Publicidade
Noticias

154 dias sem ela: projetos de Marielle são aprovados

Em sessão extraordinária na Câmara dos Vereadores, na última quarta-feira (14), sete projetos criados pela vereadora foram apresentados. Crime segue sem solução.

por Equipe VICE Brasil
15 Agosto 2018, 2:56pm

Imagem: Reprodução / VICE Brasil

Na última terça-feira (14), dia em que completaram cinco meses do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, uma sessão extraordinária na Câmara dos Vereadores no Rio de Janeiro apresentou sete Projetos de Lei criados por Marielle. Cinco deles foram aprovados.

São eles: o Projeto Coruja (PL 17/2017), que institui as creches municipais a estender o atendimento no período noturno. O PL 417/2017, responsabiliza o poder público a informar as mulheres de seus diretos contra o assédio e violência contra mulher. E o Dia de Tereza de Benguela e da Mulher Negra (25 de junho), que entrará no calendário oficial do Rio, graças ao PL 103/2017.


Assista ao nosso vídeo sobre o assassinato de Marielle Franco:


O Programa de Efetivação de Medidas Socioeducativas (PL 515/2017) que cobra do Poder Judiciário o amparo socioeducativo às crianças e adolescentes que cometeram crimes e o Dossiê Mulher Carioca (PL 555/2017) que irá unificar os dados da Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos das mulheres cariocas, também foram aprovados.

Os dois PLs não aprovados (de apoio a moradia às famílias de baixa renda e criação do Dia de Luta contra a Homofobia) seguem em trâmite na Câmara.

O secretário de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, disse à Rede EBC, na terça (14), que a Polícia Federal colabora com as investigações do caso Marielle Franco, e que há integração entre as policiais. O comentário foi uma contestação a oferta do ministro de Segurança Pública Raul Jungmann, ao dizer que a Polícia Federal está pronta em seguir com a apuração do crime.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.