Entretenimento

George R. R.Martin revela detalhes sobre a prequela de "Game of Thrones"

Os Stark vão aparecer, mas os Lannister não.
11.7.19
Prequela de Guerra dos Tronos de George R. R. Martin
Imagem cortesia HBO.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE US.

É possível que a última temporada de Game of Thrones venha a ser apenas uma memória difusa de copos de café e desenvolvimentos inexplicáveis de personagem, mas a HBO ainda não acabou com Westeros. A produção do episódio piloto da primeira prequela da série já está em andamento mas, como não poderia deixar de ser, a HBO não conta nada. Felizmente, o bom do George R. R. Martin tirou uma folga de Winds of Winter e revelou alguns detalhes do que está por vir.

Publicidade

Em Maio, a Entertainment Weekly publicou uma entrevista com Martin sobre a nova série, a que o escritor queria chamar de The Long Night. Com esse título e o facto de que a história terá lugar milhares de anos antes de Game of Thrones, é lógico pensar que a coisa será sobre a primeira invasão de White Walkers, que levou à construção da Muralha.


Vê: "Big Narstie: O verdadeiro 'Game Of Thrones'"


No entanto, considerando que "The Long Night" já é o título do célebre e obscuro episódio da batalha em que os White Walkers são exterminados, a HBO não aceitará certamente a ideia de Martin, embora haja rumores de que estão à procura de títulos semelhantes. "Ouvi alguém sugerir que podia ser The Longest Night, uma variante da qual não desgosto", diz Martin na entrevista. E acrescenta: "Parece-me muito bom".

Títulos à parte, Martin assegura que, na série, vão aparecer White Walkers e essa família de estóicos barbudos, os Stark. Isso, claro, significa mais lobos. "Os Stark vão aparecer de certeza", garante Martin. E salienta: "Obviamente, os White Walkers - ou como ele os chama nos livros, os Outros - também lá estarão. Haverá coisas como lobos e mamutes".

Claro que ninguém espera ver os Lannister. "Os Lannister ainda não existiam, mas Casterly Rock sim; é como o Rochedo de Gibraltar", revela Martin. E justifica: "Está ocupado pelos Casterly, por quem é baptizado e mantém o nome nos tempos de Game of Thrones".

Os Seven Kingdoms também serão um pouco diferentes - aliás, serão mais de sete. "Nós conversámos sobre os Sete Reinos de Westeros; havia sete reinos na época da conquista de Aegon", explica Martin. E adianta: "Mas, se fores mais atrás no tempo, havia nove reinos e, antes, 12 reinos e no fim chegas a um ponto em que havia 100 - pequenos - reinos e é esse o tempo de que falaremos".

A nova série será protagonizada por Naomi Watts e a estreia está prevista para o próximo ano, o que é mais do que se pode dizer de Winds of Winter. Pelos vistos, a temporada que Martin passou isolado numa cabana para escrever ainda não deu frutos.


Segue a VICE Portugal no Facebook , no Twitter e no Instagram .

Vê mais vídeos , documentários e reportagens em VICE VÍDEO.