Tech

Perfis de pessoas jovens no Instagram estão sendo usados em contas pornô falsas

Um novo golpe, visando principalmente modelos do Instagram, está clonando perfis e os usando para fazer contas falsas OnlyFans e JustForFans.
10 August 2020, 7:12pm
Instagram
Um story do Instagram apontando uma conta clonada (E). Uma página falsa Just for Fans (D).

Semana passada, a modelo de Toronto Alay Bowker acordou com mais de 50 mensagens de amigos e seguidores avisando que tinha um perfil no JustForFans e uma conta no Instagram usando as fotos e vídeos dela.

“Pessoas que conheço da indústria começaram a seguir a conta porque acharam que era realmente eu. Um fotógrafo até me ligou depois de ver a conta e o stories do Instagram, dizendo ‘Por que diabos você está fazendo uma conta no JustForFans?’”, disse Bowker.

É comum ver conteúdo do JustForFans e OnlyFans promovido em redes sociais como Twitter e Instagram — mas um novo golpe na internet está usando essa tática de marketing para fazer propaganda de páginas falsas OnlyFan e JustForFans de pessoas que nunca fizeram uma conta nesses sites.

JustForFans e OnlyFans são serviços baseados em assinatura, geralmente usados para vender conteúdo adulto amador na internet. Youtubers, estrelas do TikTok, trabalhadores sexuais, celebridades, modelos e talvez algum amigo seu entraram nessas plataformas para vender nudes para os seguidores por uma taxa mensal, com alguns ganhando milhares de dólares por mês.

A VICE descobriu que usuários do Instagram no Canadá, EUA, Tailândia, Reino Unido e França foram alvos do golpe, onde o conteúdo de suas contas foi usado para promover páginas falsas OnlyFans e JustForFans hospedadas e feitas no construtor de sites Wix. As páginas linkadas em contas do Instagram pedem informações bancárias como forma de verificação de idade para ter acesso a um serviço de teste gratuito.

Na última semana, centenas de pessoas ao redor do mundo falaram no Twitter sobre encontrar perfis no Instagram dizendo vender seus nudes. 

“Algum safado fez uma conta falsa no Instagram fingindo ser minha irmã de 17 anos e promovendo uma conta OnlyFans”, escreveu a usuária do Twitter @roxxiej. “Eles mandaram mensagem para amigos e PARENTES para assinar. E ALGUÉM ESTÁ REALMENTE GANHANDO DINHEIRO COM ISSO.”

Todas as contas falsas vista pela VICE News seguem um formato similar na conta do Instagram, e usam um modelo similar no site hospedado no Wix que parece uma conta autêntica do JustForFans ou OnlyFans. As contas falsas no Instagram usam o mesmo nome, foto de perfil e um nome de usuário parecido com a conta autêntica. Para atrair o público, a conta no Instagram segue estrategicamente centenas de usuários que seguem e interagem com o usuário verdadeiro no Instagram. Uma bio parecida com a conta autêntica também é usada.

Depois de criar a conta, a conta autêntica é bloqueada pela falsa, e assim o usuário verdadeiro não sabe se a conta falsa ainda existe ou foi deletada.

Esse formato específico está sendo usado para imitar perfis do Instagram vistos pela VICE News ao redor do mundo, mas até agora não se sabe quem está por trás do golpe.

O Wix não respondeu os pedidos de comentário da VICE News.

O Instagram disse que eles “não permitem golpistas no Instagram” e “não vão tolerar extorsão ou assédio dessa natureza”.

“Recomendamos que as pessoas denunciem esses imitadores e golpes. Não queremos que ninguém seja enganado ou prejudicado desse jeito, ou de qualquer jeito, então vamos continuar melhorando nossos sistemas e equipes para agir o mais rápido possível para manter nossa comunidade segura”, o Instagram disse numa declaração para a VICE News.

Bowker disse que ela e amigos denunciaram a conta falsa para o Instagram, mas levou seis dias para o perfil ser derrubado — um pouco depois que a VICE News questionou o Instagram sobre o caso.

