Publicidade
Noisey

niLL homenageia sua falecida mãe no novo disco, 'Regina'

MC de Jundiaí e membro da banca SoundFoodGang, rapper cria álbum com tom pessoal entrecortado com áudios do WhatsApp.

por Paulo Marcondes
24 Julho 2017, 9:13pm

Se o rap é um jogo, a maioria dos times é o São Paulo do Rogério Ceni. Posse de bola e tentativa de jogada ensaiada não significa muita coisa sem saber o que fazer com a pelota nos pés, saca? Mas tem MC que chega que nem o atual Corinthians: taticamente disciplinado, fazendo com o que tem, do jeito que tem, e consegue aspirar coisas altas na tabela. Esse é o caso do niLL, membro do antigo grupo Sem Modos, que nem curte muito futebol (apesar de ter ganho uma camisa do SPFC quando criança), mas faz um golaço com Regina, seu segundo disco, com estreia exclusiva aqui no Noisey.

Regina vem cheio das participações: Victor Xamã, Ogi, De Leve, Makalister e seu parceiro de SoundFoodGang Yung Buda rimam no álbum, que mostra um pouco quem é o niLL, em um lance extremamente pessoal e que funciona como uma homenagem para a mãe do MC, que faleceu há cerca de três anos. "Resolvi fazer uma homenagem pra ela de novo. Sempre gostei de mostrar essas paradas de música pra minha mãe porque ela me incentivava e acreditava até mais do que eu. Tive que fazer o Regina desse jeito, contando tudo isso pra ela saber como a gente tá segurando a barra aqui. Porque desde que ela se foi, muita coisa mudou", explica.

Durante o disco o ouvinte esbarra em vários áudios do WhatsApp: de uma mina que o niLL conheceu há um tempo falando sobre como coxinha zoa o estômago dela, e até a sobrinha dele, que fez a capa do álbum, gravando mensagem no celular. A ideia, com isso, é criar essa proximidade e imersão em seu universo, conta o MC. "Como o disco é algo bem pessoal, eu queria mostrar algumas coisas da minha vida que não podia deixar passarem batidas. Por exemplo, tiveram faixas que minha sobrinha mandou um áudio pra mim. Ela pegava meu celular e mandava 'tio, tô com saudade', e quando eu parei pra observar, achei que casaria bem com o contexto do disco. O áudio de 'Valete de Copas' quem manda é o Coréia, que é um irmão e foi meu empresário, e ele manda a mensagem pro Adalberto, que é quem fala no áudio da próxima música, 'Jovens Telas Trincadas', então tá tudo interligado. Tem as minhas irmãs também e a Larissa, que foi uma mina que conheci há um tempo e hoje a gente nem conversa mais, mas foi uma época da hora e eu tive que colocar porque ela era sangue boa pra caralho."

A sonoridade do disco é um lance difícil de rotular, até porque o MC não curte meter uma etiqueta no seu som. A atmosfera de Negraxa , disco lançado em 2016, é diferente de Regina e ele gosta desse tipo de mudança. "Em comparação com o Negraxa, você vai ver uma atmosfera diferente, parece uma brincadeira de criança — querendo ou não — perto do Regina. Como eu comecei a produzir meus próprios beats, tive uma liberdade maior em relação aos gêneros musicais. Consegui viajar em vários estilos e tem um lance também do anime, do desenho animado, que eu gosto pra caralho. Ainda quero dublar um personagem de desenho animado (risos). Eu acabei me infiltrando tanto nesse universo que minha vida acabou virando isso. Acontecem uns bagulhos comigo que deveriam acontecer nos Simpsons (risos)", brinca.

E se rola uma pá de coisa dos Simpsons na vida dele, não a toa ele aproveitou a brisa dos 16 bits pra fazer os vídeos pro YouTube. "Eu tava sem recursos pra fazer alguma coisa que eu achasse digna para o CD e não queria deixar só a capa porque não prende tanta a atenção. Acabei pegando essa referência dos 16 bits por causa do videogame, que eu gosto bastante. Era uma coisa que eu já tava querendo fazer há um tempo, uma animação e um looping de 16 bits. Espero que um dia eu consiga fazer o meu mesmo, personificado", diz.

Escute Regina no player abaixo.

Paulo Marcondes é são-paulino mas gosta da discórdia. Siga-o no Twitter.

Leia mais no Noisey, o canal de música da VICE.
Siga o Noisey no Facebook e Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tagged:
Hip-Hop
Rap
Rodrigo Ogi
ogi
regina
Sem Modos
Makalister
niLL
De Leve
SoundFoodGang
Victor Xamã
Yung Buda
Jundiaí