Publicidade
Cultura

George R. R.Martin revela detalhes sobre a prequela de "Game of Thrones"

Os Stark vão aparecer, mas os Lannister não.

Por River Donaghey; Traduzido por Madalena Maltez
11 Julho 2019, 10:03am

Imagem cortesia HBO.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE US.

É possível que a última temporada de Game of Thrones venha a ser apenas uma memória difusa de copos de café e desenvolvimentos inexplicáveis de personagem, mas a HBO ainda não acabou com Westeros. A produção do episódio piloto da primeira prequela da série já está em andamento mas, como não poderia deixar de ser, a HBO não conta nada. Felizmente, o bom do George R. R. Martin tirou uma folga de Winds of Winter e revelou alguns detalhes do que está por vir.

Em Maio, a Entertainment Weekly publicou uma entrevista com Martin sobre a nova série, a que o escritor queria chamar de The Long Night. Com esse título e o facto de que a história terá lugar milhares de anos antes de Game of Thrones, é lógico pensar que a coisa será sobre a primeira invasão de White Walkers, que levou à construção da Muralha.


Vê: "Big Narstie: O verdadeiro 'Game Of Thrones'"


No entanto, considerando que "The Long Night" já é o título do célebre e obscuro episódio da batalha em que os White Walkers são exterminados, a HBO não aceitará certamente a ideia de Martin, embora haja rumores de que estão à procura de títulos semelhantes. "Ouvi alguém sugerir que podia ser The Longest Night, uma variante da qual não desgosto", diz Martin na entrevista. E acrescenta: "Parece-me muito bom".

Títulos à parte, Martin assegura que, na série, vão aparecer White Walkers e essa família de estóicos barbudos, os Stark. Isso, claro, significa mais lobos. "Os Stark vão aparecer de certeza", garante Martin. E salienta: "Obviamente, os White Walkers - ou como ele os chama nos livros, os Outros - também lá estarão. Haverá coisas como lobos e mamutes".

Claro que ninguém espera ver os Lannister. "Os Lannister ainda não existiam, mas Casterly Rock sim; é como o Rochedo de Gibraltar", revela Martin. E justifica: "Está ocupado pelos Casterly, por quem é baptizado e mantém o nome nos tempos de Game of Thrones".

Os Seven Kingdoms também serão um pouco diferentes - aliás, serão mais de sete. "Nós conversámos sobre os Sete Reinos de Westeros; havia sete reinos na época da conquista de Aegon", explica Martin. E adianta: "Mas, se fores mais atrás no tempo, havia nove reinos e, antes, 12 reinos e no fim chegas a um ponto em que havia 100 - pequenos - reinos e é esse o tempo de que falaremos".

A nova série será protagonizada por Naomi Watts e a estreia está prevista para o próximo ano, o que é mais do que se pode dizer de Winds of Winter. Pelos vistos, a temporada que Martin passou isolado numa cabana para escrever ainda não deu frutos.


Segue a VICE Portugal no Facebook , no Twitter e no Instagram .

Vê mais vídeos , documentários e reportagens em VICE VÍDEO.