Entretenimento

Artista revela como fez uma pintura sua de R$5 milhões se autodestruir

Banksy, além de tudo, é o rei da zueira anticapitalista na arte.
8.10.18
Uma pintura de Banksy similar a que se autodestruiu. Foto por Peter Macdiarmid/Getty.

Atualização: Banksy revelou como escondeu a fragmentadora na moldura de sua pintura autodestrutiva numa postagem no Instagram no final de semana. “Alguns anos atrás, construí secretamente uma fragmentadora numa pintura”, diz o texto no vídeo, depois cortando para uma filmagem de um homem de capuz instalando uma fileira de lâminas na moldura do quatro. “No caso dela ser leiloada um dia…” continua o texto, indo para uma filmagem dentro da Sotherby's de quando os lances começam e terminando com a Menina com Balão sendo picada. Claramente Banksy vê o golpe como uma obra de arte em si. A legenda do post era uma citação de Picasso: “O impulso de destruir também é um impulso criativo”. Touché!

Numa pegadinha anticapitalista que é sua marca registrada, o artista urbano Banksy aparentemente destruiu uma de suas pinturas icônicas Menina com Balão, quando a obra virou picadinho imediatamente depois de ser leiloada pela Sotherby's pela pechincha de 1,4 milhões de libras (R$ 5,05 milhões).

Segundo o Financial Times, a obra emoldurada, que foi adquirida pela casa de leilão em 2006, “foi destruída por um mecanismo aparentemente escondido na base da moldura, com a maior parte da pintura emergindo fora do quadro em tiras”.

“Fomos Banksy'ed”, disse Alex Branczik, diretor sênior da Sotherby's, segundo o The Art Newspaper. “Ele é sem dúvida o maior artista de rua britânico, e hoje vimos um pedaço do gênio de Banksy.”

Branczik disse que ele não sabia do truque, e não está claro como a coisa toda aconteceu. Uma possibilidade é que o próprio Banksy ligou o mecanismo de dentro do leilão — The Art Newspaper disse que "um homem vestido de preto com óculos escuros e boné foi visto brigando com os seguranças perto da entrada da Sotheby's logo depois do incidente."

Quando uma obra de arte é danificada antes de sair da casa de leilão, a venda geralmente é cancelada, segundo o Financial Times. Mas os leiloeiros da Sotherby's já estão discutindo se a história não foi uma coisa boa. “Você pode argumentar que a obra é mais valiosa agora”, disse Branczik. “Com certeza é a primeira obra de arte que se destruiu espontaneamente quando seu leilão acabou.”

Siga a Nicole Clark no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.