vão parar…

Você acha que alguma vez o problema oposto aconteceu na sede do Estado Islâmico, em Raqqa, na Síria? Que você saiba, as casas de apoiadores do Estado Islâmico foram invadidas por fanáticos religiosos pensando que eles estavam secretamente servindo álcool e tocando uma ramificação do seu clube?
Não que eu saiba, mas é possível. Os nossos adesivos estão rapidamente se transformando em um símbolo universal para o dizer: "Tem festa aqui".

Proeminentes músicos australianos como Alison Wonderland, Wave Racer, Peking Duk e What So Not (na foto) tocam seguidamente na Speakeasy. Foto via Speakeasy/Facebook.

O que passou pela sua cabeça quando você descobriu que Luke Simpkins confundiu adesivos de anos atrás da Speakeasy com a bandeira do Estado Islâmico?
Num primeiro momento, eu ri. É claro, não nos importamos de verdade de cobrirem nossos adesivos, mas o fato que ele os cobriu apenas porque presumiu que fosse a bandeira da Chahada e depois se vangloriou disso nas redes sociais - isso mostra um nível bem alto de ignorância e alarmismo da parte dele.

Por que você acha que demorou tanto para esta história vir à tona? O printscreen do post do Luke Simpkins é do começo de novembro.
Acho que não chegou até o feed de notícias de ninguém familiarizado com a marca da Speakeasy. Vou ir além e dizer que ele provavelmente não tem um grande número de seguidores entre o nosso público-alvo.

Você acha que ele é racista?
Não, não acho que ele seja racista, mas ele claramente tem opiniões bem definidas em relação ao extremismo islâmico que, neste caso, o levaram a cometer um erro. Com certeza, é esquisito dizer que um adesivo que apenas "remotamente" lembra a bandeira do Chahada é coisa do Estado Islâmico. Especialmente quando ele está colado em uma passarela em Leederville, Perth.

Que conselho você pode oferecer aos australianos que preferem encher a cara a cometer atos de terrorismo?
Com certeza, que venham à Speakeasy! Somos bons pra caralho em encher a cara. Galera de Perth, fiquem de olho em nós em março.

Pierce Ericson é coordenador de eventos da Speakeasy. Siga o clube no Facebook.

Ziad Ramley está no Twitter: @ZiadRamley

Tradução: Fernanda Botta