A matinê mais fotogênica da cidade

FYI.

This story is over 5 years old.

Fotos

A matinê mais fotogênica da cidade

Só entra quem tiver carteirinha do baile e comprovadamente mais de 50 anos.
24 Outubro 2014, 11:00am

Todas as terças, quintas e sábados, das 14h às 17h (nos sábados, a partir das 11h), um galpão antigo do Parque da Água Branca abre suas portas para um baile da saudade organizado pelo Instituto Melhor Idade Estação Vida. Só entra quem tiver carteirinha do baile e comprovadamente mais de 50 anos.

Rolam superproduções de roupas, cabelos e maquiagens. O clima é de muita azaração. Fui barrada na primeira vez por estar de short curto. A regra é essa. Segundo as senhoras, é para os homens não ficarem secando muito. De acordo com os senhores, é para não causar inveja entre as moças.

Para entrar lá com menos de 50 e fotografar a festa, rolou uma burocracia que, uma vez rompida, não me impediu de ser recebida de braços abertos. A dança não para: de boleros antigos a xotes, além do tecnobrega contemporâneo. O que importa é o molejo, a dança juntinho. Vale tudo: casais, flertes, mulher com mulher, mas não vi homem com homem. Acho que seria pedir muito para uma matinê no bairro da Pompeia/Lapa. Muitos dos casais se conheceram por lá mesmo. Os frequentadores são sempre os mesmos, assíduos: muitos vão nos três dias religiosamente. É a matinê mais fotogênica da cidade.