Noticias

Boletim Matutino da VICE 27/03/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
27 Março 2020, 11:33am
49651434338_7717d63f61_o

Brasil

Brasil tem explosão de internações por problemas respiratórios, diz Fiocruz

O Brasil teve uma explosão de registros de internação de pessoas com insuficiência respiratória grave depois da primeira notificação de um paciente com coronavírus no Brasil, indicam dados da Fiocruz. O primeiro caso de Covid-19 foi notificado no dia 25 de fevereiro. Naquela semana, 662 pessoas foram internadas no país com doença respiratória aguda, com sintomas como febre, tosse, dor de garganta e dificuldade respiratória. Na semana entre os dias 15 e 21 de março, o número de novos internados já tinha saltado para 2.250 pacientes, de acordo com a projeção feita com base nas notificações oficiais enviadas por unidades de saúde e hospitais públicos, e alguns privados, de todo o país ao Ministério da Saúde. – Folha de S. Paulo

Sem licitação, campanha do governo promovendo morte de brasileiros vai custar R$ 4,8 milhões

A campanha publicitária para defender a tese do isolamento vertical e a provável mortandade em massa de brasileiros - com o slogan "O Brasil Não Pode Parar" - vai custar R$ 4,8 milhões (R$ 4.897.855,00). A contratação foi classificada com emergencial e, por esta razão, realizada sem licitação. O conteúdo está sendo produzido pela agência iComunicação. O mecanismo não é ilegal: um decreto de Bolsonaro autorizara a Secom a fazer a contratação com dispensa de licitação. A Secom avaliou três propostas. O martelo foi batido por Carluxo Bolsonaro. Contaminado pelo coronavírus, o Secretário Fabio Wajngarten ainda não voltou totalmente à ativa. O governo federal prepara para colocar no ar possivelmente já amanhã. A peça central é um vídeo, ainda não finalizado, mas que já foi distribuído para a militância digital do presidente e circula em grupos de WhatsApp. – Época

'Brasileiro pula em esgoto e não acontece nada', diz otário no Alvorada

Jair Bolsonaro citou um meme nesta quinta-feira (26), ao chegar no fim da tarde à residência oficial do Palácio da Alvorada - o brasileiro precisa ser "estudado" porque seria capaz de pular "no esgoto" sem que nada aconteça com ele. O imbecil deu a declaração ao ser indagado se o Brasil não chegará à situação dos Estados Unidos, que, após um mês, se tornou o país com mais casos da doença Covid-19 no mundo, com mais de 82 mil infectados e mais de mil mortos em razão da pandemia do coronavírus. ""Eu acho que não vai chegar a esse ponto [a situação dos Estados Unidos]. Até porque o brasileiro tem que ser estudado. Ele não pega nada. Você vê o cara pulando em esgoto ali, sai, mergulha, tá certo? E não acontece nada com ele", falou, sem um pingo de vergonha na cara. – G1

Bolsonaro acha que geral é gado e diz que palavra dele vale mais que resultado de exame

O cascateiro-em-chefe Jair Bolsonaro voltou a afirmar que testou negativo para o novo coronavírus. Em conversa com jornalistas na tarde desta quinta-feira (26), ele disse que não está infectado, mas não irá divulgar o exame à imprensa. “Estou bem, não estou infectado. Minha palavra vale mais quem um pedaço de papel”, disse. Antes, ao responder à pergunta, Bolsonaro ironizou o jornalismo. “Pra que você quer saber, cara? Você dorme comigo?”, questionou, aos risos. fim da entrevista, o presidente voltou a falar com o jornalista que fez a pergunta. “É brincadeira. Desculpa aí, tá ok?”, reforçou. – Jovem Pan

Presidente do BB acha que essa porra é videogame e diz que ‘vida não tem valor infinito’

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, fez comentários críticos ao isolamento social, na mesma linha que o presidente Jair Bolsonaro. Em mensagem em um grupo de WhatsApp, Novaes disse que vida não tem "valor infinito". "Muita bobagem é feita e dita, inclusive por economistas, por julgarem que a vida tem valor infinito. O vírus tem que ser balanceado com a atividade econômica", afirmou o executivo no aplicativo de mensagens. A discussão sobre a necessidade de isolamento ganhou mais força com o pronunciamento do presidente nesta terça (24), contradizendo recomendações do próprio Ministério da Saúde e na contramão da maioria dos países que estão na batalha contra o vírus. – Folha de S. Paulo

'Bolsonaro não sabe nada de saúde', diz o ex-aliado Caiado tirando o bumbum da reta