“Eu esperava que a conta fosse removida imediatamente depois da minha denúncia, e como eu não conseguia ver a conta porque ela me bloqueou, achei que ela já tinha sido derrubada”, disse Bowker. “Mas alguns dias depois, minha irmã disse que a conta ainda estava lá e pessoas que conheço estavam seguindo o perfil achando que era eu.”

Além de usar o conteúdo já existente do usuário do Instagram, os golpistas até postam vídeos sexualmente sugestivos nas contas falsas do Instagram para promover uma assinatura mensal grátis para nudes. Vídeos sexualmente explícitos borrados também foram postados em alguns dos sites falsos OnlyFans e JustForFans, dizendo que o vídeo completo podia ser visto colocando informações bancárias para verificar a idade do usuário, e que a pessoa não seria cobrada.

Quando os golpistas fizeram uma conta no Instagram usando o nome e fotos da universitária de San Jose Irene Kuang, eles postaram “um vídeo em baixa qualidade de uma garota se tocando”, além de um prompt para assinar a conta JustForFans falsa, ela disse. Kuang acredita que algumas pessoas, sem saber que se tratava de um golpe, acharam que a conta era realmente dela.

“Levo minha reputação muito a sério e quero apresentar uma certa imagem. Também quero buscar uma carreira profissional, e alguém achar que tive uma conta no JustForFans pode facilmente prejudicar minha carreira. A primeira impressão é a que fica”, disse Kuang.

“Se a pessoa não é muito estabelecida online ela é um alvo fácil. Uma atriz pornô ou celebridade tem acesso a recursos, tem dinheiro, pode até ter advogados para chegar ao fundo disso. Mas uma universitária comum que tem um Instagram não tem dinheiro ou tempo para investir numa investigação”, disse Kuang.

Racquel Goldy, uma jornalista freelance de Miami, ficou enraivecida quando descobriu que existia uma conta falsa com as fotos dela.

“Acredite, no momento em que vi a conta, eu disse ‘pra quem preciso mandar uma carta de cease and desist’”, disse Goldy, que ainda não mandou a carta.

Goldy foi dispensada de seu trabalho numa rádio local por causa da pandemia de coronavírus, e agora depende de posts patrocinados e parcerias com marcas em seu Instagram para ter alguma renda. Ela disse que a conta falsa dizendo que ela tem uma conta no OnlyFans pode acabar com sua reputação profissional. “Desde que perdi o trabalho, essas parcerias com marcas são o meu sustento”, disse Goldy. “Essa é a última coisa que pessoas como eu precisam que aconteça com elas agora.”

Goldy diz que o Instagram e Wix tornaram muito fácil para o golpista imitar sua identidade e possivelmente coletar informações bancárias de seus seguidores. Se regras mais rígidas não forem adotadas pelo Instagram e Wix, Goldy disse que teme que isso possa acontecer com ela e com outros de novo.

Para criar uma conta verdadeira no OnlyFans, o usuário precisa fornecer uma foto sua segurando seu documento de identidade para provar que é o dono da conta. Processos de verificação similares também são exigidos para ter uma conta verificada no JustForFans.

Atualmente não há processos de identificação para abrir um site grátis no Wix ou uma conta no Instagram.

“Uma url no http://wixsite.com está fingindo ser várias plataformas de fãs, incluindo nós. Eles podem usar nosso banner, mas a url é http://wixsite.com, não a nossa”, o JustForFans escreveu numa declaração no Twitter. “São contas falsas. Estamos tentando impedir isso, mas por favor, nos contate diretamente se eles estão usando sua imagem.”

O OnlyFans disse que tem conhecimento sobre os sites falsos OnlyFans hospedados no Wix e “estamos trabalhando ativamente com nossa equipe DMCA interna para denunciar cada um dos perfis falsos”.

“Também aconselhamos as vítimas a denunciar os perfis falsos para o próprio Wix. Esses perfis falsos obviamente são extremamente preocupantes para as vítimas, e o objetivo principal é ajudá-las a remover os sites falsos”, o OnlyFans disse numa declaração para a VICE News. “Também há a questão de que usar a marca OnlyFans é fraude, e nossa equipe jurídica está tratando disso com as partes apropriadas.”

Siga o Nathan Sing no Twitter. 

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.