FYI.

This story is over 5 years old.

Kaytranada, Sango e Stwo Falam Sobre Laricas e a Cozinha da Louisiana

Nem só de hambúrgueres vive um homem.

Se você tem acompanhado a trajetória dos artistas da WRC MGMT Kaytranada, Sango ou Stwo, você sabe que eles são uns dos caras mais pés-no-chão da cena. Eu me encontrei com o trio e seu empresário, William Robillard Cole, em um parque suspeito no centro de Austin, no Texas, e a conversa rapidamente caiu em comida para quando se está bêbado. Se você já leu alguma entrevista com algum deles e pensou "Sim, sim, eu entendo suas inspirações. Mas me fale algo que faz você ser de verdade", então não precisa procurar mais.

Publicidade

Ansioso para falar sobre o assunto, o produtor francês Stwo poetizou seu amor por hambúrgueres. "Eu sou de Paris, então eu gosto muito de queijo. Não sou muito complicado com comida… Eu gosto de me sentir cheio assim que acabo. Eu realmente gosto de hambúrgueres, de todos os tipos. Essa é a minha parada".

Sango, que não bebe, rapidamente revelou uma paixão por cozinhar que nos pegou desprevenidos. Ainda não convencido, eu perguntei quais eram os seus cinco pratos favoritos de cozinhar. Sua resposta foi imediata, envolvida, e especialmente hilária, já que estamos falando do cara que iria destruir tudo no palco da Soulection no SXSW dias depois. Ele contou "Cara, eu amo cozinhar Étouffée, um prato de Louisiana, o meu preferido. Gosto de fazer Pad Thai, e também gosto de espaguete com uns fios bem, bem grossos. Conchinhas também, você sabe que eu não curto ficar parado. Outra coisa que gosto de cozinhar são hambúrgueres. Belos e suculentos hambúrgueres. Por último, adoro fazer cheesecake. Cheesecakes naturais de verdade, quase um pudim de pão. O pudim de pão da minha mãe é melhor que o meu, mas o cheesecake, putz. Você tem que deixar ele na geladeira por uns dias, até ficar bem úmido. Fica ótimo".

Sempre terminando nossas conversas em um tom leve, o Kaytranada, que curte beber, e falou com um nível de entusiasmo desconhecido pela ciência moderna. "Putz, tem tantos lugares que eu tenho que ir quanto estou bêbado em Montreal. Um poutine bem massa, não importa se cozinham bem ou mal. Vai ser sempre bom, cara. Eu não moro em Montreal, na verdade eu moro nos subúrbios e lá tem esse restaurante que tem uns hambúrgueres monstros… e um belo milkshake. O slogan do lugar é "aberto 25 horas", então eles estão sempre abertos. Eles te fazem o que você quiser – asinhas de frango. Cinco da manhã, quando você está bêbado. É a melhor coisa do mundo".