Horas depois de romper com Jair Bolsonaro (sem partido), o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou que o ex-aliado "não sabe nada de saúde". Era mais uma crítica ao pronunciamento de anteontem, no qual o presidente recomendou que a população retome a sua rotina, suspendendo a quarentena diante da pandemia do novo coronavírus e mantendo apenas os idosos e outros grupos de risco em isolamento. O governador disse que faltou humildade a Bolsonaro para se curvar às posições científicas dos profissionais do Ministério da Saúde, comandando por seu correligionário Luiz Henrique Mandetta (DEM) — indicado para o cargo por um grupo de médicos, entre os quais o próprio Caiado. – UOL

Em terra de trouxa, Sarney diz o óbvio: 'Sem a vida humana nada se compra nem se vende'

O ex-presidente José Sarney (MDB-MA) postou uma nota em seu site em que critica o presidente Jair Bolsonaro pela postura que tem adotado diante da crise do coronavírus. "Sem a vida humana nada se compra nem se vende", diz Sarney. Nos últimos dias, Bolsonaro tem repetido que a pandemia está sendo tratada com "histeria" no Brasil e insistido na volta das pessoas à vida normal para preservar a economia. Sarney afirma que a Covid-19 está no rol das ameaças ao futuro da humanidade já que é uma das doenças desconhecidas. "A visão dos cientistas é unanime de que foram elas as responsáveis pelo desaparecimento de muitas espécies", diz ele. –Folha de S. Paulo

Doria recebe ameaça de morte e culpa gabinete dos virjões por ataques

O governador de São Paulo, João Doria, recebeu ameaças de morte nesta quinta-feira (26). Ele também recebeu mensagens nas redes sociais e em seu próprio celular dizendo que sua casa seria invadida. A Casa Militar do Palácio dos Bandeirantes decidiu cercar a casa do governador na noite desta quinta. Doria fará um boletim de ocorrência. A equipe do governador diz ter indícios de que as ameaças partem de um movimento bolsonarista e suspeita que os ataques são feitos por "um movimento articulado pelo gabinete do ódio, liderado pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro" no momento em que Doria mostraria liderança no combate ao coronavírus. – Folha de S. Paulo

Dudu Bolsonaro finge demência e volta a postar conteúdo contra a China no Twitter

Dois dias depois Jair Bolsonaro fazer uma teleconferência com o presidente da China, Xi Jinping, para aplacar o incidente diplomático com aquele País provocado pelo filho Eduardo Bolsonaro, o deputado federal postou na noite de quarta-feira em sua conta no Twitter um vídeo do canal Terça Livre com o seguinte título: “Comunismo chinês usou vírus para provocar crise mundial”. No post, Eduardo recomendou a live do canal bolsonarista com o seguinte comentário: “Agora ao vivo @tercalivre mostrando o que muitas imprensas não mostram”. O vídeo ataca o governador de São Paulo, João Doria, com a hashtag #DoriaEguadeTroia. Os apresentadores chamam os militares a darem uma “resposta peremptória” a uma suposta conspiração contra Bolsonaro. Ao lerem mensagens de espectadores apresentaram pedidos de “ditadura de direita”. – BR Político

Segurança de Bolsonaro está em estado grave com coronavírus

Um segurança de Jair Bolsonaro (sem partido) está com coronavírus e em estado grave. Ari Celso Rocha Lima de Barros tem 39 anos e foi internado no Hospital de Base do DF, na noite dessa quarta-feira (25). Ele é capitão da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e foi diagnosticado com a doença em 18 de março. Desde então, cumpria isolamento domiciliar. Mas, segundo a família, o quadro piorou. “Estava em casa, sob controle. Ontem [quarta] se sentiu mal e foi internado no Hospital de Base”, contou ao Metrópoles a mãe do segurança, dona Julmar Rocha de Lima de Barros. “Ele trabalha na Presidência. É segurança dele. Ele sempre viaja com ele. E eu acredito que esse vírus ele adquiriu nessas viagens que fez”, acrescentou. Na viagem para Miami, em que integrantes da comitiva presidencial adoeceram, Ari não esteve presente. – Metrópoles

Alexandre de Moraes suspende trecho de MP que bloqueava Lei de Acesso à Informação

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu nesta quinta-feira (26) o trecho da medida provisória que alterou, em razão da pandemia do novo coronavírus, regras da Lei de Acesso à Informação. A suspensão determinada pelo ministro vale até decisão definitiva do plenário, o que não tem prazo para ocorrer. Ele atendeu pedido enviado à Corte pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Segundo o texto da MP, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, a suspensão dos prazos da Lei de Acesso à Informação valeria para demandas feitas a órgãos ou entidades da administração pública cujos servidores estejam sujeitos a regime de quarentena, teletrabalho ou equivalentes e que, necessariamente, dependam de acesso presencial de agentes públicos encarregados da resposta ou agente público ou setor prioritariamente envolvido com as medidas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. – G1

