FYI.

This story is over 5 years old.

Preto sai e branco fica no clipe de "Sem Medo", do Helibrown

Com participações de Flow MC e Vulgo Sau, rapper paulista ironiza "racismo reverso" no novo single da sua mixtape de 2015 'Das Batalhas pra Guerra'.

Pode parecer meio óbvio pra você, leitor do Noisey, que racismo reverso é um mito tipo Papai Noel ou misandria. Mas a real é que ainda uma galera branca que jura de pé junto que "se sente" oprimida/intimidada quando é chamada de palmito, branquelo azedo ou quando a Beyoncé resolve assumir o cabelo crespo da filha dela no clipe de "Formation"​.  E foi pra ironizar esse pensamento que, no seu clipe de "Sem Medo", o Helibrown​ imaginou um mundo no qual quem sofre racismo são os brancos.

Publicidade

"Essa ideia de mostrar um mundo onde quem vive repressão policial, preconceito quando entra em uma loja na hora de comprar algo (ou até mesmo quando está no trem e alguém do seu lado guardo o celular ou troca de lugar) fossem pessoas brancas não é porque achamos que os brancos tenham que passar por isso", me disse Helibrown por Whatsapp. "É só pra enfatizar como isso (racismo reverso) realmente não existe e como as pessoas vão estranhar ver essas cenas acontecendo com brancos, porque não é a realidade. Só que, quando essas situações são com negros, não é estranho por quê?".

Com participações do Flow MC​ e do Vulgo Sau, a faixa ganhou clipe dirigido pelo Lucas Felix, da Zebra Filmes​. Só lembrando que "Sem Medo"  faz parte da última mixtape do rapper paulista, Das Batalhas pra Guerra, lançada em 2015. Assista abaixo:

Ficha técnica
Produção: ZEBRA Filmes
Direção: Lucas Felix
Assistente de Dir: Rafael "RAFAVMP" Vieira
Direção de Fotografia: Gabriella Miranda
Edição: Bruno Trindade​