Publicidade
Noisey

Rica Pancita analisa os lançamentos da sexta #43

Uma semana sem lançamentos ruins. Te juro.

por Rica Pancita do Twitter
01 Setembro 2017, 7:35pm

Simbora rei.

Demorou, mas chegou a lista dos lançamentos dessa sexta. Primeira sexta de setembro, semana que vem feriado bom demais. Adoro feriados, não sei você.
Mas enfim, novamente faço um catadão de tudo que saiu na semana pra que você faça o que quiser de posse de tal informação. Sei lá o que você faz com isso. Espero que aproveite.

E também deixo de recomendação o disco do Brockhampton (Saturation II), que semana passada os troxa tinham bloqueado as faixas, aí não deu pra falar. Agora deu. Então ouçam que é bom mesmo, viu.

Acho que é isso, né? Tô meio sem o que falar aqui hoje.

VAMO PRA LISTA:

----AS MELHORES----

LCD Soundsystem - american dream
Talvez (talvez) estar com um goró na cabeça ajudou a receber esse disco muito melhor do que quando vieram os singles, que eu gostei mas naquelas. O disco #inteiro tá total topzera das balada, com muito mais DISCOPUNK pra tocar na pistinha da festa indie da sua cidade (se não tiver festa indie na sua cidade também não precisa fazer muita questão não). O James Murphy & equipe mantiveram sua qualidade em fazer melodias que se repetem por uns 5 minutos, no mínimo, e mesmo assim ser bom demais de tar ouvindo.

Israel & Rodolffo - "Carro da Pamonha"
Arrocha topzera mesmo de tar ouvindo. Gostei bem. Nada de novo a nível de arrocha, porém muito bem executado pra chorar no bar.

Emicida, Rael, Kamal, Coruja BC1, Drik Barbosa, Fióti - "Avuá"
Vamo lá. Achei o som bem maneiro o tecladão. Vibe Chillwave 2013. Só que isso até os 7min de música (que dura 8 min). Podia não ser tão longo assim. Porém, mesmo assim, entretanto, achei fera. Foram 7min bem agradáveis (de 8 min).

Mount Kimbie - "Delta"
Não sou muito fã de música instrumental não, gosto dum vocalzinho. Mas até que o ritmo aí tá maneiro. Rockão bonito, pá. Tecladinho. Esses negócios aí. Bom som.

Courtney Barnett & Kurt Vile - "Over Everything"
Falaram tanto desse aqui antes de lançar, que eu já tava esperando sair a GRANDE OBRA PRIMA DO SÉC XXI. Mas não, é um alt folk aí só. Mas é bom sim, ouve aí.

Orchestral Manoeuvres In The Dark - The Punishment of Luxury
Uns cara das antiga que sinceramente não conheço nada que eles tenham antigamente. Gostei bem do disco, mas tá uma puta #explosão de tudo que pode ser identificado da música eletrônica dos anos 80. É timbre do Kraftwerk com vocal do Pet Shop Boys (se bem que algumas vezes me lembrou Hot Chip). É bom, mas é bailão da saudade. Mas é bom.

----AS ATÉ QUE BOAZINHAS TAMBÉM----

Maroon 5 - "What Lovers Do"
Popzinho de FM até que bem agradável de se ouvir. Tudo bem que não dava dando #aquela atenção, mas rolou legal de trilha pra coisas mais importantes a se fazer na vida.

As Bahias e a Cozinha Mineira - Bixa
Então, viu. Olha só. Com certeza não é ruim. Mas também não me agradou tanto assim. Músicos pra lá de #talentosos fazendo o som aí descolex, que é nova MPB, mas não é manjadão igual o que tem de nova MPB. Se fosse na época que eu achava Romulo Fróes e outros do CAST da yb music eu também iria achar #muito #foda esse disco. Porém, essa época passou. O vocal, sinceramente, achei meio Alcione, meio Cássia Eller, meio qualquer outra coisa que for meio cafoninha. Em alguns momentos incomodou.

Maglore - Todas as Bandeiras
Rock indie ok. Sotacão nordeste ok. Às vezes mais pro Mac Demarco brasileirinho ok, às vezes naquele psicodélico ok que teve de monte na #cena, as vezes na nova MPB ok. Um disco ok no OVERALL. Bom, nada de novo, ok.

Fernando & Sorocaba - "Terapinga"
Ainda aguardo a dupla voltar a fazer aqueles puta musicão deles de outrora. A música tá boa, arrochão top, coletânea Só As Melhores 2017, maaas ainda aguardo #aqueles.

MC Cabelinho - "Zona Sul"
Pop funk com vocal autotune. Quaaaase que a chegada do trap no negócio. Quase. Que vai rolar é certeza (já deve tar rolando, mas prefiro viver na ignorância quanto a isso), mas essa música ainda tá de beirada.