Governo de SC quer que catarinenses se fodam e manda abrir academias e restaurantes

O governo de Santa Catarina ligou o foda-se para a manutenção do seu sistema de saúde e anunciou nesta quinta-feira (26) um plano para retomada gradativa, a partir da próxima semana, das atividades que estavam paradas por causa da quarentena em função do novo coronavírus. A ideia é minimizar os efeitos do isolamento social na economia catarinense. O estado tem 149 casos da doença, registrou a primeira morte por Covid-19 e monitora mais de 300 notificações suspeitas. Ficam autorizadas a abrir parcialmente, a partir do dia 1º de abril, por tempo indeterminado: Serviços não essenciais, como academias, shopping centers, bares, restaurantes e comércio em geral; setor hoteleiro; construção civil; escritórios de prestação de serviços em geral e centros de distribuição e depósitos. – G1

Mato Grosso e Rondônia também mandam cidadãos se foderem e abrem comércio

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), baixou decreto nesta quinta-feira (26) permitindo o funcionamento do comércio e do transporte coletivo que sofriam restrições pelo coronavírus. Outras medidas de isolamento social só foram mantidas para idosos e grupos de risco – o chamado isolamento vertical, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro. Já o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), criticou a decisão e disse que, na capital, o isolamento social não será abrandado. O novo decreto estadual é uma festa para o vírus e reabre bares, cafés, redes de supermercado e estabelecimentos alimentícios na modalidade delivery, além de restabelecer a circulação do transporte público municipal e metropolitano com passageiros sentados. O governador de Rondônia, Marcos Rocha, do PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu, assinou decreto na noite de quarta-feira, 25, liberando o funcionamento parcial do comércio em todo o Estado. Também voltam a funcionar indústrias, obras e serviços de engenharia, oficinas mecânicas, autopeças, hotéis e hospedarias, prometendo uma nova Milão. – Estadão

Estudo mostra que, sem isolamento social, vai faltar uma pá de UTI no Brasil

Quase 42 mil brasileiros com quadro grave de Covid-19 ficariam sem vaga na UTI, e mais de 37 mil sem respiradores, caso a epidemia atingisse uma parcela da população comparável à alcançada em Wuhan, na China, e caso a disseminação do novo coronavírus tivesse velocidade semelhante, sugere um novo modelo matemático que simula a saturação do sistema de saúde brasileiro. Nesse cenário, a primeira onda da epidemia duraria 79 dias e infectaria 1 milhão de brasileiros, ou 0,5% da população. Num cenário hipotético de maior contágio, em que a epidemia atingisse 3% dos brasileiros, ou 6,3 milhões, faltariam vagas na UTI para mais de 300 mil e respiradores para 293 mil, por um período de 91 dias. Mesmo num cenário agressivo de contenção do vírus, que estendesse a duração da epidemia por 148 dias e achatasse a curva de contágio, faltariam mais de 15 mil UTIs e 13,5 mil respiradores no pico da demanda. – G1

Presos com mais de 60 anos devem deixar presídio no Rio de Janeiro

O pedido foi feito pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro. Entre os argumentos foi citada a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional, emitida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 30 de janeiro deste ano. Ainda segundo a decisão, os presos com 60 anos ou mais preenchem os requisitos legais de progressão prisional para o regime semiaberto. O TJ-RJ não informou quando ocorrerá o cumprimento da decisão. "Não restam dúvidas de que, no momento em que nos encontramos diante da situação de pandemia que poderá por em risco o sistema prisional, sendo o Juiz da VEP coator, é possível nesta instância de plantão, inclusive de ofício, conceder habeas corpus, com maior razão diante da impetração da Defensoria Pública, cuja legitimidade é inquestionável”, diz a decisão. – CNN

Tontos são detidos ao usar caminhão de som para pedir que população volte às ruas em SP

Duas lorpas, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, foram detidos nesta quarta-feira (25) por usarem um alto-falante para pedir que a população volte às ruas e trabalhe, em Guarulhos, na Grande São Paulo, durante a pandemia do coronavírus, contrariando a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram o momento em que eles pedem para as pessoas voltarem às ruas. Logo depois, são detidos pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) da cidade. “Não podemos entrar em pânico, não podemos criar histeria. Devemos sim, aos poucos, retornar ao trabalho. Pessoas, assim jovens como eu, até os 60 anos, que não estão nessa zona de risco, devemos sim, retornar ao trabalho. Retornar, reabrir o comércio. Nossa economia voltar pouco a pouco”, dizia um dos dois trouxas em cima do caminhão de som. – G1

Após discurso de Bolsonaro, cidade do MT tem até carro de som contra isolamento

Os moradores de Sinop (500 km de Cuiabá), no Mato Grosso, se depararam nesta quinta-feira (26) com um caminhão de som pedindo para população voltar a trabalhar, "atendendo um pedido do presidente Bolsonaro". "O nosso presidente pediu, pessoal! Vamos voltar a trabalhar. O agronegócio precisa, o comércio precisa. Nós estamos aqui dando continuidade as ações do nosso presidente. O Brasil não pode parar", diz o locutor em cima do carro de som, em vídeo que circula nas redes sociais. No dia 20 de março, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), publicou um decreto com medidas restritivas, como fechamento do comércio e órgãos públicos. A medida passou a valer a partir na terça, 24 de março, mas durou pouco. Na quarta-feira (25), dia seguinte ao discurso do presidente em cadeia nacional, um novo decreto permitiu o funcionamento de parte do comércio, como hotéis, lojas que forneçam materiais para construção civil e agropecuária. – Buzzfeed News

PM do Rio tem 300 agentes afastados das ruas por suspeita de coronavírus

Pelo menos 300 policiais militares estão afastados das ruas por suspeita de Covid-19, causada pelo novo coronavírus. O EXTRA confirmou o número de PMs de licença por conta da doença com ao menos sete comandantes de batalhão, além de outras fontes na corporação. A quantidade de PMs afastados equivale ao efetivo de um batalhão de pequeno porte, como o 17º BPM (Ilha do Governador). Uma PM lotada no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, no Centro do Rio, que está internada na própria unidade, foi testada para saber se contraiu o vírus nesta semana. O resultado ainda não saiu. – Extra

Gringaiada sai correndo do Brasil com medo do avanço da pandemia

Moradora do Rio de Janeiro e casada com um russo, a advogada brasileira Agnes Christian, 38, não quis pagar para ver o que vai acontecer no Brasil durante a pandemia de coronavírus. No sábado (14), logo depois de dar uma aula, recebeu um telefonema de amigos de Moscou. “Eles me disseram: ‘Tem um voo saindo em cinco horas daí. Os números [da pandemia] no Brasil não estão bons, seu presidente é maluco. Não quer vir para cá?’”, conta. Agnes foi. Arrumou a mala e saiu correndo para o aeroporto. “Conheço o Rio de Janeiro. Quando começar a faltar atendimento médico e comida, vai virar barbárie”, diz. Com o recuo da epidemia na China, que reduziu drasticamente a transmissão local, está começando a acontecer algo que parecia impensável há algumas semanas: chineses que vivem em outros países indo para lá para se proteger, caso do empresário Guoxiong Wang, 38, que vive há oito anos em São Paulo e tomou a decisão de voltar para a China de um dia para o outro, em 10 de março. – Folha de S. Paulo

Sinagogas de SP mantêm quarentena e número de fiéis online cresce

As sinagogas de São Paulo manterão as portas fechadas mesmo depois do decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desta quinta-feira (26), que passou a considerar as atividades religiosas como serviços essenciais e, assim, criou uma alternativa jurídica para que templos permaneçam abertos, independente de medidas tomadas por Estados e municípios para evitar aglomerações. Há mais de duas semanas, a decisão dos rabinos foi suspender todas as celebrações físicas e realizá-las online, pelo YouTube e canais da Congregação Israelita Paulista (CIP). Em São Paulo, a quarentena imposta pelo governo estadual começou na semana passada e vai até o dia 7 de abril, podendo ser estendida. – BuzzFeed News

Polícia de SP prende 32 pilantras por venda de produtos adulterados

Na última semana, as polícias Civil e Militar de São Paulo detiveram em flagrante ao menos 32 pessoas suspeitas de venderem medicamentos e/ou álcool gel adulterados, na promessa de combater o novo coronavírus. Desde segunda-feira (23), a PM emite mensagens sonoras, por meio das viaturas, para alertar a população sobre a covid-19. São alertas que informam a importância do isolamento social, além de outras medidas de prevenção. No dia 18 de março, a Polícia Civil prendeu um farmacêutico que se passava por médico e oferecia remédio contra a covid-19. A ação aconteceu em Álvares Machado, onde foram apreendidos jaleco, mural, fórmulas matemáticas e diversos frascos, etiquetas e embalagens. Em Franca, cidade do interior do estado, uma família foi vítima de um golpe relacionado ao coronavírus, no último final de semana. Os criminosos, que ainda não foram identificados, entraram em contato com as vítimas para oferecer um teste para o novo vírus, mas pediram R$ 4,9 mil como pagamento, e a família depositou o dinheiro. – UOL

