crítica

  • Discos: Olololop + Mc しりアス

    O disco mais estranho que me caiu nas mãos este ano.

  • Discos: Grooveman Spot

    Reparar em como Grooveman Spot arriscou depois trabalhar todo o tipo de linguagens e ser bem sucedido na maioria delas.

  • Discos: The Iditarod

    Instrumentos em grande parte acústicos e nada acanhados na recuperação do marasmo psicadélico das décadas de 60 e 70.

  • Discos: Roll The Dice

    Não seria necessário uma bola de cristal para adivinhar dias promissores.

  • Discos: Advanced Dreams

    Longas homenagens sinceras ao melhor “dub techno” jamais feito pela humanidade e afins.

  • Discos: D'Alva

    Hits pop dignos da estação.

Publicidade