The National - "Day I Die"
Achei meio #gotiquera. Gotiquera brit rock das antiga. Do tipo de gotiquera que eu gosto pouco (prefiro as gotiquera industrial). Mas enfim tá aí pros mais saudosista das gotiquera Madame Satã.

Gusttavo Lima - "Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La La)"
Pop-eletro-reggaeton-sertanejo que é boazinha até. Pra quem tiver nas onda do sertanejo. Quem não tiver, aí é melhor deixar quieto mesmo que é melhor.

Ty Dolla $ign - "So Am I"
Meio raggazinho. Pop raggazinho. Até que agradável de tar ouvindo, mas só isso também.

Musiq Soulchild - "Humble Pie"
R&B bem R&B mesmo, só que com essas produça mais atual. Tem uma melodiazinha mediana mas agradável mesmo assim. E vale pelo baixo número de R&B bem R&B lançados ultimamente.

Circa Survive - "The Amulet"
Emozinho das antiga. Não posso falar com muita propriedade sobre emozinho das antiga, porque só fui ouvir mesmo os emozinho das antiga recentemente. Mas o som me pareceu isso mesmo (emozinho das antiga de gravadora #major, é necessário pontuar).

Yung Lean - "Red Bottom Sky"
Trap tristinho lentinho quase que #minimalista de tão pouca batida que tem nessa música. É ok até. O menino é legal.

Mogwai - Every Country's Sun
Ó, vou falar viu. Pode falar "ó esse Rica Pancita como num manja nada de som", que os cara do rep (ritmo e poesia) fala isso desde a coluna #1.

Mas ó.

Pra mim, pessoalmente, eu, pra mim, Mogwai e tudo que é banda post rock instrumental que existe, pra mim é mó som de puxar uma soneca. Músicos pra lá de #virtuose, que se juntam pra fazer aquele #improv, com #batera #arrepiando, baixo #pegado, e o som sai sempre esse negócio que pra puxar um ronco é 100% de aproveitamento. Bom disco pra puxar um ronco.

Death From Above 1979 - "Holy Books"
É esses rockinho pesado de descolex de sempre. É isso aí. Esses negócios aí. Eu tou de boa, mas tô ligado que a galera gosta.

Robert Plant - "Bones of Saints"
É boazinha. Na verdade não tenho muito o que falar, já ouvi três vezes e tipo: é um rock aí. Não é de todo mal mas é só mais um rock aí desses que tem.

Perfume - "If You Wanna"
Jpop bem bom de tar ouvindo. Não tá entre as melhores coisas delas, mas mesmo assim é daorinha.

Hercules & Love Affair - Omnion
Uns eletro que nhééééé, tá ruim mas tá bom. Num teve nenhuma música no disco que #pegou mesmo. Tá bom pra quem tá nessas de eletro e nu-disco e sei lá como que vocês chamam esses negócios aí.

----AS BEM MÉDIAS SÓ----

Mastodon - "Toe to Toes"
Ixi. Farofa hein. FAROFA HEIN. Carai. Pra mandar no Guitar Hero deve até de ser legal. Mas putz, meio farofa hein. Gostei não.

¨Jason Derulo - "If I'm Lucky"
Mas um desses popzinhos com guitarra marcandinho e CLAPS muitos CLAPS e similares. Não é ruim, mas é bem comunzão a nível de pop de guitarrinha marcando e #claps.

Detonautas Roque Clube - "Dias Assim"
É uma baladinha pop rock que eles chamaram o Leoni pra cantar junto. E descobri ser impossível pra mim ouvir a voz do Leoni sem ficar na cabeça com "... me agarram pelas pernas CERTAS MULHEEEEERES como você me levam sempre onde queeeeereeeem". Fora que a voz cansadaraça do Tico Santa Cruz já é um probleminha que eu prefiro não ficar tocando muito nesse assunto. Som okzaço com muito esforço MEU pra considerar okzaço.

Frank Ocean - "Provider"
Música okzinha vai. Óqueizinha. Bem feitinha as produção, etc, mas é aquilo: vontade de ouvir de novo é zero.

Wolf Parade - "You're Dreaming"
Bem médiazinha. Rockinho indie nada de mais.

Tetê Espíndola - Outro Lugar
O disco tem meia hora de duração e parece durar uma eternidade. Infelizmente acho que isso já explica bem. Ela cantando é foda mesmo, mas essas basezinha violão lentinho, às vezes um negócio mais #Brasil (ou seja, sanfona ou bongozinho), essas melodiazinha que é problema.

The Pains Of Being Pure At Heart - The Echo of Pleasure
Os eletro-indie-pop mais tchubaruba que devo ter ouvido esse ano. Parece que estou em 2006, quando eu já não curtia muito essas paradas. Mas enfim, disquinho okzinho.

----AS RUIM----

Num teve ruim não.