Patrão manda buscar doméstica gripada no Rio: 'o tempo lá ainda é da escravidão'

Depois de dois dias sem comparecer ao trabalho por causa das restrições de embarque nos transportes público, a doméstica M.M, 42, moradora da Baixada Fluminense, foi informada pelo patrão que um carro particular iria buscá-la em casa para que ela pudesse retornar ao serviço. A decisão do empregador contraria recomendação de isolamento social —a profissional diz ainda estar com sintomas de uma gripe leve. O carro foi buscá-la na terça (24) à noite. A mulher trabalha há um ano em um apartamento na zona sul do Rio, em um dos bairros com o metro quadrado mais caro da cidade. No imóvel mora um idoso com mais de 90 anos que conta com ajuda de enfermeiros e outros quatro funcionários que executam serviços do lar. Assim como os demais, M.M dorme de segunda a quinta no local. Às sextas-feiras, retorna para sua casa na Baixada Fluminense. "O tempo lá ainda é da escravidão", diz a mulher que trabalha 12 horas por dia no apartamento. – UOL

Bancos fodem o brasileiro subindo juros e restringindo negociações em plena pandemia

A Febraban, entidade que representa os bancos, anunciou, no dia 16 de março, que as cinco maiores instituições financeiras do país estavam abertas para discutir a prorrogação, por 60 dias, dos vencimentos de dívidas de empresas. Nem uma quinzena se passou, e o que se ouve nas empresas que buscam negociar com os bancos é exatamente o oposto —não importa o setor, o porte do negócio ou o cargo do interlocutor. A nota da Febraban destacava que a prioridade dos bancos era apoiar especialmente micro e pequenas empresas, proteger o emprego e a renda, numa eventual crise provocada pela epidemia de coronavírus no Brasil. Representantes de entidades do setor privado, altos executivos de grandes empresas, proprietários de médios e pequenos negócios contaram à Folha, muitos na condição de não terem o nome revelado, que os maiores bancos elevaram os juros em todas as operações. Capital de giro, antecipação de recebíveis e até de empréstimo de longo prazo, que já estavam em negociação havia tempos e prestes a serem liberados, tiveram as taxas de juros elevadas de uma semana para outra. Há casos em que as taxas dobraram e até triplicaram. Setores mais atingidos tiveram o crédito cancelado. – Folha de S. Paulo

Secretários cobram que Mandetta defenda isolamento e reunião tem bate-boca

Foi tensa a primeira reunião do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com secretários estaduais após o pronunciamento de Jair Bolsonaro. Por meio de teleconferência nesta quinta-feira (26), eles cobraram posição firme em defesa do isolamento, agora sob ataque do presidente, mas prescrito anteriormente pelo ministro. Os secretários pediram agilidade no envio dos leitos de UTI e respiradores. A afirmação de Mandetta de que equipamentos não foram enviados por falta dos endereços dos hospitais destinatários gerou bate-boca. Secretários do Norte, Nordeste e Centro-Oeste dizem que o ministro pediu os endereços desses hospitais apenas na quarta-feira (25), mas que os locais estavam escolhidos há semanas. – Folha de S. Paulo

Com 77 mortes, Brasil tem pico de vítimas e infectados em 24 h

O Ministério da Saúde anunciou hoje, em coletiva de imprensa, que subiu para 77 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil — 20 vítimas nas últimas 24 horas. No total, são 2.915 casos oficiais no país. De acordo os dados, este é o pico de mortes e infectados em apenas um dia no país. Ontem, o ministério indicava 57 vítimas e 2.433 casos — 482 a menos de diagnosticados com a doença. O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou que já era esperado nessa fase da transmissão do vírus que o número de casos novos, e de mortes registradas, fosse maior que o anteriormente registrado. – UOL

