Noisey

O Questions vocifera contra a classe política no lyric video "Lutar"

Tradicional banda de metalcore paulistana chega com os dois pés no peito em sua estreia cantando em português.
5.9.17
Foto: Luiz Trezeta/Divulgação

As influências do hardcore americano e inglês aliadas ao sonho de tocar na Europa foram as razões pelas quais o Questions escolheu cantar em inglês nos últimos 17 anos. "Simplesmente foi natural pra nós querer soar como as bandas que a gente mais gostava", revela o guitarrista Pablo Menna. "Lutar", trilha do lyric video que o Noisey estreia nesta terça (5), é portanto uma surpresa.

Com letras em português, a música aborda o que Pablo chama de "golpe". "A sensação de que a elite não vai deixar que a gente tenha um país um pouco menos desigual. Sempre é bom deixar bem claro, não apoiamos o PT nem apoiávamos o governo Dilma. Mas o fato é que ela foi eleita e tiraram ela de lá por uma desculpa burocrática esfarrapada", critica.

Publicidade

Segundo o guitarrista, já fazia algum tempo que amigos e fãs vinham sugerindo que eles cantassem no próprio idioma. Por mais que as letras fossem simples, tinha sempre uma galera que não manjava a língua estrangeira e, por isso, não se identificava. "Foi isso o que mais motivou a nossa decisão, a situação política lamentável em que o país se encontra", assume ele, e crava: "Agora é a hora para expressar esse mal-estar, e o português faz com que a mensagem seja mais direta."

A música fará parte de um álbum novo, cujas ideias ainda estão sendo trampadas, mas é pensado para o começo do ano que vem. Nesse meio tempo, "Lutar" será parte de uma coletânea a sair na Alemanha. A faixa foi composta ainda na época de Pushed Out… of Society (2015), portando vem no espírito deste mais recente trabalho. Pesado, e com as bases mais agudas do que a sonoridade tradicional da banda. "É um caminho que começamos a explorar ali e que ainda deve render muito mais músicas nessa linha", diz Pablo.

As ideias e desenhos do lyric video partiram do vocalista Edu, e o Pablo, que trabalha com vídeo já há bastante tempo, colocou a mão na massa.

Segura a pedrada: