Essa loja de computadores abandonada é uma cápsula do tempo da tecnologia do começo dos 2000

Num centro comercial de uma cidadezinha de Oklahoma, um tesouro de software e hardware está juntando poeira.
22.4.20
AYZIKTY
Imagem: Joshua Trammell.

Numa era antes da venda online e de existir PC gamer bombadão, entusiastas de computador visitavam humildes lojas locais para comprar coisas como RAM, cartões de vídeo e videogames vendidos em grandes caixas de papelão. Nos EUA esses lugares chamavam PC STORE, Computer King e Computer Factory Outlet. O último é o nome de uma loja abandonada apodrecendo num solitária centro comercial em Norman, Oklahoma. Fechada há uma década, a Computer Factory Outlet está trancada e de algum jeito ainda cheia de produtos.

Publicidade

O lugar é uma cápsula do tempo da indústria de computadores pessoais do começo dos 00. Caixas da Dell e Gateway podem ser vistas na vitrine, amarelando no sol. Gabinetes bejes espreitam em pilhas improvisadas. Cópias pra PC do jogo Tiger Woods 99 acumulam poeira nas prateleiras.

1586786528678-image10

Imagem: Joshua Trammell

1586786564237-image2

Imagem: Joshua Trammell

1586786599843-ysKm9nQ

Imagem: Joshua Trammell

1586786616853-image7

Imagem: Joshua Trammell

1586786769040-bbb

A loja chamou a atenção de Joshua Trammell, que cortava o cabelo num barbeiro no mesmo centro quando era criança. “Frequentei aquela loja quando era mais novo”, Trammell disse a Motherboard por telefone. “A mulher que trabalhava lá era muito grossa com a gente, porque éramos crianças pequenas correndo por uma loja de computadores.”

Norman, Oklahoma, é uma pequena cidade-universitária duas horas ao norte da fronteira com o Texas. “Desde que me mudei de Norman, a loja continua igual. Mesma fachada. Mesmas coisas na vitrine”, ele disse. Trammell voltou para Norman depois de ser dispensado como gerente de uma loja de doces. Ele decidiu voltar para a antiga loja e tirar fotos. Ele queria “fazer todo mundo lembrar um pouco daquela época”.

Ele compartilhou as fotos no Reddit, Imgur e entrou em contato com o arquivista de internet Jason Scott.

Eu disse para o @sharpieblamer que quando você vê uma loja assim, geralmente tem uma história triste ou desagradável por trás dela. Sim, em 2001, o dono do centro comercial (e da loja) entrou em falência e está envolvido em processos com quem comprou o local desde então. Agora 76. Essa loja está morta.”

Os documentos de tribunal de 2007 que mencionam a loja e seu dono são uma bagunça complicada de reivindicações e contrarreivindicações entre o proprietário e um fundo de cobertura que emprestou dinheiro a ele em 2001. “Parece que é uma propriedade num limbo”, disse Trammell. “Esses gabinetes de PC estão perdidos no tempo, o que é meio triste.”

A Motherboard entrou em contato com o dono da propriedade, mas ele não respondeu.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.