FYI.

This story is over 5 years old.

Ouça a nova compilação da Frente Bolivarista, inspirada no Festival Nômade

Organizada por Daniel Lucas, 'Nômades' é um conjunto de 12 faixas de artistas que trocam as mesmas referências sonoras e territoriais.
Arte por Ju Stings.

Nos últimos meses, o fundador da Frente Bolivarista Daniel Lucas (ou Pigmalião) esteve em turnê pela Europa, o que o permitiu conhecer melhor muitos dos artistas lançados pelo selo e expandir sua pesquisa musical. O ápice dessa viagem foi a edição alemã do Festival Nômade, circuito de apresentações que nasceu no Chile. A passagem no festival, segundo Daniel, foi o ponto de partida para o lançamento de Nômades.

Publicidade

"Passei uns dias fazendo uma sonzeira com grande parte do line de artistas envolvidos nesta compilação, e também muitos outros não menos importantes desta cena", conta Daniel. "Ali decidi que gostaria de fazer um apanhado destas referencias, juntar a algumas coisas da Frente e aproveitar para incluir artistas que considero parte de tudo isso, como o Gama e Kurup."

Fundado em 2013, o Festival Nômade é um grande encontro de selos e artistas que pretende promover uma discussão além de só música e dança. Além de Chile e Alemanha, o festival já aconteceu na Colômbia, fez uma "turnê louca pela Europa", como me contou um dos fundadores José Alarcón, e pretende realizar eventos na República Dominicana, México e Tulum. "Até começamos a procurar locação para uma edição do festival no Brasil", diz.

O resultado do encontro da Frente Bolivarista com o Festival Nômade é uma compilação de 12 sons de artistas que dividem muitas das mesmas referências sonoras e territoriais. Ainda é, como toda música lançada pelo selo, um aceno ao folk latino-americano — mas com uma fusão estilística que deixa embaçadas as linhas entre gêneros musicais. Ouça Nômades:

A compilação custa 10 dólares, mas a faixa "Canción Waunana (Chancha Via Circuito Remix)" pode ser baixada de graça!

Siga o THUMP nas redes Facebook // Soundcloud // Twitter.