Cidades brasileiras registram panelaço contra Bolsonaro pelo décimo dia seguido

Cidades brasileiras registraram panelaços contra o presidente Jair Bolsonaro pelo décimo dia seguido na noite desta quinta-feira (26). Os atos ocorreram em bairros do Rio de Janeiro, de São Paulo e do Recife. Além de bater panelas, pessoas gritavam "fora, Bolsonaro". As primeiras manifestações contrárias a Bolsonaro presidente ocorreram na terça-feira (17) da semana passada. Em são Pauloi as panelas retumbaram na Bela Vista, Jardins, Pinheiros, Pompeia, e Santa Cecília, no Rio as caçarolas ressoaram em Botafogo, Copacabana, Humaitá, Ipanema e Lagoa e no Recife a algazarra aconteceu ao menos nos bairros de Aflitos e Santo Amaro. – G1

Câmara aprova auxílio de R$ 600 a trabalhadores durante crise da covid-19

A Câmara aprovou hoje (26) a criação do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores sem carteira assinada. O valor que seria votado, segundo Rodrigo Maia (DEM-RJ), era de R$ 500, mas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que inicialmente havia proposto R$ 200, disse durante a sessão que aceitava R$ 600. A votação foi simbólica e teve orientação favorável de todos os partidos. O projeto estabelece que no período de três meses poderá ser concedido o auxílio ao trabalhador maior de 18 anos, que não tenha emprego formal e cuja renda familiar mensal seja de até três salários mínimos (R$ 3.135) ou de até R$ 519,50 por pessoa. Poderão ser pagos até dois benefícios por família. A renda familiar é soma dos rendimentos brutos de todos os membros de uma mesma casa. Se enquadram no perfil as pessoas que sejam MEI (microempreendedor individual), não recebam benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou programas de transferência de renda, à exceção do Bolsa Família. Se receber o Bolsa Família, o trabalhador deverá optar por um dos dois benefícios. – UOL

Deputados propõem compulsório para bilionários que lucram acima de R$ 1 bilhão

Para tentar contrapor as medidas que estão sendo propostas pelo governo federal para o combate do coronavírus, que preveem a redução de salários de trabalhadores, o deputado Wellington Roberto (PL-PB) protocolou no início desta semana um projeto de lei que pretende obter recursos de empresários, de forma compulsória, para auxiliar no enfrentamento da pandemia. O deputado Arthur Lira (PP-AL), que integra junto com Wellignton o chamado Centrão, pediu ontem urgência na pauta. Pelo texto apresentado pelo líder do PL na Câmara, a União poderia captar 10% do lucro líquido dos últimos doze meses de empresas com patrimônio superior a R$ 1 bilhão. O governo teria até quatro anos para quitar a dívida, com correção da taxa Selic. – UOL

Ministério da Saúde defende cultos virtuais após Bolsonaro abrir templos

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou hoje que a recomendação da pasta para os eventos religiosos não se alterou e permanece a mesma: não há a necessidade de fechamento dos templos, mas não é recomendada a realização de eventos religiosos que promovam a aglomeração de pessoas, como missas e cultos presenciais. Para isso, ele defendeu a realização de missas e cultos pela internet, com o auxílio das redes sociais. Segundo Gabbardo, a orientação técnica do Ministério não mudou com o decreto publicado nesta quinta (26) por Jair Bolsonaro (sem partido) para garantir a abertura dos templos contra eventuais restrições dos governos locais. – UOL

Após saques a mercados, Polícia Civil passará a fazer rondas noturnas na Grande SP

Após registrar ao menos três saques a supermercados nos últimos dias, a cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo decidiu reforçar o policiamento preventivo das ruas da capital e região metropolitana com equipes especiais da Polícia Civil. Por regra, o policiamento ostensivo nas cidades paulistas é feito pela Polícia Militar, em algumas delas contam também com a participação das guardas municipais. Os agentes da Polícia Civil, por sua vez, normalmente se deslocam em viaturas quando estão em investigações de crimes ou em operações especiais de combate à criminalidade organizada. A expectativa é que esse reforço nas rondas comece na capital e na Grande SP já na noite desta quinta-feira (26) e sem previsão de quando devem ser suspensas. – Folha de S. Paulo

Justiça suspende decisão que dava desconto na conta depois de água podre da Cedae

A Justiça do Rio suspendeu uma decisão que determinava que a Cedae deveria conceder descontos de 50% do valor do fornecimento de água, por causa das alterações no gosto e cheiro do líquido constatadas por fluminenses a partir de janeiro. Na decisão, o presidente do TJ, desembargador Cláudio de Mello Tavares afirma que a decisão, "se mantida, ocasionará forte queda na arrecadação da concessionária por período significativo de tempo, prejudicando a entrada de recursos utilizados na normalização do serviço prestado e na própria continuidade de suas atividades ordinárias, colocando em risco o abastecimento de água, o tratamento de esgoto na Região Metropolitana do Rio de Janeiro e a própria subsistência da empresa". – G1

