Viagens

Sete anos a fotografar o meu melhor amigo trans

Enquanto fotógrafa transexual, é importante para mim mudar o olhar dos fotógrafos cis que lucram com os nossos corpos.

Por Laurence Philomène; Traduzido por Madalena Maltez
11 Setembro 2018, 1:10pm

Todas as fotos por Laurence Philoméne. 

Este artigo foi originalmente publicado na nossa plataforma Broadly.

Lucky: A Star is Born, é um projecto fotográfico em desenvolvimento focado no meu melhor amigo, Lucky. Comecei a tirar fotografias a Lucky em 2011, quando nos conhecemos e começámos a sair (na altura, porque agora considero-o família e ele é casado com uma mulher maravilhosa). Documento compulsivamente tudo na minha vida, por isso posso dizer que tudo começou assim, comigo a tirar fotografias diariamente a esta pessoa que amo. Eventualmente, passei a clicar sempre que saíamos e a fazer também com ele algumas sessões fotográficas, criando uma linha temporal que registasse o seu estilo à medida que ele evoluía com o tempo.

Assim que o projecto tomou forma, descobri o que queria: simplesmente mostrar uma pessoa trans e intersexual a experienciar os altos e baixos da vida, sobrevivendo, amando e sendo amada. Enquanto fotógrafa trans, é importante pra mim mudar o olhar dos fotógrafos cis que lucram com os corpos trans e criar um método de trabalho baseado em trocas mútuas. À medida que a visibilidade trans aumenta, quero ter a certeza de que se mostre que as pessoas trans que não se encaixam no modo binário também são bonitas. Quero apresentar a androginia de uma maneira que não seja “neutra”, muito pelo contrário – masculinidade extrema misturada com feminilidade extrema. Quero captar a audácia deslumbrante de existir e ser tudo de uma vez.

As fotos abaixo são apenas uma pequena selecção de um projecto enorme, de anos. Por fim, espero que a totalidade do trabalho consiga revelar as faces da complexidade das nossas existências como seres humanos queer, trans, trabalhadores, doentes mentais e lindos. No fundo, este trabalho é sobre a captura da identidade, como uma força instável em vez de um rótulo estático.



Segue a Laurence Philoméne no Instagram.

Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.