Publicidade
comportamento

O que aprendi sobre relacionamentos com a Tulla Luana

Além de defensora dos direitos do consumidor, a web diva expõe em seus vídeos alguns papos sobre como é bom estar junto ou não com o arroba.

por Bruno Costa
12 Junho 2018, 1:32pm

Imagem: reprodução/Tulla Luana

Conhecida nacionalmente como a youtuber defensora dos direitos do consumidor, a autointitulada web diva Tulla Luana encontrou seu espaço na plataforma de vídeos. Residente de Sumaré, interior de São Paulo, ela convive com seu marido João Carlos e sua cachorra Pretty. Tulla foi diagnosticada com esquizofrenia (isso é um papo bem sério, aliás), mas ela não se resume a isso. Muito menos esta matéria. Seu canal no YouTube é o meio direto para reclamações e desabafos, principalmente sobre as divergências que acontecem em sua vida pessoal. E claro, ganhou fama exatamente por isso.

Com sua extrema sinceridade, Tulla aproveita para falar a real sobre tudo o que pensa e, de quebra, fazer a internet explodir de gifs e memes com suas reações. Pensando nisso, assisti alguns vídeos da web diva para sacar o papo que ela nos manda sobre as mais diversas questões que nos cercam sobre relacionamento. Se liga:

E se eu quiser chupar uma xoxota?

Tulla respondeu aos comentários e ataques homofóbicos que já recebeu nesse emaranhado que é a internet, com um lindo "Sim, sou bissexual e daí?". Em suas palavras: "Hoje eu tô chupando o pau do meu marido, mas e daí se amanhã eu quiser chupar uma bucetinha?". É isso, problema algum. Você, mana, pode estar num relacionamento considerado hétero e amanhã se abrir para a homo ou bissexualidade. Tá tudo certo, vá ser feliz!

Traição é traição

Seguinte: aquilo que é consensual não dá para discutir o contrário. Quando um não quer, dois não brigam. Tulla já mandou a letra para o João, seu fiel amado, que não curtiu quando se sentiu traída (mesmo que tenha sido por conta de um vídeo pornô). A maturidade nos leva a sentar, conversar e ver o que é legal para cada um e não ficar nos achismos, empurrando o relacionamento com a barriga. Não vamos fazer com o arroba aquilo que não queremos pra gente, valeu? Top.

Nós somos invencíveis, podecrê

Num breve rompimento entre Tulla e João, por volta de outubro de 2015, a fanbase mostrou ao que veio. Os seguidores ficaram ao lado de Tulla, torcendo para que ela sofresse menos com a dor da separação. Esse é o melhor exemplo de que quem tem amigos, tem tudo. Chama o bonde inteiro, chora pelo boy ou pela mana e, assim que superar, põe aquela roupa e o batom e segue em frente, porra.

Amar, amei, voltar, voltei

É, lindeza, não dá para negar que depois de um término, o que a gente mais quer é voltar com o mozão como primeira saída. E não é que pra webceleb foi assim? Tulla foi lá, se colocou em primeiro lugar e não baixou a cabeça contra seus princípios, e por isso fez com que João voltasse atrás e se arrependesse de ter terminado com ela. Seria meu sonho? Aqui fica a dica amiga do ano de 2018: não baixa a cabeça, princesa, senão a coroa cai.

Ame sem preconceitos

Rótulos à Tulla não faltam, ao João muito menos. Mas nem por isso os dois se deixam levar. A máxima aqui vale não só para quem está num rolo, pensando num próximo date ou até mesmo sozinho: o close é se amar primeiro e amar quem te aceita do jeito que você é. Na sanidade, ou na falta dela. Do perrengue ao momentos inesquecíveis. Queira bem quem te quer bem.

E como diria a Tulla Luanna: "Beijos estrelados, feliz dia dos namorados. Muito amor e paz para todos vocês".

Siga o Bruno Costa no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tagged:
brasil
youtuber
namoro
relacionamento
Tulla Luana