Fotografia

As fotos das mulheres que agora podem ir a parques de diversão na Arábia Saudita. Mas há regras

A fotógrafa Arwa Al-Na'imi adorava parques de diversão, mas começou a achá-los menos divertidos quando ficou mais velha e foi separada do irmão.

por Badar Salem; Traduzido por Marina Schnoor
01 Outubro 2019, 10:00am

Todas as fotos por Arwa Al-Na’imi.

Por um tempo, parecia que a artista saudita Arwa Al-Na'imi não poderia seguir seu caminho criativo. Ela nasceu em Abha, uma cidade do sul da província de Aseer na Arábia Saudita, e sempre foi apaixonada por arte. Mas nenhuma universidade na cidade natal da fotógrafa de 34 anos oferecia um diploma em artes, então ela se tornou a primeira mulher do país a se matricular num curso de ciência da computação.

Mas ela nunca parou de criar arte, e logo depois de se formar, Arwa recebeu o prestigiado prêmio de arte de Abha do Conselho de Artes da Região Sul. Disso ela se juntou ao Muftaha Art Village, o primeiro coletivo desse tipo de arte no sul da Arábia Saudita, onde ela conseguiu apoio para expor seu trabalho. “Eu estava competindo com os melhores artistas. Na época, eu nem podia ver minhas pinturas serem expostas porque só homens podiam visitar museus.” Mais tarde, Arwa se tornou uma das primeiras mulheres a fotografar dentro da Al Masjid em Nabawi – uma mesquita construída pelo Profeta Maomé, considerada o segundo lugar mais sagrado do Islã.

1566994245110-theme-1

Nos últimos cinco anos, Arwa vem trabalhando em seu novo projeto “Never Never Land”. A série apresenta fotos tiradas num parque de diversão em sua cidade natal – que, como todos os parques na Arábia Saudita, é segregado por gênero. “Eu adorava ir a parques de diversão, e queria mostrar como minha relação com esses lugares mudou com o tempo”, ela explica. “Eu costumava ir com meu irmão quando era mais nova – mas tivemos que parar de ir juntos quando ficamos mais velhos, porque eles não permitem homens e mulheres no mesmo espaço. Além da segregação por sexo, as mulheres são proibidas até de gritar nos brinquedos e usar calças. Mas todo mundo grita mesmo assim, e algumas mulheres usam calças. O que as autoridades vão fazer? Eles não podem punir todo mundo.”

Para tirar as fotos, Arwa teve que esconder sua câmera embaixo da abaya. “Never Never Land” mostra o contraste gritante entre as abayas e niqabs pretos e os detalhes coloridos do parque. “A Arábia Saudita hoje não é a mesma Arábia Saudita de um ano atrás”, ela diz. E enquanto ela fica feliz com os desenvolvimentos sociais para as mulheres no país, que têm ganhado mais liberdades – incluindo poder dirigir e viajar ser precisar da permissão de um homem – Arwa acredita que é preciso fazer mais para apoiar artistas mulheres. “As oportunidades são limitadas”, ela diz. “Tenho várias ideias e projetos, mas não sei para quem levá-los.”

Veja mais fotos da série “Never Never Land” abaixo.

1566994276401-theme-3
1566994308851-theme-2
1566994321758-theme-4
1566994335345-theme-5
1566994348980-theme-6
1566994380857-theme-7

Matéria originalmente publicada na VICE Arábia.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tradução do inglês por Marina Schnoor