Fotos

As fotos dos protestos contra Temer ontem e hoje em SP

PM reprimiu manifestação na Avenida Paulista na segunda-feira com gás, bomba e água. MTST fechou vias por toda a cidade na manhã de terça.

por R.U.A. Foto Coletivo e Drago / Texto por Amauri Gonz
30 Agosto 2016, 4:00pm

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A Foto Coletivo

Enquanto Dilma Rousseff era ouvida durante a fase final do julgamento do seu impeachment no Senado nesta segunda-feira (29), as bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo varriam a Avenida Paulista em São Paulo, quando a Polícia Militar começava a reprimir uma manifestação em apoio à presidente afastada e contra o presidente interino Michel Temer. A manifestação, chamada pelos movimentos Frente Povo Sem Medo e Brasil Popular, começou no final da tarde e seguia em direção à Fiesp (aquela do pato) quando começou a ser reprimida pela PM.

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Os manifestantes reagiram atirando objetos contra a polícia, fazendo barreiras de lixo queimado e arrastando lixeiras de concreto para o meio da avenida. O protesto tentou-se reagrupar na altura da Rua da Consolação, mas voltou a ser dispersado na base do cassetete pela polícia. O gás lacrimogêneo também atingiu bares da região e até mesmo a estação de metrô Consolação. Um homem de bicicleta, que teria gritado "viva a PM", foi agredido por inúmeros manifestantes, mas conseguiu fugir, e segundo a PM, uma pessoa foi presa. Mais tarde a PM voltaria a soltar bombas na Praça Roosevelt, onde parte da manifestação se reagrupou. A polícia chegou a usar um blindado com canhão de água na operação.

Foto: Drago

Na manhã desta terça-feira (30), outros atos voltaram a ocorrer na capital paulista. Um grupo de militantes ligados ao MTST bloqueou a Marginal Tietê, na altura da Ponte Casa Verde, e outro a Marginal Pinheiros, na altura da Ponte Transamérica, usando pneus em chamas. Além disso foram registrados protestos com queima de material em vias na Avenida 9 de Julho, na Radial Leste e na Rodovia Régis Bittencourt. Três pessoas foram presas na Marginal Tietê e levadas para a 11ª Delegacia de Polícia em Santo Amaro, e uma foi detida no Campo de Bagatelle e enviada para o 13º Distrito Policial, na Casa Verde. Pela manhã, um grupo protestava na frente da 11ª DP contra as prisões.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Jardiel Carvalho/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo

Foto: Drago

Foto: Drago

Foto: Drago

Foto: Drago

Foto: Drago

Foto: Drago

Foto: Drago

Foto: Drago