Opinião

Portugal e a arte da $ubserviência a Angola

Basicamente é “Money talks, bullshit walks”.
20.1.20
“Bico calado. É a minha vez de ficar por cima”. (Filme “Lua de Mel, Lua de Fel”/1992. Cortesia Columbia Pictures)
“Bico calado. É a minha vez de ficar por cima”. (Filme “Lua de Mel, Lua de Fel”/1992. Cortesia Columbia Pictures)

Como os tempos mudam. Portugal foi "conquistador", agora é devedor. Ontem esclavagista, hoje come no prato de quem jamais pensaria seguir ordens. As voltas que o mundo dá. Tirando a dívida externa, ainda bem que assim é - senão, por exemplo, as crueldades existentes nas touradas ainda seriam legais. Oops, ainda o são por cá…

Quando o dinheiro fala mais alto, tudo é exequível e a ética, a moral e os direitos humanos são relegados para o centésimo plano. Branqueia-se o óbvio e a “saloiada tuga”, onde se inclui a pseudo elite como a classe política do centrão, mantém a “festarola” com pouca - ou nenhuma – fiscalização. Tudo em nome de relações tóxicas que não podem ser incomodadas, claro está. Por estes dias, no lugar dos foguetes, das brilhantinas e do champanhe carote, é vê-los a esconder o rabinho e as contas bancárias recheadas.

Então uma certa família angolana enche os bolsos de muita gente e, quando começa a ter problemas com a justiça e a ser investigada por meio mundo, não há nenhuma voz solidária? E a gratidão? Mamaram e agora nem uns miminhos dão à “querida teta”. Aposto que devem estar a ressacar em algum “biberon” ou, na melhor das hipóteses, a ler o livro "O Angolano que comprou Lisboa (por metade do preço)", de Kalaf Epalanga.

Ao menos apareçam - com ou sem candura - e digam uma das frases-chave dos fuinhas que corroem a democracia nacional: “Eu não sabia”. Ou, se preferirem, usem esta desculpa patética: “Eu não estava presente quando o acordo foi feito”.

Achas que vão existir repercussões judiciais para os principais cúmplices dos milionários em questão? Podes esperar sentado. Apesar do esforço da ex-PGR, Joana Marques Vidal, habitualmente os grandes safam-se.

Publicidade

Na diplomacia portuguesa, o mais do mesmo. Angola põe os políticos de cócoras cada vez que há um problema entre as duas nações. Lembras-te do processo "irritante”? Até Ana Gomes se passa com o seu partido…

Portugal é dos melhores lugares para se viver. Tens é de evitar falar sobre transparência (ou falta dela) na política, na banca, na justiça, no futebol e nos negócios.

Tirando isso, é um sonho.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.