FYI.

This story is over 5 years old.

O Pequeno Porém Real Legado de David Letterman na Música Eletrônica

Com lágrimas nos olhos, listamos as melhores apresentações de dance music que rolaram no ‘Late Show’.

Você provavelmente sabe que nessa quarta (20), à noite, a lenda do Late Show, David Letterman, vai pendurar seus óculos para sempre - e nós estaremos dizendo adeus para este programa depois de históricos 27 anos. Logo depois, Stephen Colbert passa a comandar o programa.

Junto com toda sua sagacidade, David Letterman sempre foi reconhecido por seu gosto musical. Quando seus 27 anos como apresentador do Late Show chegarem ao fim com o último episódio dessa noite, os muitos músicos que tocaram em seu palco continuarão sendo um pilar substancial do legado de Letterman. Mesmo que você nunca veja televisão às 23h35 (ou 00h27 quando o segmento de música costuma começar), as apresentações no Late Show de Letterman deixarão seu impacto. Por exemplo: a aparição em 2014 de Future Islands que rendeu uma indicação como banda revelação do começo daquele ano. Todos sabem que Dave sempre foi um cara do rock e talvez um pouco velho demais para ter verdadeira inclinação pelo house. No entanto, por meio das apresentações de seu programa passaram um punhado de bandas dance que deixaram sua marca na televisão, muitas vezes sendo os primeiros a aparecerem de seus gêneros na televisão.

Publicidade

Enquanto derramamos uma lágrima pela partida de Dave, damos uma olhada nas oito apresentações que transformaram o estúdio Ed Sullivan numa pista de dança - ainda que brevemente.

**8. Holy Ghost! "Dumb Disco Ideas" - *1º de novembro de 2013***

A dupla de synth-pop de Brooklyn Holy Ghost! é um convidado musical apropriado para Letterman porque como muitas das apresentações que passaram por lá nesses anos, eles estão na fronteira entre sons de rock e do dance. Eles foram ao programa para promover seu álbum de 2013 Dynamics e mandaram uma apresentação ao vivo de sua canção "Num Disco Ideas". Enquanto o membro Alex Frankel controla um set de turntables, Nick Millhiser aparece cantando ao vivo e tocando guitarra. Uma banda completa (e um monte de equipamento analógico) se juntou a eles, assim como Nancy Whang e Juan de outro grupo de indie-dance do DFA, The Juan Maclean. Uma apresentação como essa mostra como são amplas as possibilidades que a dance music pode ter ao se apresentar ao vivo, assim como na televisão.

7. Die Antwoord, "I Fink U Freeky" - 6 de fevereiro de 2012

É difícil não rir ouvindo Dave dizer as palavras "rap" e "rave" em sucessão, mas ele o fez, antes do grupo sul-africano Die Antwoord estourar no palco para apresentar "I Fink U Freeky" de seu segundo disco de estúdio, Ten$ion. Facilmente, essa é uma das apresentações mais estranhas do programa - a canção de Antwoord apresentou seu estilo de hardcore rave cortesia de Ninja, Yo-Landi Vi$er e DJ Hi-Tek, que usou uma assustadora máscara de animal no palco, provavelmente outra novidade para o programa. Isso também foi um holofote e tanto para a fusão de estilos de música eletrônica e hip hop para o mainstream. Chocado como o resto da plateia, Dave fechou com um gracejo: "Essa é sua apresentação de meio tempo".

Publicidade

6. Icona Pop, "All Night" - 3 de outubro de 2013

Tem algo realmente muito estranho sobre Caroline Hjet do Icona Pop aparece apenas girando um knob em um controlador solitário durante as notas de abertura da dupla de electro-pop se apresentando pela primeira vez no programa. Isso acontece logo antes de ela eventualmente caminhar até o microfone, e provavelmente foi feito para mostrar que essa é uma banda de música eletrônica. Nós vemos isso de novo quando ela mexe com um Korg durante um milisegundo. É um pouco bobo, mas muitas pessoas fazem coisas bobas na TV, e a apresentação é sólida. Mostrando "All Night" de seu álbum This Is…Icona Pop, a dupla mandou ver na faixa que liricamente (e estilisticamente) captura o hedonismo despreocupado da dance music, com as letras "we can do this all night".