Mundo

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, está com coronavírus

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, 55, está com coronavírus, anunciou o governo britânico nesta sexta, 27. Johnson tem sintomas leves e vai entrar em autoisolamento em Downing Street, residência oficial do primeiro-ministro e sede do governo britânico. Na manhã desta sexta, 27, Johnson publicou um vídeo em sua conta do Twitter em que diz que seguirá à frente do governo em seus esforços para lidar com a crise da pandemia global. "Nas últimas 24 horas, desenvolvi sintomas leves e tive resultado positivo para coronavírus (...) Estou trabalhando de casa, em autoisolamento, e essa é absolutamente a coisa certa a se fazer. Mas, não tenham dúvidas que, graças à magia da tecnologia moderna, posso continuar a me comunicar com minha equipe e liderar o esforço nacional de combate ao coronavírus", afirmou no vídeo. "Quero agradecer todos os envolvidos e, claro, os trabalhadores do NHS [sistema público de saúde britânico]." – BBC
Espanha registra novo recorde do país no número de mortes por coronavírus
O número de mortes na Espanha por complicações relacionadas à Covid-19 voltou a subir nesta sexta-feira (27). Nas últimas 24 horas, foram registrados 769 falecimentos (o recorde havia sido entre terça e quarta, com 738 mortes). Na última quinta, o registro era de 655. Ao todo, são 4.858 mortes, deixando o país apenas atrás da Itália nesse quesito. São 64.059 contaminados, de acordo com o Ministério da Saúde. Destes, 4.165 estão na UTI e outros 9.357 já se recuperaram. O conselho de ministros se reúne ainda nesta sexta para discutir a ampliação do estado de emergência ao menos até o dia 11 de abril. – G1

França registra 365 mortes por coronavírus em 24 horas, Reino Unido registra 115

O coronavírus matou 365 pessoas na França nas últimas 24 horas, incluindo uma adolescente de 16 anos, elevando para 1.696 o número de mortes no país desde o início da pandemia, informaram autoridades de saúde hoje. Um total de 3.375 pacientes estão em terapia intensiva (+548 em um dia), de um total de 13.904 (+2.365) hospitalizados, detalhou o diretor geral de Saúde, Jérôme Salomon. O Reino Unido registrou 115 mortes nas últimas 24 horas pelo coronavírus, na primeira vez que o país excedeu 100 mortes diárias, totalizando 578 mortes, informaram autoridades nesta quinta-feira. Às 14 horas (horário de Brasília), "578 pacientes no Reino Unido que apresentaram resultado positivo para coronavírus morreram", em comparação com 463 no dia anterior, informou o site do governo responsável pela contagem. – UOL

Adolescente de 16 anos morre com coronavírus na França

Uma adolescente de 16 anos morreu após ter sido contaminada pelo coronavírus na região de Paris. A jovem é uma das 365 vítimas do vírus na França nas últimas 24 horas, anunciou nesta quinta-feira (26) o diretor-geral de Saúde, Jérôme Salomon. A garota, que morava em Île de France, não tinha histórico de doenças. Ela é a primeira vítima nessa faixa etária no país europeu. Até o momento, a França conta 29.155 pessoas contaminadas pelo vírus. Do total, 13 mil pessoas diagnosticadas estão hospitalizadas, 3,4 mil delas internadas em leitos de UTI. – G1

FBI mata homem que planejou ataque a hospital em meio à pandemia nos EUA

Um homem foi morto pelo FBI após planejar um ataque a bomba em um hospital de Kansas City, nos Estados Unidos. Tymothy Wilson, de 36 anos, resistiu à prisão ontem e foi morto na região de Belton, Missouri. Ele foi abordado após uma longa investigação feita pelas autoridades norte-americanas. Um comunicado divulgado pelo Departamento de Investigação de Terrorismo Nacional declarou o homem como um potencial extremista, motivado por questões de religião e racial. Ele tería planejado o ataque por alguns meses. Wilson colocou o plano em prática durante a pandemia de coronavírus. O hospital é um dos principais da região no combate à covid-19. – UOL

Exército paraguaio coloca arame farpado nas travessias da fronteira com o Brasil

A fronteira terrestre entre Brasil e Paraguai, nas vizinhas Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, agora está com mais um obstáculo para restringir a circulação de pessoas entre os dois países. O Exército paraguaio colocou arame farpado nas barreiras feitas semana passada por moradores com pneus e tambores plásticos. O arame integra mais uma ação de fechamento das fronteiras do Paraguai, determinada pelo governo daquele país no dia 15 de março. O Brasil também mandou fechar as ligações com outros países. Tudo para evitar a proliferação do coronavírus. Na tarde de quarta-feira (25), além de parar veículos e pedestres que tentavam cruzar a fronteira, o Exército paraguaio 'desinfetava' carros e motos autorizados a passar de um país para o outro. – G1

