Motherboard

O lado sombrio por trás da gentrificação

Em novo livro, Peter Moskowitz mostra que cafés e cervejarias são meros peões de um jogo bem complexo.

por Corin Faife
27 Março 2017, 4:59pm

"Quem aprende sobre gentrificação por artigos de jornais enxerga o processo como nada mais do que a explosão da vontade em massa de abrir lojinhas charmosas, deixar o bigode crescer e comprar vinis. Mas esses são sintomas da gentrificação, e não as causas."

É o que diz o jornalista Peter Moskowitz no livro How To Kill A City [ Como Matar uma Cidade] sobre a gentrificação nos Estados Unidos. Publicado no início de março, ainda sem edição em português, a obra é uma análise de quatro cidades — Nova York, Detroit, São Francisco e Nova Orleans — em processo de gentrificação generalizada.

Ao longo do livro, Moskowitz mistura relatos de residentes com pesquisas acadêmicas e comentários próprios sobre políticas municipais. Ele cria um panorama envolvente da inter-relação entre pequenas e grandes reformulações do ambiente urbano — sempre com um esquema subjacente de diminuição de gastos públicos e deslocamento de comunidades desfavorecidas em prol de interesses corporativos e rendimento de capital privado.

Leia o resto da reportagem em Motherboard.