5. DJ Shadow, Q-Tip e Lateef the Truth Speaker, "Enuff" - 24 de novembro de 2006

Lá em 2006, Dave deu boas vindas a uma das vozes que definiram a música eletrônica focada no beat, o artista californiano DJ Shadow. Shadow foi um dos primeiros a levar o turntable, hip hop e eletrônica às massas, virando uma poderosa voz na próxima geração da dance music pós-rave. Enquanto a apresentação de "Enuff", de seu álbum daquele ano, The Outsider, (junto com figuras do hip hop Lateef the Truth Speaker e Q-Tip), não transformou a faixa em um hit do rádio, vendo o DJ pirar no scratch em um par de Technics fez o usual público do estúdio de turistas e novaiorquinos de meia idade que andam pela Midtown jogarem suas mãos no ar. Sério, isso aconteceu mesmo.

Publicidade

**4. Kiesza, "Hideaway" - *11 de julho de 2014***

Ano passado, a vocalista canadense Kiesza saiu da obscuridade para o estrelato viral com sua "Hideaway" (seu clip atualmente conta 24 milhões de views). Desde então, ela fez colaborações com Diplo e Skrillex, lançou um álbum e esgotou shows pelo mundo. Lá em julho, Kiesza fez sua estreia na televisão com Letterman, apresentando seu hit ao lado de um grupo de dançarinos, bateristas à la Stomp e, é claro, um DJ. Enquanto sua faixa já era padrão em clubes e festivais, a aparição de Kiesza no Letterman a apresentou para um público mais amplo, assim como para um monte de gente velha que nunca ouviu falar do SoundCloud.

3. Chromeo, "Night By Night" - 20 de setembro de 2010

A apresentação de 2010 do Chromeo para "Night by Night" de seu álbum Business Casual não seria a última da dupla no palco do Late Show. Em 2014, eles voltariam para apresentar "Jealous (I Ain't With It)" (antes de Nick Jonas copiá-los). Eles também se apresentaram em outros talk shows. A apresentação de 2010, porém, colocou os vocais de vocoder de P-Thugg e os riffs de guita de Dave 1 enquanto uma sessão de cordas a la Rockette servia como banda de apoio. E como estamos falando de Chromeo, foi completamente suingado.

**2. Moby e Gwen Stefani, "South Side" - *6 de novembro de 2000***

2000 foi um ano interessante para a dance music. Depois de anos de hype, a maior colaboração da eletrônica rolou entre um careca vegano esquisito com o nome de Moby que reinava supremo com uma corrente de singles de seu álbum multiplatina Play. Se apresentando junto de Gwen Stefani, que estava apenas começando sua carreira solo depois de apenas dois discos com o No Doubt, a apresentação mostrou Moby usando uma camiseta de campanha de Al Gore uma noite antes da eleição presidencial tocando guitarra e vocais, junto com Gwen no microfone, assim como uma coleção de traquitanas musicais, e um turntablista solitário. A apresentação teve uma energia tremenda, um hit de virada de milênio, que conseguiu sobreviver ao processo de recontagem da eleição do dia seguinte.

Publicidade

**1. Zedd e Foxes, Clarity - *3 de janeiro de 2013***

Na época, a estreia de Zedd no Late Show foi tida como a aparição do EDM na TV. Se você considerar o EDM como um subgênero da música eletrônica (ou desconsiderar o resto dessa lista) isso pode ser verdade. Mais importante, a apresentação de Zedd no Letterman veio durante a explosão do EDM, mas o jovem DJ/produtor deu um truque em Dave. Apresentando sua faixa que eventualmente o daria um Grammy, "Clarity", Zedd puxou um violão para fazer uma versão acústica da faixa com a vocalista Foxes e seu amigo Alvin Risk. É um pouco irônico que a grande estreia do EDM não apresentou nenhum CDJ ou explosão de CO2, mas a apresentação de Zedd muita gente de surpresa. Com as músicas certas (nesse caso uma escrita por Matthew Koma), o EDM pode ser versátil e amplamente aceito. Mesmo que você não tenha visto na época, esse foi um grande momento não só para a música dance de 2013, mas para o futuro da dance music.

David Garber está no Twitter.

Tradução: Pedro Moreira