Bando de coió faz ‘festa do coronavírus’ nos EUA e agora um dos imbecis está doente

Ao menos um imbecil no Kentucky, nos EUA, está infectado depois de participar de uma "festa do coronavírus" promovido por um bando de jovens locais sem-noção. Os idiotas se juntaram intencionalmente "pensando que eram invencíveis" e desafiando propositalmente a recomendação estatl de manter distância social, explicou o governador Andy Beshear nesta terça (24). "Eu fiquei puto", disse o governador, "a gente pode fazer melhor que isso". Enquanto a Covid-19 tem sido mais treta para pessoas com mais de 60 anos, pessas responsáveis têm implorado para que bobalhões em geral pratiquem o distanciamento social uma vez que mesmo que pessoas infectadas e assintomáticas podem transmitir a doença. – CNN (em inglês)

Gantz puxa o tapete de Bibi e é eleito presidente do Parlamento de Israel

O líder opositor israelense, o ex-militar Benny Gantz, foi eleito nesta quinta-feira (26) presidente do Parlamento e em seguida declarou que atuaria por um governo de união nacional diante da ameaça do novo coronavírus, uma manobra inesperada em meio ao conturbado panorama político do país. "São tempos inéditos e pedem decisões inéditas", declarou Gantz após ser eleito com 74 votos a favor e 18 contra na Knesset (Parlamento de Israel). Após mais de um ano de bloqueio político e três eleições legislativas, as portas se abrem agora para um acordo com seu rival, o conservador Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro e acusado de corrupção pela Justiça. O presidente da legislatura anterior, Yuli Edelstein, do partido Likud, um fiel seguidor de Netanyahu, havia renunciado na quarta-feira, seguindo uma decisão da Suprema Corte. – G1

E mais

Morre Mark Blum, ator de Crocodilo Dundee, em decorrência do coronavírus

Morreu nesta quinta (26) o ator norte-americano Mark Blum, conhecido por seus papéis em filmes como Procura-se Susan Desesperadamente (1985), Crocodilo Dundee (1986) e Encontro às Escuras (1987). Segundo a imprensa internacional, Blum, de 69 anos, morreu de complicações da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em sua conta no Twitter, o teatro Playwrights Horizons, de Nova York, lamentou a morte e homenageou o ator. "Com amor e pesar, o Playwrights Horizons presta homenagem a Mark Blum, um querido amigo de longa data e um artista consagrado que morreu nesta semana. Obrigado, Mark, por tudo que você trouxe a nosso teatro e a públicos de teatros do mundo todo. Sentiremos sua falta", escreveu a empresa na rede social. – UOL

Maestrina Naomi Munakata morre em SP vítima do coronavírus

A maestrina titular do Coral Paulistano, Naomi Munakata, morreu aos 64 anos nesta quinta-feira (26) em São Paulo. Segundo o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, ela faleceu em decorrência de complicações por infecção originada pelo coronavírus (covid-19). O boletim médico informou que a maestrina deu entrada no hospital dia 16 de março com sintomas de insuficiência respiratória grave, sendo internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no mesmo dia. De acordo com os médicos, Naomi apresentava comorbidades que resultaram na evolução desfavorável do quadro clínico dela. Por duas décadas, Naomi foi regente do Coro da Osesp, além de diretora e professora da Escola Municipal de Música de São Paulo, diretora artística e regente do Coral Jovem do Estado, regente-assistente do Coral Paulistano e professora na Faculdade Santa Marcelina e na FAAM. – G1

Vocalista do Rammstein Till Lindemann está na UTI com o novo coronavírus

Till Lindemann, vocalista da banda alemã Rammstein, está internado nos cuidados intensivos de um hospital em Berlim depois de ter sido diagnosticado com o novo coronavírus, noticiou o jornal alemão Bild. Lindemann, de 57 anos, teria apresentado os primeiros sintomas na Rússia, onde esteve em turnê este mês de março com o seu projeto a solo. Segundo o Bild, o vocalista foi levado de emergência para o hospital porque tinha febre muito alta, tendo sido imediatamente diagnosticado com pneumonia. Depois de ter sido testado, confirmou-se que está infetado com o novo coronavírus, mas já apresentou sinais de melhora. - Observador